Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Zazah | Onde a partilha vai para além da comida!

07.02.19 | Vera Dias Pinheiro

restaurante Zazah

Os grandes convívios entre amigos acontecem, na maioria das vezes, em torno de uma mesa, com boa comida e um bom vinho. E ai de quem disser que nós, portugueses, não somos realmente bons nesta arte de bem conviver, porque somos e somos bons apreciadores de gastronomia também. 

E felizes devemos estar todos pelo facto de Lisboa ser actualmente um centro de atracção, não apenas para turistas, mas para pessoas com ideias e com vontade de fazer algo diferente, que veêm na nossa cidade o potencial para lançar o seu negócio. E foi assim que surgiu o restaurante ZAZAH, cuja nova carta fui conhecer e provar esta semana – finalmente! Pois, há já algum tempo que o nome ZAZAH circulava como um dos restaurantes a conhecer.

A primeira impressão foi óptima, senti-me, desde logo, envolvida pelo espaço, pelas cores, pela decoração, pela música, pelos elementos ligados à arte, numa mistura entre o estilo lisboeta e o carioca. Se, por um lado, nos sentimos em casa, pelo seu ambiente acolhedor e pelo calor humano, por outro, é como se nos transportasse para uma viagem por diferentes lugares, ou não fosse o grande mapa mundo pendurado na parede um motivo de curiosidade que nos põe de imediato a tentar identificar lugares mais longínquos.

 

ACS_0184.JPG

 

ACS_0185.JPG

 

Depois de sentados, chega a carta e os olhos brilham, pratos pensados e confecionados pelo Chef brasileiro Moisés Franco. As suas origens, brasileiras e portuguesas, reflectem-se nos pratos, com esta nova carta mais inspirada nos descobrimentos e na expansão. Daí as muitas influências, nomeadamente das raízes portugueses com o peixe que vem directamente dos Açores.

ACS_0187.JPG

 

ACS_0188.JPG

 

Experimentamos alguns clássicos da carta - os considerados "obrigatórios" - como os Croquetes de Alheira e o Tataki de Atum.

E continuamos a refeição provando, então, algumas das novidades: o Cone de Salmão, o Risotto de Açafrão e Legumes, a Picanha Maturada e os Cogumelos Furikake.

 

No final, ainda houve espaço para surpresas, a sobremesa foi servida com todo o ritual próprio. Por sugestão do Chef, provamos a Baba de Camelo caseira (bastante cremosa, com flôr de sal e amendoim). E não, eu não vou revelar, pois quero deixar-vos precisamente curiosos. É boa demais!

baba de camelo, restaurante Zazah

 

Na hora de ir embora, despedimo-nos de forma tão calorosa, o que certamente me fará voltar uma segunda vez rapidamente … “quando abrimos a porta de nossa casa para os nossos convidados saírem, para além da questão da educação, é um gesto que expressa a vontade do seu regresso", palavras ditas pelo próprio Chef Moisés Franco.

 

Voltarei, sem dúvida. O restaurante ZAZAH é um espaço cosmopolita, porque é o resultado de diferentes inspirações e personalidades, mas que, ainda assim, consegue manter o lado acolhedor, com um ambiente eclético, mais tranquilo à hora de almoço e mais trendy ao jantar, ao género bar-música-cocktails-petiscos. Conseguiu surpreender-me!

 

Deixo a dica de que aceitam reservas, nomeadamente através do site The Fork, portanto, terão sempre a garantia de que têm mesa, seja ao almoço ou ao jantar.