Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Tivemos a nossa primeira despedida…

17.06.19 | Vera Dias Pinheiro

peixe de água salgada, tropical marine center

 

Por esta altura, sentimos já que estamos ou a fazer as coisas pela última vez ou a dizer adeus a alguma coisa ou a alguém. E neste processo profundo de mudança e em que decidimos ir literalmente com a casa às costas – bom, não assim tão literal, porque a casa vai bem acomodada dentro de um camião e nós, descansados, dentro do avião. Mas ia eu a dizer, nesta mudança, houve desde logo algo que soubemos que seria muito difícil levarmos connosco… o nosso aquário, mais propriamente, os nossos peixinhos.

 

Curiosamente, está quase a fazer um ano que os recebemos, num misto entre entusiasmo e também muito medo, pois eu não fazia a mínima ideia onde me estava a meter. Era uma experiência completamente nova a de ter um aquário de água salgada em casa com um casal de peixe-palhaços lá dentro e tudo isto, volto a dizer, na nossa sala.

peixe de água salgada, tropical marine center

peixe de água salgada, tropical marine center

 

A reacção dos miúdos foi tipo “WOW” e de todas as crianças que vinham cá a casa. Mas a beleza não vinha apenas dos peixinhos coloridos, todo o ambiente e decoração trouxeram ainda mais conforto à nossa casa e sinceramente, olhar neste momento para aquele canto vazio dá-me uma certa tristeza.

ACS_0977.JPG

ACS_1797.JPG

 

Foi praticamente um ano – e muitos me deram os parabéns, pois foi notável para alguém completamente amadora, como eu, ter entrado de cabeça nisto, sem saber nada e ter conseguido manter todos os peixinhos VIVOS, o próprio aquário a funcionar e tudo isso.

 

Contudo, a verdade é que eu apenas fiz aquilo que qualquer um de nós, que quer iniciar-se em algo do qual não percebe nada, que foi ir buscar a informação a quem a têm. E embora eu saiba que serei apenas e só uma amadora na aquariofilia, conheci pessoas que amam os peixes e que dominam o assunto como experts que são e foi uma experiência fantástica. Aprendi imenso, fiquei desperta para assuntos que me passavam ao lado e desfiz mitos acerta dos peixes de estimação.

Como tal, naturalmente que não poderia deixar de referir a Tropical Marine Centre (TMC), onde foi a minha vez de me sentir tipo “WOW” e o André Corga, a pessoa responsável, que me explicou sempre tudo, respondia às minhas mensagens e a quem eu não conseguia contar o sucedido ao camarão por estar cheia de remorsos e a achar que tinha sido culpa minha.

Esse momento foi, sem dúvida, o mais complicado, mas quando ultrapassei os tais erros de principiante, senti-me muito mais à vontade com o meu aquário. E se eu alguma vez duvidei de que os peixinhos não são resistentes e que são animais de estimação que curta duração, desenganem-se, é o oposto!

 

Porém, como qualquer animal de estimação, é preciso conhecer e perceber o que precisam para os instalarmos em nossa casa, o que precisam enquanto estiverem em nossa casa e toda a manutenção associada, no caso a limpeza e a alimentação são as duas coisas fundamentais. Por isso, se um dia decidirem ter um peixe de água salgada em vossa casa não hesitem, basta que se desloquem à loja certa e, nesse caso, aconselho sempre a consultarem a lista de lojas que trabalham directamente com a TMC, no seu próprio site.

 

Resta-me agora saber que foram adoptados por dois amantes, daqueles mesmo à séria, de peixes de água salgada e que ficaram felizes quando a oportunidade surgiu. Tive a grande sorte de serem eles a tratar do transporte dos quatro peixinhos… senão ia ser um estado de nervos para mim!

 

Entretanto, passadas poucas horas recebi logo novidades….

peixe de água salgada, tropical marine center

 

O Carlos e o Nuno têm um projecto/plataforma que se chama FRAGROOM que pretende ser uma plataforma dinâmica de troca de informações para os entusiastas da aquariofilia de água salgada. Podem encontrá-los no Instagram e Youtube e eu, no caso, já estou a segui-los para conseguir “sacar” notícias dos meus peixinhos, claro!

 

Qualquer animal de estimação exige de nós uma atitude consciente e responsável, seja na hora de os trazermos para nossa casa, seja no momento em que percebemos que não temos mais condições para os termos. Não é apenas uma brincadeira de um determinado momento, é uma responsabilidade que esperamos que dure durante muito tempo. E

 

Portanto, este era assunto que me estava a causar alguma ansiedade, pois queria, o quanto antes, encontrar-lhes um novo lar para não chegar ao ponto de colocar em causa o cuidado e o seu bem-estar.

E, no final, houve um Final Feliz para eles!