Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Ai os dois anos! Os terríveis dois anos!!!

06.06.18 | Vera Dias Pinheiro | comentar
 Disclamer: já sei que os três e os quatro anos são bem mais desafiantes em termos de birras que os próprios dois anos e que, aos cinco, temos um período de alguma calma, se bem que começamos a lidar com a afirmação da personalidade do nosso filho.Lembrava-me da (...)

Domingo de loucos (A fotografia é só para enganar)

12.11.17 | Vera Dias Pinheiro | comentar
A maternidade não se resume apenas a momentos de felicidade ou a sentimentos de amor e de alegria. Nem tão pouco se resume aos momentos idílicos que vemos em fotografias, em que as crianças parecem saídas de um quadro perfeito e harmonioso: crianças alegres, bem (...)

A chantagem dos quatro anos

29.06.17 | Vera Dias Pinheiro | comentar
Tenho por principio que não devemos tentar mudar um comportamento dos nossos filhos oferecendo-lhe uma recompensa. E, sim, o caminho mais eficaz não é de todo o mais fácil .Mas também sempre ouvi dizer que educar não era fácil... ouvi dos meus pais e, hoje em dia, (...)

Filhos: Como eles trazem o caos à nossa vida!

21.06.17 | Vera Dias Pinheiro | comentar
Se um filho já nos trocava as voltas, dois são capazes de virar a nossa vida do avesso - o meu respeito por quem se aventura pelo terceiro, quarto... Tanto está tudo bem como no momento a seguir já não está. São as febres "virais", as diarreias "virais", os ranhos e (...)

Birras de Supermercado? O meu filho é igual aos outros

10.05.17 | Vera Dias Pinheiro | comentar
Este post vai direitinho para os casais que não têm filhos e que acham que, quando chegar a vez deles, são ser pais diferentes de todos os outros, a quem certas coisas jamais vão acontecer. E vai também para todos aqueles que, tendo os filhos, acham que tudo controlam (...)

Sobreviver às birras em 6 passos!

02.08.16 | Vera Dias Pinheiro | comentar
1. Respirar fundo;2. Contar até 10 antes de falar;3. Não obedecer ao nosso primeiro instinto;4. Deixar que a criança deite toda a sua frustração (do momento) cá para fora e.... respirar fundo; 5. Lembrar que, as birras, da mesma forma que vêm também vão embora - (...)

As birras são naturais...

26.05.16 | Vera Dias Pinheiro | comentar
"As birras são naturais.""As birras fazem parte do desenvolvimento das crianças.""As birras fazem parte do dia-a-dia das famílias felizes.""Todos os pais, mais cedo ou mais tarde, acabam por passar por situações desta.""Mantenham a calma. Respirem fundo. A birra é natural."