Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Ser mãe: uma constante aprendizagem! Valham-nos os mimos!

31.07.16 | Vera Dias Pinheiro
Quando ouvia falar dos "terríveis dois anos", não imaginava o que me esperavam os três anos. Nesta fase, nunca sabemos exactamente como será o nosso dia, os estados de humor balançam em dois extremos: a doçura e as birras (exageradamente) exageradas. Qualquer coisa serve de pretexto para se fazer um drama e a presença da irmã creio que tem contribuído para isto. Os programas pensados para ele nem sempre correm como esperávamos - às vezes, queremos muito que ele se sinta especial e que sinta que continuamos a dedicar-lhe a mesma atenção de antes, ainda que agora tenhamos que dividir essa atenção por dois, mas nem assim deixamos de ter as esperadas birras e os amuos. 
Não sei realmente se existe alguma coisa que possamos fazer, a não ser ter paciência e esperar que mais esta fase passe. Vale-nos a irmã que não dá trabalho nenhum e que "nos atura a todos". A maturidade de ser mãe pela segunda vez, trouxe-me serenidade e a capacidade de aproveitar cada momento e de dar mais valor às pequenas coisas, por exemplo, desfrutando de cada segundo desta fase de bebé em que ainda não existem birras e em que os choros (de fome, de sono ou, então, por nada) se tornaram agora tão insignificantes quando comparado com os desafios que tenho com o irmão. Acho que ser mãe de dois fez-me aprender a escolher somente as batalhas pelas quais vale realmente a pena lutar. 

aprender a ser mãe + aprender a ser mãe de dois + desafios dos três anos + os terríveis três anos + mimos entre irmãos + filho mais velho + as birras + como lidar com as birras


aprender a ser mãe + aprender a ser mãe de dois + desafios dos três anos + os terríveis três anos + mimos entre irmãos + filho mais velho + as birras + como lidar com as birras

À medida que a irmã vai crescendo vou notando algumas alterações no comportamento do Vicente, e acho que o tal retrocesso de que falam começa a notar-se agora. Ultimamente, tem-me dito que é bebé e pede mais vezes colo. Reclama o mesmo tipo de coisas que fazemos com a irmã: se está ao colo, quer colo; se a adormecemos quer também ser adormecido, mas é quando estou a dar de mamar que o "caos" se instala, pois tudo acontece, tudo mesmo! Já aconteceu, por exemplo, quase inundar a casa de banho, pois naquele momento tinha mesmo que lavar os dentes e as mãos freneticamente e eu só ouvia a água a correr...

aprender a ser mãe + aprender a ser mãe de dois + desafios dos três anos + os terríveis três anos + mimos entre irmãos + filho mais velho + as birras + como lidar com as birras

aprender a ser mãe + aprender a ser mãe de dois + desafios dos três anos + os terríveis três anos + mimos entre irmãos + filho mais velho + as birras + como lidar com as birras

Vale-nos que seja um miúdo muito afectuoso e que gosta de demonstrar isso, pois também ouço mais vezes que sou bonita, que gosta de mim e recebo mais beijinhos e abraços. Como já vos disse, não há muito tempo, quando tudo corre bem é muito, muito bom, quando é o contrário, às vezes sinto-me impotente e, outras vezes, tenho receio de não estar a conseguir ser uma boa mãe. 
No fundo, acho que são dúvidas normais de quem continua aprender todos os dias e que se esforça por tentar ser a melhor pessoa e melhor mãe que consegue e que os nossos filhos merecem, não é verdade?

Uma vez disseram-me que, se existir amor e se conseguirmos fazer sentir aos nossos filhos que os amamos, então para não nos preocuparmos que estamos a fazer tudo certo!

Bom domingo!

2 comentários

Comentar post