Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Recuperação pós-parto | Estou naquela fase "assim-assim"

12.04.16 | Vera Dias Pinheiro
Se me perguntarem como me sinto fisicamente e quando me olho ao espelho neste pós-parto, é isso que vos posso dizer: sinto-me "assim-assim". Sinto-me bem, vejo que não perdi toda a tonificação que tinha e visualmente estou magra (isto é, como estava antes mais ou menos), mas na prática não estou assim tão magra. Ou seja, as roupas da gravidez estão-me grandes, sobretudo as calças, porque de resto, a verdade é que não comprei nada acima do meu tamanho, mas ainda não consigo vestir a minha roupa de sempre, que me está apertada! 

Foi uma gravidez controlada, não engordei tanto como na primeira e não tenho dúvidas que o meu estilo de vida também tenha contribuído para isso. Desde que me foi permitido, após o parto do Vicente, o desporto fez parte de uma rotina quase diária, assim como a mudança nos hábitos alimentares, coloquei de lado as dietas e comecei a dar privilégio a uma alimentação verdadeiramente mais saudável. Duas coisas que tentei manter o mais possível ao longo da gravidez da Laura. Para além disso, penso que o tipo de parto também tem influência nesta parte, pois sempre ouvi dizer que um parto natural permite uma melhor recuperação da mulher a seguir.

No entanto, se havia algo de que não estava à espera eram os ataques de fome que tenho agora a amamentar. Não é fácil controlar, pois sinto verdadeiramente necessidade de comer nesta fase - e como, mas tento manter-me no lado saudável e para isso, se antes se abriam pequenas excepções nas idas ao supermercado, agora, só entram mesmo em casa alimentos do bem! Felizmente, tenho a companhia do marido nesta fase, pois anda também ter algum cuidado com a alimentação. Entretanto e só por curiosidade, andei a ler e já vi algures que dar de mamar pode levar a uma perda calórica de cerca de 500 calorias... para quem tem passado uma grande parte dos dias, ora sentada ora deitada a dar de mamar, isto são boas notícias! Bom, mas se querem números, aqui estão eles: deixei 9 quilos na maternidade e faltam-me perder 4 kg.

Credits to @em_carey on Instagram.
Eu não tenho pressa, nem agora, a minha principal preocupação é a recuperação física, mas não quero perder isso de vista e não quero adiar para mais tarde, por isso logo que possa vou voltar ao exercício fisico e quero encontrar um ponto de equilíbrio entre aquilo que são as minhas necessidades calóricas e uma alimentação o mais saudável possível e que aos poucos me ajude a mandar embora os quilos a mais. E quero fazer isso logo, porque sei que quanto mais tempo deixar passar, mais difícil será. E para que as coisas sejam bem feitas, procurei ajuda especializada para que nada falte... à Laura. 

Aos poucos, vou partilhando aqui como será a minha recuperação nesta parte.


6 comentários

Comentar post