Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Os Vs | Do nosso fim-de-semana [Bom Dia]

28.09.15 | Vera Dias Pinheiro
Os fins-de-semana foram feitos para serem aproveitados - já alguém disse isto e com razão - e, idealmente, com o mínimo de afazeres e compromissos possível para que se consiga, nestes dois dias, fazer-se o que realmente se gosta e cortar com a rotina semanal. Nem sempre é fácil tornar todos os fins-de-semana em dias onde realmente só pensamos em nós, na nossa família, naquilo que nos dá prazer e naquilo que são os nossos hobbies. No entanto, o equilíbrio, como em tudo, aqui também é a chave: ter tempo para tudo, não significa ter tempo para fazer realmente tudo, mas antes, ter tempo para um pouco de lazer e ter tempo para resolver alguns assuntos pendentes, que são deixados para trás por falta de tempo.

Este fim-de-semana, eu e o senhor meu marido, queríamos aproveitar para estar com o Vicente, depois do fim-de-semana passado ter sido praticamente todo absorvido com o casamento de amigos. Para além disso, o Vicente, inesperadamente - ou não - tinha passado a semana em casa com febre, uma febre teimosa que não desarmava. Por isso, e com a natação cancelada por precaução, queríamos, no entanto, aproveitar as manhãs para passear e apanhar um pouco de ar, ainda para mais, sendo este fim-de-semana particularmente rico em eventos giros e orientados para a família, sem ser preciso ir para muito longe.  

O sábado foi passado à beira rio, com passeios de bicicleta para o Vicente e uma ida ao Rehabbed Market, no Espaço Espelho d' Água que, com a sua localização privilegiada, torna qualquer evento especial e muito agradável. 



Quando se aproximou a hora de almoço, decorria um pouco mais à frente, junto ao Museu da Eletricidade, em Belém, a 2ª edição do srtEATfest, uma espécie de festival de Food Truck, onde se podia encontrar de tudo um pouco, para comer e beber, animação e música, que teve lugar sábado e domingo. 
E eu não fazia ideia da quantidade de negócios que existe com este tipo de conceito, há muito tempo que as roulotes deixarem de servir apenas hambúrgueres e hotdogs, agora são gelados feitos na hora, wrepes saborosos e hiper-mega-saudáveis, sumos e limonadas, brigadeiros, etc, etc, etc.... Houvesse barriga para mais e tínhamos passado a tarde toda a comer!



O facto de acordarmos cedo - em grande parte obrigados pelo membro mais novo da família, é certo -  e saírmos cedo de casa igualmente cedo, permiti-nos ter a grande vantagem de passar nos locais quando ainda estão poucas pessoas: conseguimos apreciar tudo com mais calma e atenção, sem estarmos constantemente a "pedir licença". Outra das vantagens é que quando o dia começa, fora de casa, mais cedo, acaba também mais cedo e chegar cedo a casa permite-nos ter um bocadinho, por muito que seja difícil quando se tem filhos, para nós: para ler, para ver um pouco de televisão ou simplesmente para não fazer nada. Confesso que temos alguma sorte, pois o Vicente entretem-se sozinho a brincar alguns instantes, o suficiente para termos pouco de descanso, antes de retomarmos o afazeres: o banho, fazer jantar, etc...


No domingo, não podíamos faltar ao evento da Barral - o Barral Family Day - que teve lugar no Palacete Leitão, em frente ao El Corte Inglês, em Lisboa, e que foi muito giro. A Barral é uma marca para toda a família: a gama Baby Protect, por exemplo, é completamente livre de parabenos, super hidratante que ajuda a regular a flora cutânea e a proteger a barreira da pele desde o primeiro dia; para nós, existe também uma grande variedade cremes, nomeadamente este Leite de Limpeza Desmaquilhante, da gama para pele mais sensível, que experimentei ontem, pela primeira vez, e gostei muito, principalmente da sensação de pele muito macia com que ficamos a seguir.


O concerto do Avô Cantigas foi, sem dúvida, a grande atracção da manhã daquele dia. As crianças estavam numa excitação e vibraram com todas as músicas. Para mim foi como que reviver um pouco da minha infância (quem não se lembra de ouvir as suas músicas quando era mais pequeno(a)?) e agora com o Vicente, que adorou e que, apesar do imenso calor e da falta de sombras, não quis sair antes do concerto terminar. 


Na parte do mercado, é certo que não me perco com roupas e acessórios para crianças, mas gosto de ver tudo ao pormenor e gosto sempre muito de (re)encontrar marcas como a Violeta Cor de Rosa, a Joana é muito simpática e tem sempre coisas muito giras para decorarmos o quarto dos nossos filhos, como por exemplo, este decalque de parede em forma de estrelas muito - mas mesmo muito - fácil de aplicar. O Vicente A-D-O-R-O-U! 


Ou, então, a Cherrypapayakids e, desta vez, eu estava cheia de curiosidade para conhecer a nova colecção ao vivo e pude comprovar que está mesmo gira. Não consegui trazer nada para além desta T-shirt, pois o Vicente está ali entre dois tamanhos, um que é muito pequeno e o outro que é demasiado grande. Mas ATENÇÃO: mães de rapazes que querem fugir um bocadinho ao mais tradicional e clássico, vocês têm que dar uma espreitadela na colecção!!! (podem ver aqui)


Os dois únicos reparos que, de facto, posso fazer sobre este dia são mesmo, por um lado, a falta de sombras: a parte das actividades para as crianças ficava ao ar livre, no jardim, e com o calor que se fazia sentir, era absolutamente necessário ter havido mais um ou outro chapéu que permitisse às crianças andarem por ali mais à vontade. E, depois, o atraso do concerto do Avô Cantigas: algumas crianças acabaram por ir embora, pois a hora de almoço aproximava-se e, como sabemos, as crianças começam a ficar impacientes, e as que ficaram, acabaram por estar muito tempo sob um sol muito forte. Eu própria tentei que o Vicente não ficasse até ao fim, mas ele estava mesmo feliz e não queria sair dali nem por nada. De resto, toda a família adorou aquela manhã passada em família, juntamente com outra grande família que é a Barral

Foi um fim-de-semana muito bem passado, visto assim, percebo quantas coisas fizemos, mas a verdade é que não nos sentimos cansados, nem com aquela sensação de que não paramos um minuto. E, para mim, estes são mesmo os melhores fins-de-semana. E, agora, que venha o próximo!

Boa semana para todos!!!