Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Mulher | Toda a gente sabia que era uma menina menos eu!

23.12.15 | Vera Dias Pinheiro
Não sabia nem podia adivinhar, mas a verdade é que, mesmo querendo outro rapaz, no fundo, algo me dizia que não ia ser bem assim. Nunca o disse a ninguém - na altura, se calhar achava que se estivesse caladinha ia ser mesmo um rapaz - muito pelo contrário, nunca dei grande saída às conversas sobre meninas, nem quando as minhas amigas insistiam nessa possibilidade. Fiei-me no falso prognóstico do ecografista às 12 semanas de que era outro rapaz "com 80% de certeza e quando assim é, é difícil de mudar" e não quis saber de mais nada.


gravidez + sexo do bebé + maternidade + grávida de menino + grávida de menina

Obviamente que, quando tivemos a confirmação de que era A menina, muitas vozes se insurgiram para me dizer: "Vês? Eu bem te dizia!" ou então, "Eu não te quis dizer nada, mas a tua cara e essa barriga não me enganaram".

Bem, mas de onde vem, afinal, esta sabedoria tão ou mais científica que a dos próprios especialistas da medicina, que estudaram durante anos e que continuam a estudar para serem os melhores e o menos falível possível no domínio das ecografias e da leitura que dali se faz?

E quais são os pilares onde assentam estas crenças tão objectivas do povo? Pois que eu andei a investigar e penso ter conseguido reunir os mais importantes:

1. Desejos:
Dizem que as mulheres quando estão grávidas de meninas, no início da gravidez, sentem mais desejos de comer doces ou fruta. Pelo contrário, se for um menino, os desejos são por comida salgada ou amarga.

2. Temperatura dos pés:
Ter os pés frios durante a maior parte da gravidez é sinal que é menino, pelo contrário, não ter os pés frios, é sinal que é menina.

3. Formato da barriga:
Se for menina, a barriga assemelha-se a uma melancia: mais larga e esparramada para os lados. No caso de ser rapaz, a barriga é maior (os rapazes pesam mais que as meninas), pontiaguda e empinada.

4. Beleza:
Sendo menina, a mãe está tramada porque irá sentir-se menos bonita, com a pele a retroceder à adolescência, para além do rosto ficar mais redondo e inchado. No caso de ser um menino, a mãe sente-se a mulher mais bonita à face da terra e tudo nela é luz! 

5. Os sonhos:
Estamos grávidas de uma menina se sonhamos que vamos ser mães de um menino.

6. O pão:
As grávidas de meninas preferem comer o miolo do pão em vez da côdea. 

7. O modo como dormimos:
As mulheres grávidas de meninas dormem mais para o lado direito. Mas se, durante o sono, passarmos mais tempo viradas para o lado esquerdo, é porque é rapaz. 

8. A linha da barriga:
Se a linha escura, que algumas mulheres desenvolvem durante a gravidez, se estender do osso púbico até ao umbigo, é menina. Se essa linha chegar à zona dos pulmões, então, é menino.

9. Cabelo:

Se as hastes capilares da futura mãe forem ficando secas e fracas, é melhor ir pensando em nomes femininos. Se o cabelo se tornar mais escuro e crescer mais rapidamente do que o habitual, é porque é rapaz.

10. Unhas:
Unhas frágeis e mais brilhantes indiciam que vem uma menina a caminho. Umas unhas fortes e que crescem mais rapidamente do que antes, são indício de que está grávida de um rapaz.

11. Tamanho do peito:

Se o seio do lado direito parecer maior e mais largo que o do esquerdo, é menino. Porém, se for o esquerdo, será uma menina.

12. O tamanho dos glúteos:
Se o rabo crescer mais rapidamente do que a barriga, é menino, mas se for o contrário, então é menina.

13. Enjoos matinais:
Se tivermos enjoos matinais de um modo regular e continuado, é sinal que é uma menina. Se não tivermos enjoos matinais ou se estes ocorrerem muito raramente, estamos grávidas de um rapaz.

14. Idade da mãe:
Se o ano da concepção da criança e idade da mãe forem ambos pares ou ímpares, estaremos grávidas de uma raparigas. Se um desses número for par e o outro ímpar, é rapaz.

15. O cheiro do alho:
Se comermos um dente de alho e não sentirmos o seu cheiro e sabor ao longo do dia, é porque é menina. Se, pelo contrário, o cheiro nos incomodar à medida que as horas vão passando, é rapaz.


Imagem retirada do GOOGLE.
O que me dizem? Indentificam-se com algumas destas coisas?

Da minha parte, e depois de ter encontrado estes "factos" sobre a gravidez de menino e de menina, chego à conclusão que só podia mesmo ser uma menina e que o palpite das 12 semanas foi completamente ao lado, pois:

- os três primeiros meses eu parecia doente e não grávida, com tantos enjoos e más disposições;
- e, sim, durmo mais para o lado direito;
- para além disso, sinto que a minha barriga dá a volta à minha cintura (se bem que a barriga do Vicente também nunca foi a típica barriga de rapaz), da mesma forma que o meu peito recuperou  não só tudo aquilo que tinha perdido, como ainda ganhei de bónus um tamanho acima! 
- e agora que penso nisso, a cara também me parece um bocadinho inchada! :)

Porém, se fosse pela teoria da idade da mãe e pelo crescimento do cabelo, eu estaria à espera de outro rapaz, já para não dizer que o senhor meu marido que me diz que estou ainda mais bonita do que antes (ihihih).


Bom Dia!

P.s: Faltam 2 DIAS para o Natal!!!