Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Mulher | É fim-de-semana: o que visto?

23.10.15 | Vera Dias Pinheiro
Uma mulher quando se torna mãe dá por si, quase inconscientemente, a fazer pequenas alterações ao seu próprio estilo para ver a sua nova rotina diária mais facilitada. Um dia normal na companhia destas "pessoinhas" pequeninas consegue ser mais estafante e stressante (com toda a capacidade de adaptação e de reacção a determinadas situações que nos é exigida) que um dia normal de trabalho.

No meu caso, esta realidade assumiu toda uma outra dimensão, dada a minha "condição" de mãe a tempo inteiro, no verdadeiro e absoluto sentido da palavra e, por isso, há muito que eu deixei de ter um "dress code" formal de segunda a sexta-feira. Para além disso, o nosso estilo de vida também nos influência bastante: se andamos mais a pé ou de carro, por exemplo. E por todos estes motivos, no meu armário é bem visível o antes e o depois do Vicente. Há coisas, por exemplo, que, desde que ele nasceu, raramente uso (e quando uso já se torna estranho e pouco confortável, como é o caso dos meus ricos sapatos de salto alto) e depois há outras peças que foram ganhando cada vez mais espaço: os pares de ténis multiplicaram-se; as camisas; as t-shirts; as calças de ganga e os casacos confortáveis, preferencialmente de malha. 

Basicamente há todo um ritual desde que nos levantamos até que nos deitamos (ou melhor, até que os deitamos a eles) que passa por: 

- baixar para apanhar alguma coisa que cai e levantar;
- mudar a fralda e, mais tarde, a idas à casa de banho com as vontade súbitas de fazer xixi (e não só) e aí com o: desaperta o botão; baixa as calças; levanta o miúdo para que não se suje, ao mesmo tempo que garantimos que ele não toca em nada; 
- empurrar e puxar carrinho e, mais tarde, o correr atrás; pegar ao colo, porque fica cansado ou porque faz uma birra apenas porque sim ou porque não; 
- e, depois, se for um rapaz, ainda jogamos à bola e à apanhada no parque; 
- etc... etc... etc...

... E tudo isto a acontecer mais de 10 vezes por dia. Resultado: uma mãe sempre cheia de calores e descabelada! 


M.A.S o conforto não é sinónimo de desleixo nunca, mesmo quando há dias em que a vontade que temos é a de vestirmos a primeira coisa que nos vem à mão, por isso vamos lá a algumas inspiração confortáveis e outonais para o fim-de-semana que está aí à porta:



Peças de roupa, colecção de mulher, catálogo La Redoute


Todas as peças pertencem à colecção de roupa de mulher da La Redoute:




E com estas sugestões, aproveito para vos desejar um óptimo fim-de-semana!