Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Mulher | A pausa da mãe

20.12.15 | Vera Dias Pinheiro
Com que frequência costumam tirar um tempo apenas para vocês? Digo, fazerem mesmo uma pausa, em que deixam a versão mãe, profissional, esposa, amiga, a filha... para segundo plano e ficam apenas convosco próprias, com tempo para o que realmente querem e precisam de fazer, de vez em quando, para se sentirem bem e equilibradas?

Na passada sexta-feira eu fiz isso: deixei o trabalho organizado de véspera; de manhã, à hora normal, deixei o Vicente na escola; de seguida, voltei a casa para deixá-la organizada antes de sair - não gosto de ter o caos à minha espera quando regresso a casa, principalmente quando sei que vou chegar com o Vicente, que me vai absorver por completo até chegar a hora em que se deita - mas depois de tudo feito, tomei o meu duche e saí. 

Há algum tempo que andava a suspirar por uma mudança no cabelo - afinal, de que serve ter o cabelo comprido se acabamos sempre com ele apanhado? - por isso, o meu programa era ir ter com o Matt ao Metrostudio by JL, onde me sinto sempre bem e, sobretudo, sei que se há pessoa que me entende e consegue chegar mesmo aquilo que pretendo, é ele. Aliás: é apenas ele! Por isso, quando o assunto é sério, só ele é que mexe! 

Para além disso, o Matt tem outra qualidade que eu aprecio muito e que me poupa uns quantos arrependimentos no dia à seguir: eu posso chegar lá com a maior crise de identidade e com a maior vontade em mudar TUDO, que ele tem a sensibilidade em ser sempre muito ponderado e não se deixar entusiasmar com os meus devaneios. Desta vez, mudámos a cor e apostamos num corte mais curto e mais moderno. O resultado: o costume! Eu sai de lá a sentir-me uma outra pessoa, cheia de confiança e feliz!  - e desconfio que em breve volto para ousar um pouco mais e cortar um pouco mais no comprimento; porém, vamos ver como correm as primeiras lavagens e secagens de cabelo.


Como isto são sempre processos que levam algum tempo, quando saí já passava da hora de almoço, subi até ao Chiado e parei para comer qualquer coisa na Tartine, sozinha, onde o ambiente estava bastante tranquilo e com pouca gente. O dia estava perfeito: pouco frio, mas com ar de Inverno e as pessoas andavam divertidas e sorridentes na rua, muitas delas às compras. 

Eu confesso que prefiro o Chiado e a Baixa num dia de semana, onde o normal (da rotina das pessoas que por ali trabalham ou que se deslocam ali em trabalho) se mistura com o turismo e o lazer e atenua esta lado mais "artificial",  e se for bem cedo de manhã, ainda melhor. 

Com tudo isto, estava quase na hora de ir buscar o Vicente à escola novamente. Aproveitei e fui directa, assim ficamos com mais tempo para os dois - afinal, tínhamos tido um pequeno arrufo matinal e estávamos a precisar deste "mimo" entre mãe e filho.


Imagem retirada do Pinterest.

Esta foi a minha pausa de tudo. A Vera precisa de um tempo apenas para si, precisava fazer uma pausa e mimar-se. E vocês, quando podem ter a vossa pausa, o que vos dá mais prazer fazer?


5 comentários

Comentar post