Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Mo(m)nday Hacks: Acabar com as manchas de humidade em menos de nada!

19.11.18 | Vera Dias Pinheiro

acabar com as manchas de humidade e de bolor

 

Estamos em “época alta” da humidade e, por conseguinte, da propagação do bolor nas nossas casas. Admito que, até ter vivido numa casa cujo segundo piso ficava abaixo do nível da terra, para mim, humidade e bolor eram duas coisas com as quais eu não me preocupava.

 

Contudo, durante dois anos moramos numa casa linda em Bruxelas, de dois pisos e traça antiga, como tantas outras que por ali se encontram, só nós é que não estamos habituados a isso. O prédio era também muito antigo e, no nosso caso em particular, o piso dos quartos ficava abaixo do solo, uma espécie de cave com acesso para o pátio. Tudo espectacular, não fosse Bruxelas uma cidade conhecida pelo frio e pelas chuvas em abundância, ou seja, humidade em abundância!

 

Mas estava tudo aparentemente bem até a nossa chegada após as férias de verão, quando abrimos os armários e nos deparamos com roupa verde e os pares de sapatos que lá estavam verdes também. Foi, então, que tive o primeiro contacto a sério com o bolor, portanto eu nem sabia muito bem o que fazer e, na verdade, era a última coisa que me apetecia como presente de boas-vindas!

 

Todavia, mais do que a limpeza, preocupou-me os efeitos na nossa saúde. O bolor, como sabem, é uma bactéria que pode causar problemas respiratórios, nomeadamente crises de asma, alergias respiratórias, etc. E eu tinha em casa um bebé ainda de meses e um marido com problemas de asma.

 

Portanto, a primeira coisa a fazer foi a limpeza e aprendi, na altura algumas mezinhas que podem ajudar a contornar a situação logo no imediato se tiverem as coisas necessárias em casa. E ainda me recordo do limão, pela sua acidez, do bicabornato de sódio misturado com água, do vinagre branco e a água com sal para as roupas com bolor.

 

O passo seguinte, foi encontrar produtos que facilitassem a remoção das manchas caso elas fossem reaparecendo. Mas atenção, nada de usar a mesma água e o mesmo pano, pois isso é meio caminho andado para estar a espalhar a bactéria para outros locais. Descobri que existiam vários produtos e descobri igualmente que nem todos eles tinham a eficácia que garantiam ter. Por isso, quando se trata de coisas mais específicas, eu opto por comprar a marca que eu sei que vai funcionar. E, neste campo de uso doméstico, tenho ficado muito bem impressionada com a UHU. Claramente que, para mim, já deixou de ser uma marca de “colas” e fitas adesivas.  

 

Gosto muito do anti-gorduras e, cá em casa, tenho o Removedor de Bolores e Fungos. O facto de ser uma combinação entre spray e espuma faz com que limpe muito bem as zonas mais difíceis – dá muito jeito, por exemplo, para limpar as juntas dos azulejos. Mas, regra geral, é um descanso, pois, sendo uma espuma, basta deixar actuar, passar o pano a seguir e já está.

 

uhu Removedor de Bolores e Fungos

 

E, com mais ou menos humidade, mais ou menos bolor, eu passei a andar sempre prevenida e este tipo de produto faz efectivamente parte do meu kit de limpeza da casa. Acho que nem eu, nem o meu marido ultrapassamos aquele episódio, pois foi mesmo muito aborrecido (já para não falar da conta da lavandaria!).

 

E, para finalizar o tema, outra coisa que passou a haver por casa são os desumidificadores. Nada de industrial, uso uns pequeninos e especialmente na casa-de-banho acho que ajuda bastante.

 

Se tiverem outras dicas, partilhem, especialmente no que toca à prevenção!

 

Poderão gostar igualmente de ler: Mo(m)nday Hacks: Como tornar o uso do telemóvel mais seguro!

 

Adenda: A sorte de ter leitoras atentas e com conhecimentos técnicos sobre vários temas permite-me aprender sempre alguma coisa nova, mas também rectificar imperfeições. Neste caso, fui alertada por uma Bióloga de que bolores são fungos filamentosos e não bactérias como escrevi. Para uma melhor explicação, podem ler neste site.

 

*Este conteúdo contou com o apoio da marca UHU.

2 comentários

Comentar post