Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Mais uma semana: O que significa que é preciso tratar do frigorífico!

25.02.19 | Vera Dias Pinheiro

preparar as refeições da semana

 

É verdade, estamos perante mais uma semana e, por aqui, foi um fim-de-semana que passou a correr - e não, não fomos daqueles que andaram a "injectar-se" de vitamina D. Entre os compromissos do filho, com uma festa de aniversário, e a missão de destralhar uma arrecadação, com coisas guardadas faz para mais de cinco anos… quando vi as horas, já era o fim do dia de domingo.

Paciência! Como se costuma dizer, é a vida a acontecer e nem sempre podemos ficar parados a contemplar o tempo a passar!

 

Contudo, muito importante foi termos retomado as idas ao mercado ao fim-de-semana. São fundamentais para manter a nossa semana organizada e meio caminho andando para andar mais descansada. Embora não use uma ementa semanal, eu gosto de orientar a semana na minha cabeça e sou muito fã da pré-preparação das refeições – gosto mais de lhes chamar, os facilitadores -  porque me tornam mais eficiente e também evitam o desperdício de comida – algo que, confesso, mexer um pouco comigo!

 

Contudo, chegar aqui foi um processo até encontrar algo que realmente funcionasse comigo, que me libertasse da pressão de ir constantemente ao supermercado, de improvisar demasiado as refeições, de stressar porque o meu tempo era consumido na cozinha e nestas pequenas coisas do dia-a-dia. Testei várias coisas, entre elas a ementa semanal, contudo, tal como na escrita, para as coisas correrem bem, tem que ser de inspiração quase na hora. Por isso, saber que hoje o jantar é empadão e amanhã peixe no forno, já é motivo para me enervar. Para além do desperdício de comida, porque nem sempre controlamos bem as quantidades e refeições muito complexas acabam por não dar para reaproveitar de uma outra forma para rentabilizar.

E, neste processo de tentativa-erro (persistente), percebi que o que funciona comigo é ter uma ementa aberta, mas com algumas ajudas já pré-preparadas no frigorifico. E, neste aspecto, tenho-vos a dizer que a Isabel, autora do blogue, Cinco Quartos de Laranja, tem sido uma grande inspiração para mim. Ela é muito adepta desta forma de estar na cozinha.

Então, como é que eu me organizo:

preparar as refeições da semana

 

Aos sábados de manhã vou ao mercado e compro, semanalmente, uma boa quantidade de legumes e frutas e, quando existe necessidade, peixe e carne também.

  • Dos legumes:

- Uma parte é para a sopa da semana, a base é mais ou menos a mesma, depois há um ingrediente, chamemos-lhe o principal, que varia todas as semanas;

- A outra parte é preparada para ir directamente para o forno, que depois, será o acompanhamento base de todas as refeições. Gosto de usar alho francês, curgete, beringela, brócolo, abóbora e cenoura.

  • As frutas:

- Compro à semana, o meu marido também leva para o trabalho, incluo o abacate, que gosto de colocar nas saladas, os cogumelos, para uma refeição sem carne ou peixe e o gengibre para os chá e infusões.

  • Refeições Principais:

Basicamente eu faço tudo no forno, a gordura é quase sempre o azeite; uso muitas ervas aromáticas, especiarias, incluindo a curcuma e a pimenta preta.

Carne picada costuma haver praticamente todas as semanas, serve de parto principal, mas também de lanche. mas gosto de ter também a mozarela de búfala e atum em azeite, sobretudo para desenrascar os meus almoços quando é preciso.

À segunda-feira nunca se come carne, portanto costuma ser peixe assado no forno. E o peixe que sobra é aproveita para uma segunda refeição, do género do arroz de peixe;

À sexta-feira, por sua vez, costumamos comprar frango assado e, entretanto, o almoço de sábado é sempre peixe fresco grelhado que compro também no mercado.

As refeições de carne, tento que sejam progressivamente menos e ninguém se importa.

  • Os acompanhamentos:

Batata doce e Ínham para nós

Batata cozida, batata assada no forno, arroz, massa + legumes. E, se o arroz eu costumo fazer já a contar com mais do que uma refeição, a massa nem tanto.

Basicamente, eu funciono por rotinas e com algumas regras, mas com (muita) margem para improvisar, por exemplo, com um ingrediente novo ou com um tempero diferente. Enfim, não correspondo ao tipo de pessoa que segue uma receita à risca.

Ainda assim, a minha principal regra é aproveitar e reaproveitar tudo o que tenho no frigorifico durante aquela semana. Desta forma, chego ao sábado com ele vazio, para voltar a encher e assim sucessivamente. Mas, volto a frisar, isto é aquilo que resulta melhor comigo e que me torna mais eficiente na cozinha e na gestão familiar, incluindo a parte financeira, pois poupo muito mais assim.

Por fim, deixo-vos com o exemplo de uma semana de refeições cá em casa (imagens em galeria):

 

 

 

E, para ficarem com mais ideias, relembro o post feito em colaboração com a Mafalda Freitas - Mafabulous - Como fazer o aproveitamente de sobras e também, Como organizar a lista de compras no supermercado!.

 

Fica a faltar o vídeo com a forma como eu faço os legumes assados no forno que vocês me pediram! Fiquem a contar com isso para a próxima semana.

 

Boa semana!