Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Já decidi: eu quero ser uma mãe feliz, não quero ser perfeita!

17.01.16 | Vera Dias Pinheiro
Quando embarquei nesta aventura de ser mãe a tempo inteiro e, sobretudo quando embarcamos literalmente no avião para Bruxelas, com o Vicente tão pequeno e sem qualquer rede de apoio, senti uma enorme responsabilidade e não me permitia quaisquer erros. Achava que tinha que saber tudo - o meu marido inconscientemente também achava que eu sabia tudo - quando, na verdade, não sabia, não podia saber de antemão como era ser mãe e não tinha as respostas para tudo. Eu estava a aprender com o Vicente, no fundo, era - e é - ele que me guia nesta aventura que é ser mãe e rapidamente aprendi que grande parte do seu caminho é feito na base da tentativa-erro.
Depois, e ao longo deste caminho, aprendi uma outra grande lição: são as mães felizes que educam crianças felizes e não as mães perfeitas!
Mandamentos para uma mãe feliz:
1. Ela não espera a perfeição dela própria, dos filhos ou da casa.
Uma mãe feliz não se vai penalizar, por exemplo, se o seu filho ainda usa fralda, quando seria suposto já ter deixado; não anda a apanhar os brinquedos do chão a toda a hora e nem se vai penalizar quando se atrasar nas rotinas do seu filho.
2. Elas irradiam felicidade:
Isso contagia todos os que a rodeiam, principalmente os seus filhos. Elas brincam, pulam e desfrutam das brincadeiras tal como se fossem crianças.
3. Assumem que não vão ser capazes de travar todas as batalhas e, por isso, não vão andar a criticar cada pequena coisa que os seus filhos fazem.
Crianças são... crianças! Brincam como crianças, da mesma forma que fazem birras, amuam, gritam e tudo mais. São tudo coisas que fazem parte do crescimento, por isso, a mãe feliz aceita que os seus filhos vão inevitavelmente passar por tudo isso, tal como todas as outras crianças.
Não nos devemos esquecer que a perfeição é algo que também não existe nos filhos!
3. Elas são honestas. Não fazem promessas que não podem cumprir e, da mesma forma que, o "não" é "não", o "sim" também é "sim". Para além disso, também sabem reconhecer os seus erros, sabem pedir desculpa e... conquistam a confiança dos seus filhos.
4. Elas realmente ouvem e ensinam os seus filhos. Elas conversam e escutam o que eles têm para dizer, como se estivessem a falar com qualquer outra pessoa. Não há nada mais bonito do que ouvir o que os nossos filhos têm para nós contar ou estar com eles a descobrir como se faz um puzzle ou uma brincadeira nova e observar como eles irradiam felicidade quando nós estamos ali verdadeiramente para eles.
E, por fim:
5. As mães felizes sorriem mais e andam menos rabugentas.
E assim, desejo-vos um FELIZ domingo!
Bom Dia!

1 comentário

Comentar post