Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Férias de Páscoa | Sugestões para salvar os pais

15.04.19 | Vera Dias Pinheiro

actividades férias

 

Passar 24h com os filhos em casa tem muito de bom, como ao mesmo tempo, sabemos que tem 99% de possibilidade de nos deixar uma pilha de nervos. As crianças precisam de estar entretidas o tempo todo e isso implica, por um lado, deixá-los mais à vontade em casa, o que implica ter a casa em caos permanente e, por outro, ter mil planos – e outros alternativos – para os levar para a rua.

No nosso caso, sair de casa nem é tanto por eles. Aliás, o Vicente se me pede para não ir à escola é porque que ficar em casa o dia todo a brincar com as coisas dele. Por conseguinte, a necessidade de sair à rua é mais minha, de respirar, aliviar a tensão, evitar mais duas ou três caixas de brinquedos despejada na sala. E eles, mesmo que teimem em querer ficar em casa, acabam sempre por gostar, divertir-se e gastar alguma da sua (muita) energia.

Ainda assim, o melhor são as coisas mais simples, aqueles escapes com programas com alguma liberdade para eles, que não os obriguem a estar sentados muito tempo e obvio que sejam o mais direccionados para eles possível.

Nada de meter um programa do vosso agrado pelo meio a achar que o importante é tirá-los de casa! Errado papás!

 

Neste sentido, partilho com vocês a minha própria lista de actividades/ programas que tenho em vista para os próximos dias para fazer com eles.

 

  • 7 Programas para fazerem com os vossos filhos:
  1. Exposição Cérebro – Fundação Calouste Gulbenkian
  2. Exposição “Hello, Robot” – MAAT Museum
  3. “Falas Estranhês?” – Teatro Dona Maria II (a partir do dia 11 de maio)
  4. Cinema: Link – Filme de Animação
  5. Cinema: Parque das Maravilhas - Filme de Animação
  6. Dino’s Live, Exposição de 6 Dinossauros Gigantes – Fórum Montijo
  7. Quinta Pedagógica - Olivais

 

Sem grandes planos para fazer mini férias ou escapadinhas até às férias de verão, vamos aproveitar para nos concentrar no que temos perto de nós. Para além disto, se o S. Pedro ajudar, temos planos para levar bicicletas, trotinetes e skates para a rua. Com a proximidade do rio Tejo, muitas vezes, nem são precisos planos.

O princípio que devemos ter em mente é: levar as crianças para a rua! Por muito cansados, ficamos sempre a ganhar, nem que seja porque nós próprios respiramos, distraímo-nos e não estamos tao concentrados na confusão e até as birras parecem que não escalam.

Cá por casa vivem dias assim mais para os tensos. Entre as birras da Laura – eu não me lembro do último jantar sem choros e gritos – as brigas entre o Vicente e a Laura – que escalam para uma intensidade absurda, mas que fazem parte – e o Vicente que nem sei bem que fase é esta que ele está a passar. Depois, dos últimos dois anos mais tranquilos, a verdade é que estamos a toda a velocidade a entrar numa fase desafiante e delicada.

 

Às vezes, estamos todos aos gritos sem sabermos muito bem porque é que aquilo tudo começou.

 

Boas férias da Páscoa!