Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Especial dentes [DICAS]

15.06.16 | Vera Dias Pinheiro
O primeiro ano de vida de um bébé corresponde o ano de maior desenvolvimento de toda uma vida, é neste primeiro anos que os principais acontecimentos se passam e que eles crescem mais, por comparação aos restantes. São novidades a acontecer, dia após dia, umas menos "sofridas" que outras. Uma delas, que costuma causar algum desconforte nos bebés e, por conseguinte, nos pais, são os dentes. Há bebés mais sortudos que outros - e pais também - que passam esta fase sem sintomas de maior, no entanto, devemos estar preparados para alguns dos efeitos secundários que podem acontecer, nomeadamente:

- O aumento da salivação;
- A inflamação das bochechas;
- Alguma diarreia;
- Febre;
- O sono mais agitado;
- Maior irritabilidade (sem motivo aparente);
- Falta de apetite;
- Rabinho muito assado;
- E, tendência para levar objectos à boca com maior frequência.

E, embora não haja uma regra, pois cada bebé tem o seu próprio ritmo, os primeiros dentes surgem em média entre os 6 e os 8 meses e os últimos aos 24 meses. Da minha experiência com o Vicente, o meu primeiro filho, posso dizer que não foi um período muito difícil, para além do rabinho muito assado, a comichão nas gengivas e algumas noites mal dormidas, não foi nada que não se resolvesse com muita paciência e mimo. E foi apenas com o rompimentos dos molares, os últimos dentes, que ele sofreu um pouco mais. Com a Laura farei tábua rasa, porque um filho não é igual ao outro e posso ter que recorrer a outras técnicas de alivio da dor.

E quando o assunto é dentes, são várias as "receitas" que podemos testar para ver com a qual obtemos os melhores resultados. Algumas delas, são:

- Fazer gelados de leite materno;
- O uso de colares de ambar:
- Massajar suavemente as gengivas com uma dedeira;
- Dar ao bebé um anel de dentição/mordedor ou roca especial (para o efeito) para o chuchar e mastigar (alguns deles até se colocam no frigorífico antes);
- Em alguns casos, há quem aplique um analgésico local para aliviar a dor;
- E, claro, por fim, mas não menos importante: a TERAPIA DO MIMO EM DOSES EXTRA!

Como já referi alguma vezes, antes de chegar a fase de ter que dar analgésicos, tento, em primeiro lugar, tudo o que está ao meu alcance e que seja o mais natural possível. Por isso, aproveito o tema para partilha com vocês o AloBaby® Primeiros Dentes, um produto para alívio natural dos sintomas associados ao nascimento dos primeiros dentes. A sua fórmula não contém açúcar,álcool, anestésico local, substâncias de natureza farmacológica, não arde e temum agradável sabor a banana.


alívio natural da dor dos primeiros dentes + quando nascem os primeiros dentes + sintomas associados aos primeiros dentes + primeiros dentes o que fazer + alobaby + bebés + primeiro ano de vida

alívio natural da dor dos primeiros dentes + quando nascem os primeiros dentes + sintomas associados aos primeiros dentes + primeiros dentes o que fazer + alobaby + bebés + primeiro ano de vida

alívio natural da dor dos primeiros dentes + quando nascem os primeiros dentes + sintomas associados aos primeiros dentes + primeiros dentes o que fazer + alobaby + bebés + primeiro ano de vida


AloBaby® Primeiros Dentes tem também um aplicadorinovador, com uma escova macia de silicone que permite uma aplicaçãohigiénica, evitando o uso do dedo, e que, com uma suave massagem, acalmarapidamente as gengivas, trazendo alívio imediato ao bebé.

Este produto encontra-se à venda em farmácias e para-farmácias. Para mais informações, visitem o site.

Se alguém tiver outras dicas sobre o assunto dentes, partilhe connosco! :)

4 comentários

Comentar post