Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Como assim oito meses?

29.11.16 | Vera Dias Pinheiro

Quatro dentes depois, espero ansiosamente por uns dias mais tranquilos e pacíficos. Espero, a partir de agora, mais horas de sono seguidas, em vez das horas de choro seguidas. 


Eu sei que para a Laura este último mês e meio, não deve ter sido nada fácil, mas digo-vos que para mim foi muito, mas muito difícil. Depois dos primeiros três meses, com períodos igualmente complicados devido às cólicas, este último mês e meio foi dos mais complicados. 
Com os quatro primeiros dentinhos a romper praticamente em simultâneo, tivemos muitas noites passadas em claro, com a Laura a chorar, outras tantas passadas com ela na maminha e os dias passados em exclusivo com ela ora ao colo, ora a tentar que dormisse, ora simplesmente a tentar acalmar, ora a tentar distraí-la... ora, simplesmente, a aguentar. Nada a satisfazia, nada excepto a maminha! Não houve febre, nem outras maleitas, continuamos isso sim com o rabinho muito assado e com esta rabugice gigante e constante! 

Hoje já consegui ver o quarto dente de fora, fiz uma festa e suspirei de alívio, sendo que a última noite já foi mais tranquila e espero que as seguintes também. Continuo a afirmar que a privação do sono é a pior "consequência da maternidade - sendo a privação do sono prolongada uma verdadeira tortura. O cansaço - e o sono - já é tanto que já dei por mim a não acordar com o choro da Laura mesmo ali ao lado.  

Hoje é dia 29, o dia em que a Laura faz oito meses! OITO MESES! E passou tão rápido - como sempre acontece com tudo o que diz respeito ao nossos filhos. Ainda "ontem" chegávamos a casa, ainda ontem descobríamos juntos o que era isto de sermos quatro e aos poucos fomo-nos rendendo ao seu sorriso fácil e à sua simpatia. Aos poucos, foi fazendo cada vez mais parte de nós e hoje já tem um lugar à mesa. Aprendeu a fazer as primeiras gracinhas, a descobrir-se a ela, a nós e tudo o que a rodeia. Não gosta de estar sozinha e faz uma festa sempre que alguém chega a casa. 

Aos oito meses os traços pouco mudaram e ela mantém o mesmo rosto de menina que vi quando nos olhamos pela primeira vez. Tem quatro dentinhos e duas favólas em cima que lhe dão um ar tão cómico e divertido. Não pára quieta e gosta de estar em pé. O que é certo, é que mesmo sem dormir, cansados, às vezes, com menos paciência e mais irritados, aos oito meses desta bebé, estamos completamente rendidos e não a trocávamos por nada deste muito... nem ela nem ao irmão! 


P.s: Como assim, já fez oito meses?!!!!


mãe de dois + oito meses + irmãos + recém-nascido + bebé a dormir
Primeiras semanas da Laura em casa e um irmão mais velho derretido com a sua irmã bebé


1 comentário

Comentar post