Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

As viagens dos Vs | Vamos de férias!

15.08.15 | Vera Dias Pinheiro


Chegaram, finalmente, as nossas férias grandes. E há tanto tempo que estávamos à sua espera! Este ano, mais do que em qualquer outra altura nos últimos anos, sentimos muito a necessidade de ter este tempo em família, mais do que isso, sentimos a necessidade de desligar um bocadinho do que se passa à nossa volta e concentrarmo-nos apenas em nós. 
Tivemos grandes mudanças no último ano, mudanças que exigiram de nós grandes alterações nas nossas rotinas - embora o balanço seja muito positivo - que nos retiraram algum tempo de qualidade em família a que estávamos muito habituados. Talvez, a partir de Setembro - com todas as mudanças já interiorizadas e assimiladas por nós - consigamos adaptar melhor as nossas rotinas, sem prejuízo dos momentos a três e dos passeios a que tantos nos habituamos e gostamos.

Por isso, é natural que, por aqui, as coisas andem um pouco mais calmas, pois um dos compromissos que coloquei a mim e ao senhor meu marido foi o de moderar a presença das tecnologias: dos smartphones, do tablets e etc... Todos os dias andamos agarrados ao telefone ou porque recebemos um e-mail, ou porque nos lembramos de dar um recado a alguém ou, simplesmente, porque acabamos por dar mais uma vista de olhos no Facebook e no Instagram. Muitas vezes, nem nos apercebemos que o estamos a fazer à hora das refeições ou nos poucos momentos que temos para brincar com os nossos filhos e, mesmo que nem se estejam a mexer no telefone, ele está sempre ali ao nosso lado. E tudo isto acontece já de uma forma tão espontânea e tão inconsciente, tal é a força da sua presença nas nossas vidas, nos dias de hoje.

Nestas próximas semanas, especialmente, nos dias em que iremos estar fora de casa, vamos tentar moderar isso, vamos tentar dar mais atenção ao Vicente, vamos dar mais atenção ao "marido e à mulher" e vamos querer descansar o mais possível e conseguir, efectivamente, carregar as baterias e tentar que não chegar ao final das férias com a sensação de que estamos mais cansados do que no início das mesmas. Por essa razão, este ano resolvemos igualmente fazer-nos um miminho e evitar o maior trabalho e preocupações possível. Os destinos das nossas férias são locais "family-friendly", num regime de relax total: não precisamos de pegar no carro, alguém virá arrumar a confusão por nós; as refeições das crianças e as nossas estão prontas e nós só temos que escolher o que nos apetece; a praia não tem confusão e está a uns escassos passos do hotel; e a piscina está mesmo ali ao lado.
Obviamente que tudo isto se paga, todavia hoje tenho mais presente que se vamos pagar para ir de férias, que possamos usufruir de algum conforto e de algum descanso. Com filhos há sempre alguma coisa que nos preocupa: a hora das refeições; programar o que se come ao almoço/jantar; as horas da sesta; controlar os ataques de mau feitio e as birras; e por aí a fora. Por isso, levar para férias o mesmo que temos todos os dias: uma casa, fazer refeições, arrumações, enfrentar filas de supermercado, arranjar lugar para o carro perto da praia, não nos permite descansar e, muitas vezes, não é sinónimo de poupança no orçamento familiar.

As férias representam o momento que irá determinar o modo como todos os outros meses se irão desenrolar, neste sentido, é importante fazer um esforço para que esses dias sejam bem aproveitados, que seja possível mudar de ares e sair dos locais que habitualmente frequentamos. É a altura em que pais e filhos estão mais próximos, mais despreocupados e em que não existem horários nem obrigações que determinem como e quando é que podemos estar com eles.

Dicas para aproveitar as férias em família:

1. Planear com antecedência, mas sem deixar de ser flexível:
O planeamento é bom, pois permite-nos aproveitar os melhores preços e, muitas vezes, pode significar poder fazer "aquela" viagem ou ir para "aquele" hotel. No entanto, estes dias são dias para relaxar e não para stressar. Assim, é importante termos a capacidade de nos adaptarmos às situações - caso alguma coisa fuga ao planeado ou ao nosso controlo - sem deixar que isso nos estrague as férias.
Para além disso, não esquecer que são dias de descanso. Encontrar o equilíbrio entre tudo aquilo que queremos fazer e os momentos que reservamos simplesmente para não fazer nada, é importante.




2. Aproveitar para praticar exercício fisico:
O princípio básico das férias é recarregar baterias e estar pronto para mais alguns meses de trabalho. O exercício físico e o ar livre são óptimos aliados para nos sentirmos revigorados tanto fisicamente, como mentalmente.
Aproveitemos o bom tempo e o maior tempo livre que têm, para conciliarem as duas coisas. Vamos sair de casa e vamos até ao jardim ou ao parque, levamos uma bola, andemos de bicicleta ou, simplesmente, andamos. Na praia e na piscina, nadamos. Vamos envolver toda a família nestas actividades e, para além de, nos divertirmos muito, vamos estar a contribuir que o nosso bom humor e a nossa boa disposição aumentem, sem falar de que nos sentimos mais leves.

3. Férias são férias:
Façamos um esforço para não nos deixarmos irritar com as mínimas coisas, para não stressarmos se o nosso o filho não quer comer a sopa ou se não almoçou... São férias, são momentos tão desejados por nós (que precisamos descansar), únicos na vida das famílias e tão especiais que marcam as memórias dos nossos filhos.
Evitem fazer aquilo que mais vos aborrece no vosso dia-a-dia, seja lá o que isso for, mas evitem!

4. Não ignorar o cansaço:
Dependendo dos planos que tenhamos, podemos acabar por ficar mais cansados do que antes das férias. É importante reservar uns dias para ficar por casa, tentar dormir até mais tarde ou fazer uma sesta com os miúdos e passar o dia sem pressas e sem agendas.

5. Manter uma distância de segurança:
Desligar por completo do trabalho e do mundo é, hoje em dia-a-dia, praticamente impossível para a maioria de nós, pelo que tentar fazê-lo pode ter o efeito contrário e deixar-nos mais ansiosos e angustiados. O melhor é estabelecer os timings em que o irão fazer e, a partir daí, não pensam mais no assunto, mas asseguram que mantêm tudo sob controlo (por exemplo, fazê-lo de 2 em 2 dias ou, no limite, uma vez por dia).

Posto isto, é altura de fazer as primeiras malas e preparar tudo para amanhã partirmos para o nosso primeiro destino de férias. Objectivo: descansar, descansar, descansar, apanhar algum sol, dormir a sesta com o Vicente e vê-lo feliz!

Para quem também só agora vai de férias, BOAS FÉRIAS e, para quem está de regresso, BOM REGRESSO!

Não se esqueçam que nos podem acompanhar pelo Instragram (@veradpinheiro). Por ali, é certo que haverá uma ou outra novidade!