Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Amar!

01.08.16 | Vera Dias Pinheiro
Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...
Amar! Amar! E não amar ninguém! 
Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" 

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] ">') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"></div><div class="MsoNormal" style="margin-bottom: 7.5pt; margin-left: 0cm; margin-right: 0cm; margin-top: 15.0pt; mso-outline-level: 2;">Eu quero amar, amar perdidamente!<br />Amar só por amar: Aqui... além...<br />Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente...<br />Amar! Amar! E não amar ninguém! </div><div class="MsoNormal">Recordar? Esquecer? Indiferente!...<br />Prender ou desprender? É mal? É bem?<br />Quem disser que se pode amar alguém<br />Durante a vida inteira é porque mente!<br /><br />Há uma Primavera em cada vida:<br />É preciso cantá-la assim florida,<br />Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!<br /><br />E se um dia hei de ser pó, cinza e nada<br />Que seja a minha noite uma alvorada,<br />Que me saiba perder... pra me encontrar...<br /><br /><i>Florbela Espanca, in "Charneca em Flor"</i> </div><div class="MsoNormal"><br /></div><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-pkfLbatzfS4/V56auTtJmAI/AAAAAAAAEfY/SASE12N2UeEPJhUf1F8epA28_uf8IaGSQCEw/s1600/IMG_3976.JPG" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img alt="Amar! Eu quero amar, amar perdidamente! Amar só por amar: Aqui... além... Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente... Amar! Amar! E não amar ninguém! Recordar? Esquecer? Indiferente!... Prender ou desprender? É mal? É bem? Quem disser que se pode amar alguém Durante a vida inteira é porque mente! Há uma Primavera em cada vida: É preciso cantá-la assim florida, Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar! E se um dia hei de ser pó, cinza e nada Que seja a minha noite uma alvorada, Que me saiba perder... pra me encontrar... Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" " border="0" height="426" src="https://c8.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/o86130f16/21020293_8zrMe.jpeg" title="Amar! Eu quero amar, amar perdidamente! Amar só por amar: Aqui... além... Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente... Amar! Amar! E não amar ninguém! Recordar? Esquecer? Indiferente!... Prender ou desprender? É mal? É bem? Quem disser que se pode amar alguém Durante a vida inteira é porque mente! Há uma Primavera em cada vida: É preciso cantá-la assim florida, Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar! E se um dia hei de ser pó, cinza e nada Que seja a minha noite uma alvorada, Que me saiba perder... pra me encontrar... Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" " width="640" /></a></div><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-F6vTPn0_E2w/V56ajRhPxhI/AAAAAAAAEfI/SCeDZDdND-ktkxWn6Ws_l02I6ypAY4fPwCEw/s1600/IMG_3968.JPG" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img alt="Amar! Eu quero amar, amar perdidamente! Amar só por amar: Aqui... além... Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente... Amar! Amar! E não amar ninguém! Recordar? Esquecer? Indiferente!... Prender ou desprender? É mal? É bem? Quem disser que se pode amar alguém Durante a vida inteira é porque mente! Há uma Primavera em cada vida: É preciso cantá-la assim florida, Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar! E se um dia hei de ser pó, cinza e nada Que seja a minha noite uma alvorada, Que me saiba perder... pra me encontrar... Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" " border="0" height="426" src="https://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/o26095a10/21020294_Df2zo.jpeg" title="Amar! Eu quero amar, amar perdidamente! Amar só por amar: Aqui... além... Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente... Amar! Amar! E não amar ninguém! Recordar? Esquecer? Indiferente!... Prender ou desprender? É mal? É bem? Quem disser que se pode amar alguém Durante a vida inteira é porque mente! Há uma Primavera em cada vida: É preciso cantá-la assim florida, Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar! E se um dia hei de ser pó, cinza e nada Que seja a minha noite uma alvorada, Que me saiba perder... pra me encontrar... Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" " width="640" /></a></div><br /><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-Arl8lYWj32k/V56at7M4jiI/AAAAAAAAEfQ/RZ-x9rUW_ZkLdgWnyEQzE4-AnBoAoai5gCEw/s1600/IMG_3975.JPG" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;"><img alt="Amar! Eu quero amar, amar perdidamente! Amar só por amar: Aqui... além... Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente... Amar! Amar! E não amar ninguém! Recordar? Esquecer? Indiferente!... Prender ou desprender? É mal? É bem? Quem disser que se pode amar alguém Durante a vida inteira é porque mente! Há uma Primavera em cada vida: É preciso cantá-la assim florida, Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar! E se um dia hei de ser pó, cinza e nada Que seja a minha noite uma alvorada, Que me saiba perder... pra me encontrar... Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" " border="0" height="426" src="https://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/o93057be4/21020295_tY9AU.jpeg" title="Amar! Eu quero amar, amar perdidamente! Amar só por amar: Aqui... além... Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente... Amar! Amar! E não amar ninguém! Recordar? Esquecer? Indiferente!... Prender ou desprender? É mal? É bem? Quem disser que se pode amar alguém Durante a vida inteira é porque mente! Há uma Primavera em cada vida: É preciso cantá-la assim florida, Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar! E se um dia hei de ser pó, cinza e nada Que seja a minha noite uma alvorada, Que me saiba perder... pra me encontrar... Florbela Espanca, in "Charneca em Flor" " width="640" /></a></div><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"></div><br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"></div>E este será sempre um dos meus poemas preferidos!<br />Boa noite.<br /><div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"></div><br />

1 comentário

Comentar post