Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

[Ainda sobre este fim-de-semana]

17.05.15 | Vera Dias Pinheiro
Fonte: Pinterest


Tenho tanto para falar deste fim-de-semana, que está prestes a terminar (e não, não estou a falar de futebol), que precisei de uns instantes para pensar sobre como poderia expor tudo isso em palavras. Não é fácil...
Foi um fim-de-semana cheio de (importantes) emoções, a maior delas foi ter tido a oportunidade de dar a conhecer As viagens dos Vs e de chegar a um público mais alargado, a convite da TVI24, no entanto, falarei dessa experiência mais tarde. Por agora, quero dizer que termino este fim-de-semana com o coração cheio por perceber que tenho a melhor família do mundo, que me ama incondicionalmente, que confia em mim e que me ajuda a chegar sempre um pouco mais longe. Mas também tenho os melhores amigos do mundo, se calhar não são aqueles que eu pensava que seriam, mas eles existem e felizmente vou estando cada vez mais ciente de quem eles são e, desta forma, cada vez mais próxima. 
Sentir que estás rodeada de pessoas que acreditam no teu valor, que te ajudam a acreditar em ti, que podes e deves ser feliz, é uma benção. Conseguir afastar-me das minhas pessoas tóxicas também é uma virtude (que graças a Deus, acho que já consegui encontrar). A maturidade, mais do que a idade, permitem-te perceber que não precisas de ter muitos amigos, que não precisas de querer agradar a toda a gente e que, muito menos, deves informações da tua vida a quem acha que tem o direito de saber tanto dela como tu próprio. 
Se antes ainda me inquietava com os deveres que poderia ter enquanto amiga e me responsabilizava sobre determinadas situações, neste momento, estou muito mais consciente de que também tenho direitos. Foram dois anos de muita introspecção, para mim foi quase uma peregrinação, onde o silêncio e o afastamento do ruído do meu dia-a-dia me permitiram chegar a uma nível muito elevado de auto conhecimento e de auto análise. Uma relação, seja ela qual for, pressupõe reciprocidade, uma troca que acontece sem cobranças e de forma natural. Se assim não é, essa relação não está saudável, faz-te mal, e tudo o que não é para ti, deves abrir mão e deixar ir.... 
Termino este fim-de-semana com o coração cheio de amor e, agora, que venha daí essa semana!!!

Boa semana para todos!!!

1 comentário

Comentar post