Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Ainda há quem pense que os bebés não choram

04.05.16 | Vera Dias Pinheiro

Parece que ainda existem muitas pessoas a ficarem chocadas por ouvirem um bebé a chorar! Foi essa a conclusão a cheguei ontem, quando tive que ir ao supermercado com a Laura. Estava muito calor, ela pedia mais mama, ela anda com cólicas, ela dorme pouco, mas ela é um bebé cuja única forma de comunicação é mesmo através do choro.
No entanto, dado os comentários e os olhares, de repente dei por mim a pensar se tinha sido eu a ficar com o único bebé que chora! Algumas pessoas não se coibiram inclusivamente de me vir perguntar directamente, sem me conhecerem de lado algum, o que é que ela tinha para chorar tanto; ou melhor, para afirmar que a minha filha é refilona - depois de uns breves minutos a ouvi-la chorar!

Vamos lá esclarecer uma coisa: um bebé chora! É assim desde o inicio da nossa espécie, existem bebés que choram mais que outros, mas todos choram - de qualquer forma, se existir um que não chore, por favor, digam-me, pois quero saber qual o dom desses pais! Para além disso, um bebé recém-nascido pode chorar muito, o que até é normal e devia ser levado com alguma compreensão, afinal, de um momento para o outro, encontram-se num mundo completamente estranho. De repente, têm que chorar para lhes darem comida; há uma fralda que fica suja e incomoda; vestem-no e despem-no, que coisa estranha; há pessoas à sua volta, que se o vêm a dormir querem acordar - esta é outra!

Sendo assim, para os mais preocupados com essa coisa terrível que é o choro do bebé, fiquem descansados, pois eu andei a pesquisar e encontrei, pelo menos, treze motivos que levam estes pequenos seres a chorar como gente grande, sem significar que alguma coisa de anormal se passa. Aqui estão elas:

1. Precisa de comer;
2. Está com a fralda suja;
3. Está com sono;
4. Precisa arrotar;
5. Está com dor de barriga;
6. Precisa de colo;
7. Está com frio/calor;
8. Tem um coisa que me o incomoda (e, muitas vezes, nem chegamos a saber o que é);
9. Tem um dente a nascer;
10. Precisa de menos estímulo à sua volta;
12. Preciso de mais estímulo;
13. Não se está a sentir bem.

A grande lição a tirar daqui é mesmo que, para o bem e para mal, os bebés choram, na verdade, por tudo e por nada! E se pensarem um bocadinho, nenhum pai ou mãe tem gosto em ouvir o seu filho a chorar, sobretudo nos momentos em que nada os acalma!

3 comentários

Comentar post