Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

A motivação para levar os meus filhos a viver uma experiência internacional

A experiência internacional e o alargar de horizontes nas crianças.

27.05.21 | Vera Dias Pinheiro

campos de férias na europa para crianças

 

 

Uma das perguntas mais frequentes que me chegam é, sem dúvida, qual foi a minha maior motivação para mudar de país com filhos pequenos. Contudo, embora todos os medos e receios que me invadiram durante a tomada desta decisão e, posteriormente, quando chegamos a Bruxelas, a minha pergunta sempre foi “e por que não?”

 

E por que não dar a possibilidade de dar mundo a duas crianças com idades em que o seu cérebro assimila tudo com tanta facilidade? Por que não dar a possibilidade aos meus filhos de terem a experiência de viver noutra cultura e de conhecer a diferença e de naturalmente aceitarem que a diferença não é necessariamente uma coisa negativa?

 

Para além disso, e por mais que o meu coração de mãe fique bem apertado quando digo (e escrevo isto), os nossos filhos estão de passagem na nossa vida. E aquilo que eu mais lhes desejo é que cresçam as ferramentas certas para saberem lidar com todas as situações, para que tenha a capacidade de vencer o medo, para que sejam flexíveis à mudança e com a coragem para arriscar quando e se sentirem que isso é o certo. Desejo que os meus filhos crescem livres e com possibilidades de escolhas, mesmo que um dia mais tarde a sua escolha seja totalmente diferente e até mais conservadora. Mas viver com essa possibilidade em aberto, acredito, que poderá fazer diferença no adulto que, mais tarde, tornar-se-ão.

 

E há coisas que só se aprendem vivendo-as e sentindo-as. Verdade?

E hoje, passados dois anos desta experiência a viver em Bruxelas com duas crianças agora com 5 e 8 anos, não hesito em dizer que havendo a possibilidade não hesitem em expor as vossas crianças a experiências diferentes e a outras línguas, porque elas são realmente esponjas e apanham tudo com tanta, mas tanta facilidade. Tem sido incrível viver esta experiência, pela segunda vez, através dos olhos da Laura e do Vicente.   

 

Porém, eu sei que somos pais bastante conservadores com tendência para proteger e manter debaixo da nossa asa o maior tempo possível. E aqui está outra coisa relevante que que levo desta experiência enquanto “mãe expatriada” em que conheço outras mães de outros países, a liberdade e a autonomia dos nossos filhos não os afasta de nós. Muito pelo contrário, é a segurança para que estejam preparados para os momentos em que os pais não estão por perto.

 

Campos de Férias no Estrangeiro

 

Nesse sentido, experiências como campos de férias, seja no seu país, mas sobretudo no estrangeiro são praticamente experiências obrigatórias para muitas crianças. E foi por esse motivo que o projecto Juvigo despertou a minha curiosidade e interesse em saber mais, uma vez que os campos de férias no estrangeiro era algo que gostaria que os meus filhos tivessem a oportunidade, mas também a vontade, de fazer.

 

JUVIGO

A Juvigo é uma empresa que desde a sua fundação, em 2015 por uma empresa alemã, tem vindo a crescer e expandir-se em muitos países, distinguindo-se actualmente pela sua oferta em termos de selecção europeia de campos de férias, viagens de jovens e viagens linguísticas. No fundo estamos a falar da oportunidade de os jovens fazerem uma imersão tanto na cultura como na língua de um país europeu diferente do seu, com a vantagem de estar muito bem organizado e supervisionado o que deixará os pais mais descansados.   

 

A título de curiosidade, entre os países, encontram a Bélgica e Portugal.

E a partir de que idade é que uma criança se pode aventurar nestes campos de férias, perguntam vocês? Pois, bem, a Juvigo tem disponível online campos de férias e viagens de jovens a partir dos 6 anos (e até aos 21 anos) de idade. A oferta é bastante flexível aos interesses e perfil das crianças e pode ser tudo tratado online. Ainda assim, e porque os pais – bem sei – muitas vezes queremos esclarecer mais detalhes ou colocar mais perguntas ou expor dúvidas e, por isso mesmo, existe à disposição um aconselhamento gratuito para pais e jovens.

 

Acredito que tão importante quanto a experiência dos jovens, seja a garantia do profissionalismo, da tranquilidade e da segurança para os pais. Certo?

 

 

UA-69820263-1

2 comentários

Comentar post