Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

4 Mandamentos a reter nas férias com filhos

26.07.16 | Vera Dias Pinheiro

Este post é para nós, que desejamos tanto ir de férias com filhos, mas que ainda antes de ir já estamos ansiosos com a forma como esses dias irão correr; que fazemos planos e criamos expectativas - na maioria das vezes, irreais e que acabam por nos trazer algum sentimento de frustração e que retiram a tranquilidade aqueles tão desejados dias.


Os filhos não deixam de ser filhos nas férias; não mudam o seu comportamento por estarem de férias; também não mudam as suas necessidades por causa das férias... os filhos continuam a ser os mesmos filhos de sempre, só que em férias. Os pais, esses mudam ou pelo menos sonham em mudar porque estão de férias: os pais querem acordar mais tarde, não querem ter obrigações, querem descansar, levam dois ou três livros para ler nas férias, e nem querem pensar em ter horários.
O problema está que estes pais "com espírito" de férias vão de férias com os seus filhos de sempre...Muita coisa se escreve sobre como "sobreviver" às férias com filhos e, na minha opinião, o truque é apenas: não criar expectativas! não criar planos demasiados elaborados! nós conhecemos os nossos filhos melhor do que ninguém, por isso, sabemos à partida o que podemos, ou não, fazer. No nosso caso, nós adaptamos as férias ao facto de termos um filho e nunca o contrário. E agora com dois,  vamos adaptar-nos a esses dois filhos. Porque muito sinceramente, para mim, passar umas boas férias é conseguir passar alguns dias com menos birras, com menos discussões, menos berros. O meu desejo é criar condições para que os momentos de tranquilidade sejam a grande maioria. Por exemplo:
1. Simplificar!

Se temos que estar na praia em horários baby-friendly e se, ao mesmo tempo, não queremos ter a mesma correria que temos todos os dias para chegar a horas, procuramos um local onde a praia esteja a uma distância razoável a pé.


Vantagens:


rapidamente chegam à praia nas horas desejadas;


aproveitam melhor o tempo que estão lá;


podem alternar-se e tirar um outro dia para dormir até mais tarde;


evitar cansar ainda mais a criança nas deslocações, quando a própria praia já é o suficiente para a deixar cansada.


2. Manter as rotinas estritamente necessárias!


No nosso caso, eu sei que o Vicente ainda precisa bastante de dormir a sesta, por isso, tento respeitar o horário de almoço e o de descanso, porque já sei que se não o fizer, vão ser birras atrás de birras - piores agora que tem a irmã. Mas, caso aconteça não dormir, tento que se deite mais cedo, porque no dia seguinte, ele vai estar de pé rigorosamente à mesma hora: 07h00 e, às vezes, até antes.- Aprender a gerir o esforço/tarefas.


Estamos de férias, mas continuamos a ser pais e mães e, por isso, o nosso papel de cuidadores continua exactamente igual, mas podemos mudar todas as outras rotinas. Certo?


Se puderem, procuram um destino que tenha refeições preparadas e com serviço de quartos.


Se calhar, em vez de passarem dez dias fora, vão passar apenas sete, mas se calhar acabam estes sete dias mais descansados e mais equilibrados.


3. Aprender a relaxar!


Se ainda assim, se depararem com birras daquelas de deixar qualquer um à beira de um ataque de nervos... relaxem, pois a vida real não é como as fotografias que vemos no Pinterest.


Vantagem de ir para um alojamento family friendly:  ninguém vai reparar nessas coisas e nunca se vão sentir sozinhos - nunca se vão sentir uns aliens!


4. Não criar metas/objectivos!As férias são passadas em função dos filhos, os momentos que conseguirem para vocês são lucro, por isso, há que saber aproveitá-los. Aproveitem as benditas sestas para terem um momento de pausa, para terem o vosso momento. As sestas são vossas amigas, ora deixam os vossos filhos mais bem dispostos, ora servem para os pais recuperarem energias para a segunda parte do dia.E nunca nos devemos esquecer que os nossos filhos estão ansiosos por passar estes dias connosco, por isso vão fazer de tudo - de TUDO - para chamar a nossa atenção e não nos vão querer largar.
O Vicente está ansioso por ir de férias, só fala em praia e na piscina, já sei que, com a irmã, vai ter tendência para chamar ainda mais a nossa atenção, que vamos andar sobre uma linha muito fina que, à mínima coisa, pode transformar o muito bom em muito mau. Vão ser sete dias especialmente dedicados a ele - e para a irmã - e o melhor é ir preparada para isso.E, por fim, repetir 1000 vezes antes de ir de férias com filhos: a ideia é que todos se sintam de férias!
Posts que também vão gostar de ler a pensar nas férias com filhos: