Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Dia da Mãe | A bonita homenagem que fizemos em conjunto!

E o (quase) DIY que desenrascou o presente mais especial para o Dia da Mãe

04.05.20 | Vera Dias Pinheiro

presente dia da mãe

 

É incontornável dizer que este dia da mãe foi vivido com um misto de emoções. Viver tristeza e alegria ao mesmo tempo faz-me sentir um pouco “louca”. Oscilo entre o estar bem e a irritação profunda com tudo o que aconteceu. Mas o luto é um processo pessoal e íntimo, cada pessoa tem a sua própria maneira de lidar com o que vem a seguir à perda física.

 

Mas faz hoje precisamente três meses que a minha mãe partiu e a verdade é que passei o Dia da Mãe inteiro incompleta, com um instinto irracional de querer pegar no telefone e querer falar com ela. E pela primeira vez consegui sentar-me no silêncio de uma cada já com todos a dormir e conversar. No fundo, foi como fazer “aquela chamada telefónica” que estava a faltar e, de alguma maneira, completar o dia.

 

Contudo, de alguma forma consegui rodear-me de amor e de escolhas que fizerem com que o dia de ontem fosse dos dias com menos lágrimas quando comparado com o meu aniversário, a Páscoa, os domingos, as segundas-feiras… etc… etc…

 

Ter escolhido lançar um desafio uns dias antes em que pedia que partilhassem com as vossas mães a peça que vos traz a memória a vossa mãe e que, se possível, partilhassem também comigo, trouxe-me muito amor, sabiam? Agradeço muito a quem participou e se deixou levar pela emoção, pois acabou por fazer passar coisas muito boas para mim.

 

E depois, existe o meu papel de mãe e os meus filhos são o melhor ingrediente da minha vida: aquele que fá cor, sabor e sentido à minha vida. Na verdade, são eles que me ajudam a olhar o futuro e, ao mesmo tempo, a eternizar as memórias do passado. Todos os dias são dias de falar na avó, são dias de fazer o bolo de iogurte da avó e a melhor história para adormecer é simplesmente conversar sobre… a avó.

 

Esta divisão entre o ser filha e ser mãe é, todavia, difícil, pois se, por um lado, queremos permitir-nos chorar e gritar, por outro, somos chamadas à razão e à força que precisamos para seguir com a nossa vida. No fundo, os filhos são uma espécie de âncora na minha vida. Embora com a certeza de que é uma âncora que não me pertence e nunca pertencerá. Simplesmente temos uma ligação e um amor único e inquebrável – eu espero!

 

Portanto, o balanço do dia de ontem foi positivo e a consequência da minha escolha em querer homenagear a minha mãe. Sem lágrimas, ou pelo menos, as menos possíveis, e com todos os sorrisos que consegui. Houve passeio, houve o primeiro café na rua e os bolos artesanais do café ao lado de casa que reabriu. Houve um sentimento de liberdade, um vento fresco que me bateu no rosto e acalmou, houve o conforto de casa, a companhia da família e a alegria do Vicente e da Laura por puderem escrever com canetas de verdade em t-shirts Dia da Mãe.

 

No fundo, foi um dia leve, um pouco a contrastar com os últimos dias. Sem pressão de lado algum.

presente dia da mãe

 

Entretanto, esta sugestão de presente para o Dia da Mãe vem com um pouco de atrasada, ainda assim gostava de partilhar com vocês esta ideia das t-shirts personalizáveis, pois é tão simples e tão versátil para uma brincadeira em casa, tantas que andamos a fazer nas últimas semanas com as crianças, ou como presente seja para o Dia da Mãe ou Dia do Pai ou qualquer outra ocasião.

O site chama-se Wishirt e é uma marca portuguesa com muitas sugestões de t-shirts Dia da Mãe e t-shirts Dia do Pai a condizer, personalizáveis e para todos os gostos.

t-shirts personalizáveis dia da mãe

 

Foram bastantes simpáticos em querer oferecer-me um conjunto de T-shirts para assinalar este Dia da Mãe, mesmo tendo em conta a reviravolta que as marcas e os negócios sofreram, entretanto com a pandemia da Covid-19 pelo que gostaria de vos convidar a visitar a loja online caso tenham interesse neste tipo de artigos.

 

Por fim, hoje demos entrada numa nova fase da nossa vida, o desconfinamento, e embora seja importante continuarmos resguardados e a obedecer às normas de segurança, acredito que maio será um mês de reencontros e, ainda que com o distanciamento social, com a alegria de rever a família de quem estamos longe há já tanto tempo.

 

Um grande beijinho e obrigada por estarem desse lado.

 

 

UA-69820263-1

Pág. 2/2