Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Ser a minha prioridade | Se nós não merecermos, mais ninguém merece!

22.11.18 | Vera Dias Pinheiro

spa hotel sheraton lisboa

Ontem passei a manhã no Sheraton Lisboa Hotel & Spa. Já lá tinha estado, em família, a almoçar (e que bom que foi, deveriam mesmo experimentar), mas desta vez fui com a missão de ter uma manhã para mim. Fui directa para o Spirito Spa, comecei pelo ginásio e terminei com uma massagem magnífica completa ao corpo.

 

E, no meio disto tudo, dei por mim a pensar várias coisas. Uma delas, foi logo que, este início de outono-inverno faz-se sempre acompanhar de alguma resistência em mantermos certas rotinas. Para já, e falando por mim, começo logo por beber menos água, depois sentimo-nos mais cansadas (ou deprimidas) e com mais preguiça para ir ao ginásio. E se, por um lado, as rotinas são boas, pois são elas que nos motivam diariamente a cumprir os nossos objectivos. Por outro, fazer todos os dias a mesma coisa, na mesma ordem, pode contribuir para nos aborrecer e desmotivar um pouco mais.

 

Depois, o meu pensamento foi para a vida que levamos o ano inteiro. Uma correria, criamos as rotinas precisamente para mantermos alguma organização, mas nem sempre desfrutamos dos momentos como deveríamos. E, para além disso, ficamos muito abalados com o efeito negativo que algumas coisas têm em nós, ficamos até frustrados, quando na verdade, o melhor caminho é aceitar que há coisas e pessoas que simplesmente não estão na nossa mão mudar.

 

Por exemplo, eu não posso mudar as viagens constantes do meu marido e nem os horários, também não o posso culpar, pois a verdade é que temos o melhor compromisso familiar que podíamos ter nesta fase. Também não controlo a decisão dos outros no que toca ao trabalho, nem sempre as coisas correm como esperamos, outras vezes ouvimos aquele não que nos custou a digerir. Da mesma forma, que tudo o que os meus filhos fazem faz parte da idade de cada um e ainda bem que o fazem. As birras fazem parte, as guerras entre irmãos também, alguma desobediência também, as energias inesgotáveis quando deveriam estar a acalmar, igualmente. Enfim… há uma série de coisas com as quais lido diariamente que eu não posso mudar.

 

A única coisa que está nas minhas mãos é alterar a forma como eu lido com tudo isso no meu dia-a-dia. A forma como me sinto interfere directamente na maneiro como me relaciono com os outros, com a forma como eu interpreto um e-mail ou um telefonema, como lido com as birras e com todo o trabalho que a casa de uma família, como qualquer outra, exige.

massagem de relaxamento spa hotel sheraton

E para isso, a solução (a única) passa por me nutrir! Nutrir! Nutrir! Nutrir! Alimentar o meu corpo com tudo o que ele precisa para estar equilibrado, para que eu me sinta segura de mim mesma, para me sinta com energia e que a saiba canalizar na direcção certa. Momentos menos bons, todos temos. Ainda há pouco tempo, dei por mim, uma semana sem ter ido ao ginásio, apenas porque não consegui vencer as minhas desculpas.

 

Mas como digo, o foco tem que estar na forma como damos a volta, como tornamos uma situação menos boa numa oportunidade, na forma como, já nos conhecendo bem, sabemos o que devemos fazer para mudar o chip antes que seja tarde demais. E contrariar a ideia de cuidar de nós e nos mimar é um luxo. Não pode ser!!!! Tem que ser algo que entra na gestão das nossas prioridades.

 

Para mim, por exemplo, faz mais sentido, nesta fase, investir nestes mimos do que propriamente em compras de roupa ou fazer muitas refeições fora de casa. Já houve alturas em que não foi assim.

 

E são os Hotéis que, muitas vezes, nos oferecem o tal full-treatment, com a qualidade que apreciamos e correspondendo exactamente às nossas necessidades. Talvez, pagando um pouco mais, porém com a certeza que o investimento tem um efeito mais duradouro em nós. O  Spirito Spa, tal como o restaurante Panorama, está aberto a todos, hóspedes e não hospedes. O Spa tem a grande vantagem de ter muitas janelas e assim não nos sentimos fechados, temos sempre uma vista para o ar livre, plantas. O efeito é realmente muito relaxante em todo o lado, inclusivamente no ginásio, que pode ser a parte de maior esforço por assim dizer.

 

 

E eu ia com pouco à vontade, admito. Fui com a ideia errada de que seria demasiado formal ou impessoal e que, a seguir a massagem, viria a correr para casa. Mas foi precisamente o oposto e arrependi-me por não ter levado tudo o que precisava para sair de lá completamente arranjada. Senti-me super bem no ginásio, fiz o meu treino completo, tomei um duche antes da massagem, que foi maravilhosa, e depois tive mesmo vontade de continuar ali, tomar o meu banho – aliás, consegui fazer praticamente tudo com os produtos que estão à nossa disposição. Só não estive na parte da sauna, jacuzzi, porque queria mesmo usar o ginásio.

 

E isto não foi um luxo, foi a forma de me preparar para mais estes dias a três, nesta fase tão absorvente do pai e que estamos um pouco mais por nossa conta. Em que me sinto cansada fisicamente, porque esta fase da Laura é complicada, ainda quer colo e precisa de ajuda para tudo, contudo já tem uns bons quilinhos. Os finais do dia são sempre intensos, fora quando não há uma noite com surpresas. Esta foi a maneira que eu encontrei de estar bem para o Vicente e a Laura – todavia, acima de tudo, para mim - que inevitavelmente ficam mais vulneráveis quando o pai não está.

 

Se calhar é apenas um efeito da idade, mas agora sinto que é nestas coisas que as minhas prioridades estão orientadas. Na forma como cuido de mim, de dentro para fora. Se me preocupam as rugas, procuro cuidar dessa parte mais a sério; se estou stressada e naquele limiar da ruptura, procuro um refúgio onde eu seja a prioridade; como vou ao ginásio por saber que contribui para me sentir bem a todos os níveis, etc… E quando tudo aquilo que eu já faço habitualmente não está a resultar, procuro algo de diferente!

 

No fundo, trata-se de cuidar de mim, como eu cuido diariamente dos outros. Nada de mais lógico, não é?... Deveria ser…

 

 

Informações úteis.

Nesta altura do ano, podem passar um dia no Spa do Hotel Sheraton, por um valor de 35 euros, tendo acesso a todas as facilidades (piscina, jacuzzi, sauna, ginásio, etc...). Se optarem por um tratamento de Spa, pagam apenas o valor do mesmo, que já inclui o acesso às facilidades.