Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Magazine da Semana #2

26.05.17 | Vera Dias Pinheiro

 

Foi mais uma semana muito animada e, embora, eu não tenha conseguido corresponder a todas as solicitações que recebi, eu ainda tenho algumas novidades para partilhar convosco. Vamos a isso?

 

1.Open Day do Grupo Cortefiel

 

O Palacete Gomes Freire abriu as suas portas para receber as novidades para a próxima estação Outono-Inverno 2017 das marcas: Women'Secret, Sringfield, Cortefiel e Pedro Del Hierro. A grande surpresa foi precisamente para esta última marca, muito elegante e arrojada. E eu fiquei com já alguns modelos de sapatos debaixo de olho. No entanto, sem pressa, pois até lá ainda há muito verão para aproveitar.


2. Desafio Solidário de Maio Superado

 

Foi na passada quarta-feira que estive na Casa de Acolhimento da Ajuda de Berço em Monsanto para, finalmente, apurarmos o resultado desta iniciativa. E não podíamos estar mais contentes, pois o desafio foi mais do que superado. No total foram 1711,10 euros angariados em produto: latas de leite e caixas de papas. Foi um sucesso e foi tudo graças a vocês, à vossa disponibilidade e interesse em associarem-se a esta causa. OBRIGADA!

 

Esta foi uma iniciativa Mubups e Barrigas de Amor com o apoio da marca Nutribén.


3. Nova loja Timberland na Avenida da Liberdade

 

Situada no n.º 196 da Avenida, a loja da Timberland tem uma nova "cara". É mais uma prova de que esta marca anda a inovar não apenas no desing dos suas peças de roupa e calçado, mas também no próprio desing da lojas. Com um ambiente mais acolhedor e, ao mesmo tempo, mais moderno, que reflecte muito o novo espírito que a marca emana. Sendo assim, na quinta-feira passada, a loja da Avenida da Liberdade esteve em festa para a sua inauguração oficial. Houve música, stand-up comedy, desfiles e um catering tipicamente português delicioso. Passem por lá :)

 

4. Genesis: uma nova era nos tratamentos estéticos

 

Trata-se do primeiro equipamento mais completo para a realização de qualquer tipo de tratamento estético do mercado que incorpora a tecnologia SmartDrivityTM: uma combinação de 4 tecnologias para conseguir resultados espetaculares de forma eficaz, indolor e duradoura. Como sabem, eu sou uma curiosa por todo este mundo da estética (não evasiva), por isso, não podia perder a oportunidade em experimentar um tratamento com esta nova máquina que promete resultados logo numa primeira sessão. Curiosas? Eu depois vou explicar tudo num outro post, fiquem descansadas :)

 


 

 

5. Comida "Freem From": Moda ou Necessidade?

 

Um debate/workshop para abordar a questão das intolerâncias alimentares, sobretudo no que diz respeito ao glúten e à lactose. Esta sessão foi uma iniciativa da Nestlé Portugal  que foi bastante interessante e, durante a qual, se procurou dar respostas a questões como:



    • Quem precisa realmente destes alimentos free from?

 

    • Quais as vantagens e quais os inconvenientes destes alimentos quando não são necessários?

 

    • A que sabem, afinal, estes produtos? Será que somos capazes de ver a diferença?



Mas isto vai ser tema para ser abordado com maior detalhe.

 

E assim encerramos mais uma semana! O fim-de-semana não se prevê mais calmo, por isso, já sabem, acompanhem-nos pelo Instagram. Por estes dias, é ali que costumamos andar mais, portanto follow us: veradpinheiro.

 

Boa noite.

4 Sugestões a marcar na agenda para o fim-de-semana

26.05.17 | Vera Dias Pinheiro

 

Maio tem sido um mês particularmente agitado. Durante a semana tem havido muita coisa acontecer o que me tem obrigado a passar mais tempo fora de casa e, por isso, quando vejo o fim-de-semana a aproximar-se, há como que uma vontade inconsciente de querer aproveitar um pouco mais a minha casa e, sobretudo, de estar com os meus filhos. No fundo, tenho a expectativa que, durante o fim-de-semana, seja capaz de abrandar o ritmo. Mas que não vai ser o caso dos próximos dois dias e vocês vão poder perceber porquê (especialmente, se nos seguirem no Instagram). E alguns dos motivos pelos quais vamos passar mais tempo fora de casa, estão precisamente nas sugestões que vos deixo abaixo:



    1. Summer Market Stylista, nos dias 27 e 28, no Estoril (Fiartil). São cerca de 110 marcas que representam o que de melhor se faz a nível nacional a nível de moda (infantil, feminina e masculina), joalharia, decoração e muito mais. Para mim, é, sem dúvida, um must go para este fim-de-semana.

 

    1. Dia Mundial do Brincar, nos Jardins do Palácio de Belém, no dia 28. Um evento gratuito que recebe as crianças e as suas famílias para assinalar um dos direitos fundamentais dos mais pequenos: brincar. Entre as 10h e as 17h, animação não vai faltar e quem sabe, a visita do Sr. Presidente da República também.

 

    1. Concentra Family Play no Forum Sintra de 27 de Maio a 4 de Junho. É um espaço interactivo cheio de actividades para os miúdos com personagens/brinquedos que eles adoram e reconhecem (Patrulha Pata, Shopkins, Zomling, Jogos Concentra, etc.).

 

    1. Oficina Criativa | Grande mapa-chão para pequenos caminhantes, no MAAT Museu. Bebés dos 12 aos 26 meses, das 16h30 às 17h30. Valor de inscrição: €5 por criança + 1 adulto (50% de desconto na inscrição do segundo filho).



E eu ainda arriscaria a acrescentar aqui uma ida à praia! Nós ainda não nos estreamos por lá, mas a vontade já é muita, confesso.

 

E, pronto, estas são as minhas sugestões para este fim-de-semana. Se tiverem outras, não se acanhem e deixem nos comentários, pois são muito bem vindas :)

 

Boa sexta-feira.

 

P.s: Mais logo tem magazine semanal, porque os dias foram mesmooooo muito agitados! Fiquem por aí.

O truque da felicidade... afinal, é tão simples

25.05.17 | Vera Dias Pinheiro

Sem querer, ouvi hoje na rádio aquele que será o segredo da minha, da tua, da nossa felicidade. Num dia em que fiz particularmente viagens longas de carro e pelo meio das minhas mudanças frenéticas de estação de rádio, parei quando ouvi o locutor dizer que havia uma psicóloga que tinha descoberto que para sermos felizes bastava trocar umas palavras por outras. Sim, leram bem! Segundo esta psicóloga - de quem não me lembro o nome, peço desculpa, mas estava demasiado focada em perceber a sua teoria que o nome pareceu-me secundário naquele momento - há situações na nossa vida que são condicionadas pela forma como nos expressamos.


Basicamente, aquilo que devemos fazer é substituir o "porquê/porque" pelo "o que" e dou-vos um exemplo. Quando alguma coisa de menos bom nos acontece, a nossa reacção é "Porque é que que isto me aconteceu a mim?". Certo? Certo! Mas, ao invés desta exclamação, aquilo que deveríamos dizer é: "O que é que eu posso fazer para que isto não volte a acontecer?" Desta forma, estamos a substituir a carga negativa pela positiva!


E, na verdade, reparem bem na diferença de conotação da primeira para a segunda frase? É algo de tão simples, mas que muda por completo todo o sentido, não só em termos de significado, como também da nossa própria postura perante as situações. Não concordam?


E eu acho que só acrescentaria uma outra coisa a este "segredo da felicidade": deixar-nos de nos preocupar tanto com o que os outros têm ou deixam de ter e perceber o que é que NÓS podemos fazer de diferente para alcançarmos determinadas oportunidades na nossa vida.

E, pronto, hoje apeteceu-me partilhar com vocês esta teoria da felicidade, nem que seja para nos lembrar a todos que quase sempre a mudança está em nós!  :)


Boa noite!


Sobre as relações entre as pessoas...

24.05.17 | Vera Dias Pinheiro

Por vezes, dou por mim a pensar nas pessoas com as quais me relaciono e em que base essas relações assentam. Dou por mim a pensar que ainda existe um boa quantidade de pessoas, pelas quais nutro carinho, com quem me preocupo e com quem até tento manter uma relação estreita, mas com as quais, na reciprocidade, nada existe. E, no final, fica um vazio (em mim) por preencher, um vazio quase emocional.  Porque na verdade, a relação entre as pessoas tem muito disto, de energias que se emitem e que recebem, a toda a hora, em qualquer lugar.


Por vezes, dou por mim a pensar que eu não preciso alimentar estas relações vazias e que ninguém pode exigir de ninguém aquilo que não está preparado para dar aos outros. E está tudo certo, porque no limite, não precisamos de ser todos amigos uns dos outros. E acima de tudo não precisamos de fingir que gostamos todos muito uns dos outros. E, o mais relevante de tudo, é assumirmos que nós somos a parte mais importante numa relação.


Num dia-a-dia tão agitado socialmente e tão cheio de pessoas, eu ainda sou daquelas que, no muito ou no pouco tempo que passo com alguém, valorizo algum conteúdo na partilha, gosto de conversar quando a conversa vai além do supérfluo. E, às vezes, são as pessoas mais improváveis que fazem valer o nosso dia, assim do nada e com um simples gesto ou uma simples palavra. São pessoas que acabam por estar na mesma sintonia que nós e que acabamos por atrair para junto de nós quando se dá o amadurecimento. Quando passamos para um outro nível, em que percebemos que a vida é mesmo assim: não podemos agradar a toda a gente, mas também não podemos deixar que toda a gente nos roube a alma ou a energia. Percebemos tudo isso, sem inquietações, mas com serenidade... porque, afinal, a vida é mesmo assim. Percebemos igualmente que, a certo ponto, as pessoas à nossa volta acham simplesmente que estamos diferentes, mais distantes ou, então, mais esquisitas e nós... aceitamos isso com a tranquilidade de quem já percebeu que a vida é mesmo assim.


Nas relações, só uma coisa é certa: ninguém muda ninguém. Portanto, só uma pessoa que pode mudar e essa pessoa somos nós! E da minha experiência, ganhamos qualidade de vida quando percebemos isto e quando isto na nossa cabeça faz realmente sentido. Sem querer, dou por mim a discutir muito menos com o meu marido, por exemplo; dou por mim a preocupar-me muito menos com as dinâmicas que se geram à minha volta, havendo realmente muita pouca coisa a aborrecer-me.


É verdade que o ser humano não é, por natureza, solitário, mas se interiorizarmos que a nossa felicidade está 99% nas nossas mãos, deixamos de sofrer tanto com os percalços que vamos tendo na vida causados pelos outros.


Não sei se o que acabei de escrever faz algum sentido, mas, no contexto do meu dia de hoje, isto foi algo que não me saiu da cabeça.


Boa noite.


Duas gravidezes e dois filhos depois... a decepção!

24.05.17 | Vera Dias Pinheiro

As mudanças que ocorrem no nosso corpo não são todas reversíveis e nem tudo é um mar de rosas! Mas antes de continuarem a ler, convém também referir que cada corpo é um corpo e que precisamente por isso, as coisas não se sucedem de maneira igual para todas nós. Portanto, se ainda não chegaram aqui, mantenham-se firmes que com vocês pode ser diferente ou, caso não seja, resta-nos manter-nos unidas.


Posto isto, o assunto que me traz aqui é talvez dos mais dolorosos quando se trata de analisar os efeitos da gravidez, do pós-parto, da amamentação, da própria gravidade... e, por aí, a fora. Falo-vos de mamas! Maminhas! Peito! O que lhe quiserem chamar, um assunto que é importante para a nossa auto-estima e para a nossa postura.


Antes de tudo, isto é, antes dos filhos, das gravidezes, etc... eu era uma pessoa feliz e realizada com o que a natureza me tinha oferecido. Entretanto, engravidei uma primeira vez, tudo espectacular, veio o pós-parto e os primeiros meses continuaram ainda mais espectaculares. Porém, a medida que o tempo foi passando, muita coisa foi acontecendo, algumas foram desaparecendo e sofrendo negativamente com a gravidade. O peito foi uma delas. A preguiça, a falta de tempo e de paciência nunca me deixaram reencontrar o meu novo número de sutien. E a verdade é que andei na ilusão durante muito tempo.


Depois, engravidei uma segunda vez, voltou tudo a ser espectacular, depois com a amamentação também. No entanto, há algumas semanas que era necessário enfrentar a realidade. E, finalmente, ganhei coragem para passar horas no provador de uma loja de roupa interior numa espécie de bra fitting. Experimentei vários modelos, poucos tamanhos na verdade, porque é um facto que o peito se foi. Portanto, a solução é arranjar a melhor forma de o "arrumar" para que eu própria me sinta confortável no dia-à-dia, quando visto alguma coisa com decote e até mesmo pela minha postura.


Há quem me diga para ter paciência, pois o peito ainda pode mudar. Yeah right!!! Isso deve ser daquelas coisas que só acontecem mesmo às outras... Mas, pronto, embora decepcionada com o número que me calhou na rifa - se bem que o tamanho não é de todo o pior - estou com pouco mais contente, pois ando muito mais confortável.


Sei que existem lojas espectaculares para fazer  o bra fitting, como a Dama de Copas - e ainda lá hei-de ir em breve. Contudo, para já, fui a uma loja da marca Intimissimi, onde me tiram as medidas e foram-me trazendo vários modelos diferentes para vermos quais os mais indicados para mim. No final, trouxe um cartão com o tamanho e isso é importante, porque, regra geral, corto as etiquetas e, depois, deixo de saber o tamanho, a copa... essas coisas.


E só para que conste, eu nunca usei um tamanho tão pequeno e isso é bastante esquisito. Pronto, o desabafo está feito!


Amigas, com vocês como foi? Aumentou? Diminuiu? E quem é que decidiu ser mais radical e passar à cirurgia estética? Contem-me tudo, porque eu já não digo nunca a nada :)


Boa tarde!


Giveaway | NIVEA Sun Protect Stop Manchas Amarelas

23.05.17 | Vera Dias Pinheiro

 

E num dia tão quente como o de hoje, nada melhor do que falar-vos de protecção solar e de algumas novidades que existem no mercado. No entanto, convém reforçar que o uso de protecção solar no rosto deve ser um hábito de todo o ano e não apenas dos dias de maior calor, nem tão pouco esperar pelas idas à praia. De seguida, é preciso não esquecer que a protecção contra os raios UV é uma questão de saúde e, por isso, devemos ter atenção ao período do dia em que estamos com exposição directa, sobretudo as crianças, e garantir que usamos um filtro solar adequado e que o reaplicamos várias vezes ao dia.

 

É verdade que tudo tem um tempo e eu, inclusivamente, também fiz as minhas maluqueiras - e fazendo uma retrospectiva, digo-vos que fui muito inconsciente. Mas acho que praticamente todos nós passamos por essa fase, em que o importante era alcançar o maior bronzeado possível no menor tempo possível. Correcto? Entretanto, os anos vão passando e - graças a Deus - amadurecemos e percebemos que é preciso ter juízo, pois o sol faz realmente mal.

 

Felizmente, fala-se cada vez mais deste assunto. E principalmente, ouve-se cada vez mais falar em protecção 30+ e 50+ também para adultos, sem que isso comprometa o nosso bronzeado. E é precisamente nesta altura do ano que praticamente todas as marcas apresentam a sua gama de solares para o verão e que vão conhecendo as inovações que ainda vão sendo possíveis neste campo.

 

Uma das marcas que quis ser diferenciadora, foi a NIVEA. Uma marca que arriscou dizer aquilo que todos nós conhecemos e que tentou ir ao encontro de um dos grandes problemas que nos aflige quando se trata de aplicar o protector solar. E estou a falar das manchas amarelas que se formam após o seu contacto com todo o tipo de roupas.

 

Para este verão, a marca apresenta o NIVEA Sun Protect & Moisture com protecção de roupa.

 

As manchas amarelas causadas pelos filtros solares UV são um problema comum na categoria dos protectores solares. Os filtros UV que protegem contra os raios UV e UVB são indispensáveis para a eficácia de um protector solar. Quanto maior o FP, maior a quantidade de filtros e, por conseguinte, geralmente, mais forte é a mancha.

 

Por este motivo, a grande inovação da nova fórmula de NIVEA Sun Protect & Moisture é a de ajudar a remover a mancha amarela no momento da lavagem graças a dois compostos específicos. No mercado, vocês podem encontrar o Clothing Protection Complex também na gama NIVEA Sun Kids Hidratante - imaginam o jeitão que dá, não?!

 

Para testar esta grande novidade na gama dos protectores solares, tenho para vos oferecer, em parceria com a marca:



    • 1 NIVEA Sun Protect & Moisture FP50 (com protecção de roupa)

 

    • 1 NIVEA Sun Protect & Refresh FP30 (Spray Solar Invisível)

 

    • 1 NIVEA Sun Kids Hiratante Loção Solar 50+ (com protecção de roupa)



Mecânica do Passatempo:

 

 

 

    • Partilhar o post do passatempo no Facebook e marcar dois amigos que gostassem igualmente de experimentar estes produtos;

 

    • Preencher o questionário abaixo com os dados para depois procedermos ao envio do prémio ao vencedor:

 

Este passatempo, que tem agora início, irá terminar no próximo dia 30 de Maio, às 23h59. O vencedor será apurado

 

de forma aleatória, via random.org.

 

 

 

Participem! Partilhem! E Boa Sorte!

 

Porque, neste verão, nem as manchas amarelas nos irão impedir de fazer uma correcta protecção contra aos raios solares.

É o verão que veio para ficar? | A Terça, Inspira-me...

23.05.17 | Vera Dias Pinheiro

 

Estou a levar esta mudança de estação com muita calma. Tenho-me adaptado às temperaturas mais quentes com roupas mais frescas, mas sem ter recorrido verdadeiramente ao guarda-roupa de verão. Também não tenho aproveitado mesmo os bons dias de calor que já se têm feito sentir, por isso, tenho adiado o uso de sandálias ou mesmo colocar as pernas à mostra. Na realidade, estes primeiros tempos de mudança do tempo frio para o tempo quente, são um bocadinho esquisitos. A pele pálida, a denunciar a necessidade de vitamina D, acho que é o maior entrave. De qualquer forma, este fim-de-semana não adiei mais, porém fiz o trabalhinho de casa, que foi usar auto-bronzeador nas pernas :)

 

E assim, o fim-de-semana serviu de pretexto para dar por aberta a época mais veraneante no meu guarda-roupa. Continuo muito ligada a um estilo mais confortável (nada apertado) e, por isso, a aposta de calçado é praticamente sempre a mesma: ténis. Felizmente, eles entraram de vez na moda, havendo cada vez mais modelos, cores e formatos, que se adaptam a todos os estilos e ocasiões - a quase todas, vá. E na roupa, opto por tudo o que não me deixa apertada ou que me faça sentir limitada.

 

E agora, vamos lá, porque.... a terça, inspira-me! 


Vestido de ganga // Bsimple.bcn

 

Ténis // Adidas Gazelle

 

Cesta // Women' secret

 

Pulseira // Maria Galhardo

 


 

Colete de Ganga // Guess (Edição Especial da Colecção Guess Originals)

 

Ténis // Converse All Star 

 

E, basicamente, é assim que passo o meus dias, com roupa confortável que não fique destruída ao andar no saco do ginásio, ao andar com a Laura ao colo, que me permite fazer aquela paragem básica no parque com os dois antes do regresso a casa e, por fim, que me facilite a rotina de andar sempre com sacos e coisas atrás. Não sei se vos acontece, mas invariavelmente eu acabo por chegar ao fim do dia cheia de coisas para trazer para casa. Fora o saco do ginásio, há o saquinho da paragem básica no supermercado (falta sempre qualquer coisa), a mochila da escola do Vicente, às vezes, a da Laura, a minha mala... sei lá... há sempre vários saquinhos a carregar.

 

Agora é esperar que os dias continuem assim para que, em breve, se dê igualmente início às idas à praia por aqui.

 

Boa tarde.