Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Do nosso fim-de-semana #18

26.09.16 | Vera Dias Pinheiro
Foi um fim-de-semana bom! Ou melhor, começou por ser um fim-de-semana bom. Conseguimos sair cedo de casa, o tempo esteve mais fresco, excelente para passear, tínhamos programas giros pensados para fazer, enfim... seria um fim-de-semana na cidade, mas com programas diferentes em família e com amigos.
No entanto, a meio da tarde de sábado, o Vicente começou a ficar muito murcho e a queixar-se do ouvido, de seguida começou a febre e o resto do dia e noite, aqueles que tiverem filhos, de certeza, que imaginam como foi. No domingo, acordou bem disposto e sem febre, mas acabamos por manter apenas o almoço em casa de uns amigos. Esteve todo o tempo animado e conversador, mas chegados a casa, a febre e as queixas tinham voltado - se bem que em menor intensidade com o dia anterior  e a noite mais calma. Estamos vigilantes e com esperança que não evolua mais - é a mistura bombástica entre o regresso à escola e as mudanças de temperatura a darem o ar da sua graça! 

Bom, mas voltando ao nosso fim-de-semana, temos para partilhar com vocês: um mercado, uma peça de teatro e um passeio num jardim do outro lado do Tejo com direito a dar de comida aos patinhos!

Um dia no Mercado
Tem lugar no Hotel D. Pedro V, junto às Amoreiras, e esta foi a segunda vez que lá estive. Gosto pelo facto de ser mais pequeno que os mercados em geral e, por isso, acabar por ser um pouco mais familiar, pois há tempo para ver, comprar, se for o caso, e ainda dar dois dedos de conversa e conhecer pessoas simpáticas e interessantes.
Neste tipo de mercados acabo por comprar mais coisas para mim do que propriamente para os miúdos, mas a Laura, como precisa de roupa, acabo por tentar comprar alguma coisa para ela.

um dia no mercardo + hotel d. pedro V + amoreiras + mercados em lisboa + marcas portuguesas  + compras para crianças


Marcas giras que fiquei a conhecer:
Bsimple.bcn: para nós, com um estilo simples, mas arranjado e com pinta. Tem muitas malhas e calças fluídas. Eu fiquei fã! Comprei umas calças, que achava que iria acabar por devolver e, depois de vesti-las, nem pensar! Adoro.

new balance + b.simple.bcn + zara + cate bag + mini cate bag + cate bag guess + look de fim de semana + passear com o filhos + mãos dadas

- Trendy Bazaar: também para nós, outra marca de estilo confortável com muitas saias plissadas pelo joelho ou mesmo cumpridas - como eu adoro - em vários materiais e tecidos. Eu comprei uma para mim, depois mostro-vos!

O principezinho 
Fomos assistir à peça de teatro do Principezinho, em cena no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, situado na rua da Escola Politécnica, no Príncipe Real - outro dos locais agradáveis para passear em família em Lisboa.
"O essencial é invisível aos olhos", o menino que saiu do seu planeta porque queria fazer amigos humanos e que, durante a sua longa viagem por outros planetas, se apercebe que, afinal, tudo aquilo que ele precisava tinha deixado para trás.  A peça está muito gira, não acaba de forma triste como a história do livro, tem humor e, como o tempo estava agradável, foi feita no jardim do Museu - junto ao jardim botânico.
Não é a primeira peça de teatro infantil da bYfurcação a que assistimos e, como sempre, são um sucesso para pais e filhos.
Esta peça de teatro estará em cena até ao dia 16 de Outubro.

principezinho + byfurcação + museu de história natural e da ciência + príncipe real + teatro para crianças + peça de teatro infantis + jardim botânico

principezinho + byfurcação + museu de história natural e da ciência + príncipe real + teatro para crianças + peça de teatro infantis + jardim botânico


Jardins dos Arcos, Setúbal
Se morarem do outro lado do rio Tejo ou se gostarem de passear pela zona de Setúbal, este jardim, não sendo muito grande, tem tudo aquilo que precisamos para um passeis com e sem filhos bastante agradável e tranquilo. Tem uma esplanada, tem um lago com muitos patinhos e peixes, um parque infantil e muita sombras para brincar, conversar ou descansar.
Foi uma excelente forma de terminar o nosso fim-de-semana, sobretudo porque partilhamos esse passeios com amigos queridos.

lago + patos + dar comida aos patos + passear no jardim + jardim dos arcos + jardins em setúbal

lago + patos + dar comida aos patos + passear no jardim + jardim dos arcos + jardins em setúbal

parque infantil + jardim dos arcos + brincar ao ar livre + jardim em setúbal

E agora, uma nova semana está de volta. Por aqui, espera-se que com uma Laura mais calma e mais colaborante com a mãe e com um Vicente forte, sem maleitas a chatear!

Boa semana para todos.



UA-69820263-1

Vencedor | Vá às compras com a C&A

26.09.16 | Vera Dias Pinheiro
O passatempo em parceria com a marca C&A terminou na passada sexta-feira e hoje divulgamos o nosso do vencedor do cartão oferta no valor de 50 euros - um miminho para os pais neste regresso às aulas, que se deparam com muitas despesas.

Mas, como sempre, é preciso deixar um agradecimento a todos os que participaram e se não for o vosso nome o vencedor, não desistam, pois (muitoooooo) em breve estamos de volta com mais um passatempo que vocês vão adorar! Combinado?

lojas C&A, roupa para crianças, regresso ás aulas, roupa para a escola, roupa confortável, cheque oferta


Sara Maria Santos Quintelamuitos parabéns, pois é a nossa vencedora! O seu prémio será enviado por correio para a sua morada e relembro que este cartão oferta poderá ser utilizado em qualquer loja C&A até ao dia 15 de Outubro. Boas compras!




Bom Dia e boa semana!


*O vencedor foi apurado, de forma aleatória, via Random.org.




UA-69820263-1

Laura | Os 6 meses a chegarem com toda a sua força

23.09.16 | Vera Dias Pinheiro
girafa sofia + pico de crescimento seis meses + lidar com o pico de crescimento

Começamos tão bem a nossa semana, tinhas começado a dormir mais horas seguidas e, por conseguinte, também eu. Foste comigo ao The Studio, distribuíste sorrisos a toda a gente. Levei-te comigo à Sentidos Saúde e Beleza, deixei-te sozinha por uns instantes com a Joaquina e quando cheguei estavas a rir-te, bem disposta. A partir de quarta-feira mudaste, começaste a andar mais irritada, ainda mais difícil na hora de adormecer e com uma crise aguda de "mãe". Já não consegui terminar o meu treino nesse dia, por muito que te dessem colo e atenção, pois tu só me querias a mim. Na quinta-feira, mal me deixaste almoçar com um grupo de amigas e dar dois dedos de conversa, ao final do dia, obrigaste-me a cancelar um compromisso já quase em cima da hora - e como eu detesto fazer isso. E hoje, sexta-feira, além da fisioterapia que tivemos que terminar antes do tempo, já não fiz mais nada - cancelei o meu último treino da semana - para ficar completamente disponível para ti. 

Parece que estás a passar por um pico de crescimento, o dos seis meses, o que explica facilmente tudo isto. Não é o primeiro, mas é talvez o mais exigente para mim. Talvez porque estou mais cansada e tu mais determinada naquilo que queres, com mais força para reclamares quando te aborreces e queres toda a atenção para ti. Ouvir-te chorar e sentir que não estou a conseguir ser suficiente para conseguir acalmar-te, vai custar-me sempre muito e vai deixar-me sempre triste. São horas de choro seguidas em que já não consigo perceber o que será melhor: se dormir; se dar-te (mais uma vez) mama; se dar-te colo; se mudar a fralda; se cantar ou brincar; ou se, simplesmente, o melhor é não fazer nada e deixar-me estar ali ao teu lado.

Eu acho sempre que o melhor é conseguir que tu durmas um pouco. Ficamos as duas a ganhar: tu descansas, baixas os estímulos, quase como se de um reset se tratasse; já eu aproveito para descomprimir como posso, às vezes, preciso chorar também, outras vezes, de tomar um banho, deitar-me ou, então, sinto necessidade de organizar o caos que se instala na casa nestes períodos. 

São poucos dias, eu sei, e são fases muito importantes para o teu crescimento e desenvolvimento. Penso muito nisso, racionalizo as coisas - acho que se torna mais fácil - e tento manter a calma e não pensar em mais nada e deixar-me estar ali disponível para ti 24 horas por dia, ou melhor, aquelas que temos antes de irmos buscar o Vicente, que acaba por ficar sempre meio perdido quando passamos por estes picos de crescimento. Acaba por chorar também ele mais, fazer mais birras, pedir mais atenção, levanta-se durante a noite e questiona-nos porque é que ele tem que ficar sozinho no quarto e a mana não - e eu tenho que perceber isso e ter paciência. E volto a sentir-me impotente, porque não consigo estar com os dois da mesma forma ao mesmo tempo. 

Felizmente, viver a maternidade uma segunda vez, trouxe-me mais tranquilidade, segurança e, de alguma forma, consigo controlar-me mais e pensar sobre o que está a acontecer antes de "explodir". A Catarina Beato disse que a maternidade é uma missão e é precisamente assim que eu me tenho sentido, numa grande missão! 

Boa noite!



UA-69820263-1

O verão continua | Agenda para o fim-de-semana

23.09.16 | Vera Dias Pinheiro
É o primeiro fim-de-semana de outono, mas o verão continua. E, embora as manhãs e as noites já estejam mais fresquinhas, há uma boa parte do dia em que ainda faz muito calor. Por isso, os programas para o fim-de-semana continuam a apelar aos passeios ao ar livre e pouco mais precisamos para nos divertir do que um jardim ou um parque. E se estiverem a precisar de ideias para estes dois dias, já sabem que podem contar com as nossas sugestões. E o mais importante, claro, divertirem-se com tempo de qualidade e família. 


santarém + jardim da liberdade + +parque infantil + passeios + brincadeiras ao ar livre + fim-de-semana + actividades para o fim-de-semana

As nossas sugestões:

 - Em Lisboa:

Barral Family Day  25 de Setembro | Lisboa




















Barral Family Day

25 de Setembro | Lisboa

No dia 25 de setembro, a partir das 10h00, o Palácio Leitão (junto ao El Corte Inglés) em Lisboa vai receber a segunda edição do Barral Family Day, um evento que pretende celebrar da melhor forma o tempo em família. O Barral Family Day nasce da forte ligação que a marca Barral tem com as famílias portuguesas. É um evento que pretende reunir e aproximar todas as gerações familiares, promovendo tempo de qualidade entre elas.
  

Dia Europeu das Línguas  24 de Setembro | LisboaDia Europeu das Línguas

24 de Setembro | Lisboa

O Jardim da Estrela acolhe uma nova edição do Dia Europeu das Línguas. Com um vasto programa cultural e atividades dedicadas a toda a família, esta iniciativa dará ao público a possibilidade de experienciar as línguas e culturas de diferentes países. Entre as atividades propostas aos visitantes estão o speak dating (conversas em nove línguas diferentes com uma duração de 5 minutos), a leitura de contos e poesia, teatro de marionetas, concertos, jogos, oficina de culinária, entre outras.

Verão em Festa no Jardim Zoológico | Setembro  24 e 25 de Setembro | LisboaVerão em Festa no Jardim Zoológico

24 e 25 de Setembro | Lisboa

Aproveite o último fim-de-semana do Jardim em Festa e relaxe o corpo e a mente! Quer aprender a relaxar o corpo e a mente? Poderá fazê-lo, nos dias 24 e 25 de Setembro, nos jardins da área de acesso livre do Jardim Zoológico. São 13 aulas diferentes, destinadas a grávidas, bebés, crianças, casais, adultos e séniores, que não vão deixar ninguém de fora. Os professores da Federação Portuguesa de Yoga esperam por si e pela sua família! Ainda há muito para viver na área de acesso livre do Jardim Zoológico, em Lisboa.





Baby Gil OUT  24 de Setembro | LisboaBaby Gil OUT

24 de Setembro | Lisboa

Uma manhã especial com experiências únicas para bebés e suas famílias, que vai ajudar-nos a cuidar de muitos outros bebés que vivem numa situação mais frágil! O Baby Gil, o primeiro negócio social da Fundação do Gil, é um projecto que reforça laços entre a Fundação do Gil e a sociedade civil, destinado a bebés e que ajuda outros bebés que se encontram numa situação mais frágil.





24 e 25 de Setembro | Porto

Em 2016, pela primeira vez, a Festa do Outono realiza-se ao longo de todo o fim de semana e o programa destaca-se pela sua capacidade contínua em cativar, educar e surpreender todo o público, de todas as idades. Sempre presente está a preocupação criteriosa em torno da construção de uma sociedade mais justa e sustentável e da vivência de uma cidadania ativa.


Aula Experimental de Judo  24 de Setembro | PortoAula Experimental de Judo

24 de Setembro | Porto

Inscreva os mais jovens numa aula aberta de judo, ministrada pela Prof. Natália Krupenko, para que aprendam algumas técnicas e saibam mais sobre esta modalidade, recomendada para crianças e jovens por proporcionar um desenvolvimento fiísico, psíquico e social integrado.


Os três porquinhos | O Musical  25 de Setembro | PortoOs três porquinhos | O Musical

25 de Setembro | Porto

Ao longo de uma hora iremos acompanhar as aventuras e descobertas dos três irmãos que decidem viver sozinhos na floresta. Não irá faltar o famoso Lobo Mau que tudo fará para enganar os porquinhos e complicar a sua vida, mas no final tudo acabará bem. Um espectáculo pleno de músicas alegres com cenários e figurinos muito coloridos que farão as delícias dos mais pequenos.






UM CENÁRIO SURREAL - com Joana D'Arte  24 de Setembro | MatosinhosUM CENÁRIO SURREAL - com Joana D'Arte

24 de Setembro | Matosinhos

No dia 25 de setembro, assinala-se o Dia Mundial do Sonho. Nesta oficina, vamos comemorá-lo ao criar cenários surreais, possíveis apenas no mundo dos sonhos, inspirados nas obras dos pintores do movimento artístico Surrealismo.




- Pelo País fora

1º Festival da Abóbora  25 de Setembro | Mafra1º Festival da Abóbora

25 de Setembro | Mafra

QUER AJUDAR-NOS NA COLHEITA DA ABÓBORA ? Porque é tempo ir ao campo buscar a abóbora e guardá-la debaixo de telha... Desafio: Uma manhã de trabalho no campo seguida de almoço retemperador!



- Se quiserem ter consultar todas as actividades para este fim-de-semana basta acederem à agenda da Pumpkin.



*Informação powered by Pumpkin.pt


UA-69820263-1

Papa de aveia e fruta para fazer em casa | Uma enfermeira em casa dos Vs - Ep. 8

22.09.16 | Vera Dias Pinheiro
No episódio de hoje d' Uma enfermeira em casa dos Vs mostramos como é muito fácil fazermos uma papa caseira, saudável e bastante nutritiva para os nossos bebés. No último vídeo, em que falamos sobre as tradicionais papas de pacote, percebemos que dadas as quantidades de açúcar que estas contêm, o ideal, ideal é sermos nós próprios a fazer as papas em casa, pois só assim conseguimos ter a certeza dos ingredientes com que são feitas. E, por isso, decidimos dar-vos já um exemplo de uma receita muito simples e fácil de fazer!

papa caseira + papa saudável + diy + receitas saudáveis para bebés + alimentação para bebés + receitas para bebés a partir dos seis meses

Nesta receita, juntamos um cereal - a aveia previamente cozida em água - duas frutas - o abacate e a bananasumo de laranja (que pode ser substituído pelo leite materno) e mexemos tudo muito bem até ficar com a consistência de uma papa. Depois, só precisamos de colocar o nosso bebé sentado de forma confortável e sem distracções para que possa desfrutar da sua refeição. 




Neste vídeo, estamos a usar os pratos fantásticos - mais concretamente o Happy Bowl - da ezpz Portugal e dos quais já vos falei neste post.

Espero que gostem e, quando experimentarem com os vossos bebés, digam-nos se ficou aprovada. Pode ser? :)
Dúvidas que surjam, deixem nos comentários no próprio youtube; deixem o vosso gosto - se for caso disso, claro - e, por favor, subscrevam o canal, pois só assim ficam a par das novidades em primeira mão: 


Obrigada! Para a semana há mais :)

Boa noite!


UA-69820263-1

Outono: renovação e mudança!

22.09.16 | Vera Dias Pinheiro
Hoje chega o Outono e o Vicente, esta semana, já me disse que a professora tinha pedido para perguntarem aos pais se podiam ir apanhar as "folhas de outono"- claro que podemos! Chega num dia mais fresco e eu agradeço - não me levem a mal, mas confesso que já desejo umas temperaturas mais "outonais" e mais frescas - e, para mim, esta vai ser uma altura de mudanças profundas na minha vida pessoal, mudanças que pressupõem escolhas e decisões importantes. 

santarem + jardim da liberdade + mo + mala preta + calças brancas + sfera + t-shirt cinzenta + looks de verão + dias quentes + new balance + new balance cinzentos

Quero acreditar que as coisas acabam por acontecer sempre por algum motivo, por vezes, bem forte. Quero acreditar que temos que manter o nosso espírito o mais aberto possível para conseguirmos receber aquilo que o universo, a vida, o destino - o que lhe quiserem chamar - tens para nos dar. Quero acreditar que as decisões que temos que tomar na nossa vida não passam por dar um passo atrás, mas sim, em frente, mesmo que o que nos espera seja o desconhecido e, com ele, os medos e os receios, quando na nossa cabeça começam a surgir os inevitáveis  "ses".

santarem + jardim da liberdade + mo + mala preta + calças brancas + sfera + t-shirt cinzenta + looks de verão + dias quentes + new balance + new balance cinzentos

santarem + jardim da liberdade + mo + mala preta + calças brancas + sfera + t-shirt cinzenta + looks de verão + dias quentes + new balance + new balance cinzentos

Por fim, tenho para mim - nesta minha forma de estar e de encarar a vida - que o nosso sucesso e a nossa felicidade é construída por nós e que se decidirmos que a nossa vida vai mudar (para melhor), ela muda - por vezes, com mais trabalho e com mais persistência, mas se estamos bem, tudo o resto estará bem! 

Bem-vindo Outono! Já estava à tua espera e há muito tempo que me andava a preparar para ti, embora soubesse que iria ter estes sentimentos mistos à flor da pele, a sensação de não saber o que fazer ou como fazer porque o desconhecido há-de ter sempre este peso - porém, tenho a certeza que me vais ajudar a tomar a decisão certa. Bem-vindo Outono, tu que trazes a mudança e a renovação contigo, que despes as árvores das suas folhas antigas para que as novas folhas surjam mais tarde, mais jovens, com mais força e com mais vida - e é essa renovação que procuro também para a minha vida.


*As fotografias são de domingo passado, numa tarde quente que passamos em Santarém.

UA-69820263-1

Como se recupera verdadeiramente a barriga após um parto? - Parte II

21.09.16 | Vera Dias Pinheiro

"Tens que te mentalizar que a tua barriga nunca mais vai voltar ao que era antes!"


"Tens que perceber que, depois da gravidez, o organismo muda, tudo muda!"
"Tens que ter paciência, pois agora é mesmo assim!"
Estas são algumas das coisas que frequentemente ouvimos depois de sermos mães. Ainda antes mesmo de conseguirmos explicar o que estamos a sentir, já estamos a ouvir à nossa volta um "isso é normal" ou, então, "tens que que habituar". E assim vão passando as semanas, os meses e até anos, connosco a tentar interiorizar que tudo aquilo que estamos a sentir - e que, muitas vezes, nem conseguimos explicar - é consequência do parto e que vai ser assim para sempre. Às queixas físicas, vão juntando-se as crises psicológicas e, por vezes, também a diminuição da nossa auto-estima.
Até há bem pouco tempo, eu era uma dessas mulheres. Era uma mulher que, por vezes, se sentia "maluca" por não se sentir bem dentro do seu próprio corpo - e não estou a falar apenas da parte estética - que se sentia emocionalmente instável - tudo dependia dos dias e da forma como estava a minha relação com o meu corpo naquele momento - e tudo isso com consequências nas relações mais directas à minha volta. No entanto, nunca me consegui conformar e aceitar que agora "iria sem sempre assim" porque aquilo que me incomodava vinha de dentro e tinha que ter uma explicação. Sucederam-se consultas em vários nutricionistas, o desporto passou a ser diário, as mudanças na alimentação eram muitas (para melhor) e eu viva por ciclos, ora estava mais ou menos bem, ora estava péssima.
Há pouco tempo, conheci a fisioterapeuta Soraia Coelho, a propósito do projecto 30 Dias Pós-Parto Fit, e é impossível não ter uma empatia imediata com ela, não só pela forma doce como fala connosco, mas especialmente pela forma compreensiva com que nos escuta e nos entende. Habituada a acompanhar mulheres no pré e nos pós parto, a Soraia tem uma vasta experiência que lhe permite ouvir-nos e, imediatamente, conseguir fazer a correlação com a nossa experiência no parto.
Com a ajuda da Soraia, descobri que num parto por cesariana também é aconselhado fazer-se uma consulta de pavimento pélvico e que a cicatriz tem que ser toda trabalhada. E, mais importante que isso, percebi que o facto de não o fazermos pode dar origem a complicações no futuro mais graves. E, mais uma vez, eu era uma dessas mulheres. Eu nunca tive qualquer vigilância após a consulta de revisão pós-parto. As palavras da minha médica que me assistiu foram: "está óptima, a cicatriz está perfeita, pode fazer a sua vida normal e retomar o exercício físico após o tempo de espera recomendado". E assim fiz, mas eu não estava bem, no final destes três anos e meio, eu continuava sem estar bem e, agora, já consigo explicar o porquê. Este era o meu quadro clínico após avaliação:

- Cicatriz da cesariana com aderência à parede da musculatura abdominal e fáscia intestinal, provocando uma obstipação crónica;


- Barriga: sinais de desprogramação abdominal, diminuição do tónus abdominal, sinais de diminuição do colagéneo (pele seca) e ptsore umbilical ("queda do umbigo");


E, agora, com o parto da Laura, a tudo isto, juntou-se ainda:


- Dificuldade em manter a contracção pélvica em momentos de pressão (tosse e abdominal);


- Músculos do pavimento pélvico: musculatura superficial e intermédia de grau 3 e musculatura profunda de grau 1 -  numa escala de 0 a 5, sendo o 0 muito mau e o 5 muito bom.


Tudo isto foi avaliado de forma externa e interna, pela Soraia, sem qualquer desconforto ou dor e logo na primeira consulta fiz o primeiro tratamento, neste caso, começamos pela cicatriz e  posso dizer-vos que o alívio foi imediato! Instântaneo! E visualmente a minha barriga mudou logo, menos volume e com aspecto mais liso. Desde, então, e já lá vão três semanas, fazemos consultas semanais e a cada sessão sinto-me melhor. 


Para mim, tudo isto tem sido, sem dúvida, a minha grande lição da maternidade. Tenho aprendido muito sobre o real impacto de uma gravidez e de um parto no corpo de uma mulher e que está muito para além das transformações físicas que sofremos e que vamos acompanhando ao espelho. Tenho aprendido também como é importante cuidarmos da nossa parte íntima e como isso, tem reflexos imediatos na nossa postura, no nosso bem-estar psíquico, no nosso comportamento e na nossa relação connosco próprias e com os outros.


____________________________________________________
 

Importância de fazer uma correcta avaliação do pavimento pélvico em qualquer tipo de parto?Quando deve ser feita? E porquê?


"A avaliação dos músculos do pavimento pélvico deve ser feita entre as 6/8 semanas do pós-parto, sempre após a consulta com o obstetra que segue a mulher. Isso significa, que após o okay médico, a mulher se encontra apta a trabalhar o seu corpo. Sempre, sem esquecer, com o apoio de profissionais especializados. Esta avaliação é importante, pois para além de avaliarmos a postura, cicatrizes e alterações da parede abdominal, vamos também avaliar o estado de uma área tão esquecida pelas mulheres. O pavimento pélvico. Mas as alterações, desconforto e dores físicas após a gravidez e o parto são muito reais. A maioria dessas alterações e desconforto tem origem num colapso do core e do pavimento pélvico, o que faz que se algo não está a funcionar correctamente, então tudo o que tem que trabalhar em torno ou com este, basicamente, não funciona bem também.


As alterações físicas que mais vejo nas minhas consultas após o parto são: a incontinência urinária e fecal, lombalgias persistentes, dores pélvicas, alterações relacionas com a cicatriz da cesariana, dor durante o ato sexual e prolapso dos órgãos pélvicos (sensação de peso no baixo ventre, ou como se sentasse em cima de uma bola de ténis). Por exemplo, se não existe um suporte muscular pélvico correto e a mulher sofrer de obstipação crónica, poderá levar ou exacerbar prolapsos dos órgãos pélvicos. Algumas mães realizam um check-in com um fisioterapeuta simplesmente como uma segurança para iniciarem a sua actividade física, ou para terem a certeza que “está tudo bem lá em baixo”. Algumas não apresentam sintomas alguns, apenas procuram retornar á sua vida com a certeza que estará tudo bem." Soraia Rosa Coelho, fisioterapeuta.


Quais os benefícios para a mulher, quando a sua parte íntima está “de boa saúde”?


"Pavimento pélvico forte, mulher feliz! Quando esta área se encontra saudável e forte, toda a postura da mulher altera. Ela encontra-se mais direita, deixam de ocorrer perdas de xixi quando corre, tosse, pega no bebé... Um parto futuro torna-se mais fácil, pois estes músculos têm de ser como uma bailarina: fortes e flexíveis ao mesmo tempo. E a vida sexual melhora! E muito! Precisamos de músculos fortes para que o orgasmo seja mais intenso. Aquelas contracções que sentimos durante o clímax, devem-se às contracções destes músculos." Soraia Rosa Coelho, fisioterapeuta.


                              ____________________________________________________


Deixo-vos com dois vídeos importantes, nos quais a Soraia explica tudo sobre Pavimento Pélvico:


Podem ficar a conhecer um pouco mais sobre o trabalho que a Soraia desenvolve aqui: Pelvic Care


Dúvidas, curiosidades, inseguranças, medos, tudo o que vos possa estar a inquietar, procurem ajuda especializada.
Se sentem que alguma coisa não está, então, é porque não está mesmo bem! Tenham a coragem e a perseverança de se encontrarem e de serem felizes!
 
UA-69820263-1