Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

As saídas de casa: o mesmo drama de sempre!

09.07.16 | Vera Dias Pinheiro

Decidimos aproveitar o facto de termos um baptizado fora de Lisboa, para passar o fim-de-semana fora. A ideia era juntar o útil ao agradável, e usufruir também da piscina do hotel. No entanto, a logística para passar dois (ou mais dias) fora de casa, quando essa envolve filhos pequenos, é sempre a mesma: complicada e demorada! Ainda assim, continuam a haver sempre dois lados, um mais realista que o outro, logo um que está mais na boa (em relação aos atrasos) do que o outro.

Ontem foi assim, na perspectiva do pai (que tinha tirado o dia de férias) nós iríamos sair ainda da parte da manhã, as crianças iam dormir a viagem toda (de preferência), almoçávamos já no destino e ainda com uma tarde inteira pela frente para aproveitar (espectacular, não é?). Porém, de seguida, confrontámo-nos com a dura realidade (de sempre) de só conseguirmos sair de casa muitas horas depois de termos acordado. Realmente, acordamos todos cedo e eu comecei por dar de mamar à Laura, mudar-lhe a fralda e vesti-la. De seguida, tomamos o pequeno-almoço com o Vicente e passamos para as malas, terminar o que falta - que é sempre mais alguma coisa. Entretanto, já foi preciso chamar o Vicente umas 1.678 vezes para se vestir. Entretanto, é preciso também voltar a mudar a fralda à Laura, que já agora quer comer mais alguma coisa e, como já está cansada, há que adormecê-la. Um de nós fica com ela e o outro tenta subornar o Vicente para que ele colabore em se arranjar para sair. Com a Laura a dormir e o Vicente pronto, vamos nós tomar um duche, já a correr, O Vicente, que já estava acordado desde muito cedo, como é costume, diz que tem fome (e sono, mas o sono ele nunca admite). Olho para o relógio e realmente já é hora dele comer. Pronto, não podemos sair assim, o melhor é ele almoçar e, enquanto isso, nós fechamos as malas. Enfim! Espera, mas não é ainda que saímos: a Laura acordou, tem fome e a fralda suja.... Ok! Lá vamos nós para mais uma ronda. Dou de mamar, ele arruma as malas no carro e.. ufa.. estamos todos prontos e agora é mesmo para valer! Olhamos para o relógio e... são três da tarde.

Moral da história: nunca criar expectativas! N-U-N-C-A!

Bom dia e bom fim-de-semana.