Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Querido mês de Março, obrigada pelo tempo que nos deste!

26.03.16 | Vera Dias Pinheiro
Por esta altura, o tempo que tenho disponível para fazer alguma coisa ou para cumprir uma tarefa é totalmente determinado pela minhas semanas de gravidez e pela forma como isso tem vindo a alterar a minha própria capacidade de as fazer.

Quando o mês de Março começou, tinha prometido a mim mesmo que iria abrandar o ritmo e que esse serio "O" mês da Laurinha, cheguei inclusivamente a escrever uma to do list para me comprometer a sério com isso. Eram tudo coisas que tinham apenas a ver comigo, com a bebé e com os preparativos para a sua chegada - pode parecer um contra senso, mas, nesta segunda gravidez, a rapidez com que preparei a chegada do segundo filho, foi inversamente proporcional à velocidade com que a própria gravidez passou.


Mês de março + último mês de gravidez + objectivos da mãe + maternidade + segundo filho
Mas, pronto, mesmo que hoje - às 38 semanas e 3 dias - tenha sido o dia em que fiz efectivamente a mala da maternidade da Laura, tudo o resto está feito! No entanto, há sempre muitos mimos para dar ainda ao meu filho único, pois esses nunca são demais.


Boa noite!





Rimo-nos mesmo à séria ontem!

26.03.16 | Vera Dias Pinheiro
Uma amiga minha dizia-me assim:"Tu tem cuidado, pois ainda te podem rebentar as águas durante o espectáculo!". Eu pensei que era impossível, mas, na verdade, ri-me tanto, mas tanto, que houve alturas em que me lembrei das suas palavras de forma muito a séria!
Ainda assim, a caminhar (rapidamente) para as 39 semanas, já vale tudo, certo? :)
Ontem fomos ver o mais recente espectáculo do Empovio Armandi - “Trailer 2 – O Improv Contra-ataca”- no Teatro Turim, em Benfica. Conhecem? Já ouviram falar?
 
teatro turim + peça de teatro + teatro de improviso + Empovio Armandi + programas a dois + sugestões culturais
Trata-se de um espetáculo de improviso que recria uma ida ao cinema no palco, sem guiões, nem adereços, onde os atores não sabem quais os papéis que vão desempenhar e contam com o público como elemento criativo e decisor.
Com base em sugestões do público, são criados dois trailers – completamente improvisados pelo elenco – dos quais será escolhido um, que se transformará numa longa metragem. O destino do protagonista está nas mãos dos espectadores, podendo este ser um super-herói ou um vilão, dentro de uma história bíblica, um filme de terror, um western ou até uma longa-metragem vagamente inspirada em factos reais… vagamente!

Nem eu, nem o senhor meu marido, tínhamos assistido ainda a um peça de teatro deste género; claro que o improviso nunca tem um mesmo resultado, mas a performance e o à vontade destes quatro actores são notáveis e arrancaram genuínas gargalhadas a todos os que estavam na plateia. Aliás, quando expliquei, momentos antes de entrarmos, mais ou menos o conceito da peça ao meu marido, ele ficou um bocadinho "assustado" com a parte da participação do público. Mas, curiosamente, acabou por ser uma das suas sugestões que deu mote ao "filme" que acabamos por ver!


Aquele que pode ter sido último programa a dois, antes de passarmos a quatro, foi dos mais divertidos dos últimos tempos. Vantagens: podemos sempre voltar, pois temos a garantia que nunca iremos ver uma peça igual.


Esta peça encontra-se em cena no Teatro Turim nos dias 24, 25, 26, 30, 31 de Março, 1 e 2 de Abril às 21h30, sendo que, a sessão de dia 26 de Março é um espetáculo solidário onde o grupo vai doar o valor dos bilhetes à associação Animais de Rua - uma associação de proteção animal que tem como principal objetivo a esterilização de animais carenciados.
Dentro em breve, a Sara (Definitivamente são dois) vai trazer novidades sobre esta peça! Estejam atentos ao blog dela.
Rir é mesmo o melhor remédio!