Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Pais&Filhos | Próximo sábado: todos em casa! Há um programa a não perder!

25.02.16 | Vera Dias Pinheiro
Se a minha memória não me falha, o filme de animação da Disney "O Rei Leão", foi o primeiro filme que vi no cinema. Marcou-me, como acho que a muitos de vós, pela sua história, mas também pela qualidade das imagens, das partes engraçadas e mais cómicas e, claro, pela banda sonora - quem não ficou, por exemplo, com a música "Hakuuuuna Matata" na cabeça?! 

A Disney tem, para mim, a capacidade de criar filmes de animação magníficos, inesquecíveis, que vão permanecendo na nossa memória, passe o tempo que passar. E embora o Vicente ainda não tenha ido ao cinema a sério, é já um grande fã dos desenhos animados do canal Disney Junior (o Jake e os Piratas; a Casa do Mickey Mouse; A Princesa Sofia; etc...). No entanto, são sempre episódios curtos, um filme mesmo sério de animação ainda não tinha visto, até termos estado na ante estreia - e agora é a parte em que vocês se prepararam - do filme que dá continuidade ao grande Rei Leão. O Jardim Zoológico de Lisboa acolheu o evento que para além do visionamento do filme, ainda nos fez recordar os grandes clássicos musicais e deixou que as crianças entrassem ainda mais no espírito com as pinturas faciais - e o Vicente não quis desperdiçar a oportunidade de encarnar um pequeno tigre muitoooo assustador.


Quando passamos à parte do visionamento, foi ver o Vicente - tal como todas as outras crianças, incluindo os gémeos mais queridos da minha amiga Sara - completamente vidrado em cada segundo do filme, atento a cada personagem e nós, os pais, a reviver a nossa infância e também presos ao filme, curiosos por ver o Simba, a Nala, o Timon, o Pumba... as hienas de riso histérico e todos os outros, mais crescidos e em novas aventuras. 

A guarda do Leão: o regresso do rujido + novo filme de animação Disney + disney junior + rei leão

"A Guarda do Leão: O regresso do Rugido" - é assim que se chama esta sequela - é um filme de animação somente para televisão, no Canal Disney Junior, com estreia marcada para o próximo sábado, dia 27 de Fevereiro, às 10h00. E que antecede igualmente a estreia de uma nova série deste canal ("A Guarda do Leão"), ainda com data por anunciar.

Neste filme, temos um novo protagonista: o Kion, o filho de Simba e Nala e o resto... bom, isso irão vocês descobrir quando se sentarem todos no sofá para assistir, em família, a este filme. Tenho a certeza que vão todos adorar, tal como nós! :)

Mummystuffs | Aposto que quem vê de fora, farta-se de rir!

25.02.16 | Vera Dias Pinheiro


mummustuffs + desabafo + gravidez + desconfortos + maternidade + vida de mãe
Como é que vocês fazem? 
A mim, aconteceu-me no outro dia e as opções não eram muitas: ou encontrava um degrau para poder levantar a perna e conseguir chegar aos ténis ou, então, aproveitava a oportunidade para fazer um agachamento em plena via pública... (só para vossa informação, eu acabei por encontrar uns degraus).

Bom Dia.


Eu | Tenho que desabafar...

24.02.16 | Vera Dias Pinheiro
mulher+flores+grávida+o que vestir quando estamos grávidas

Gostava de dizer que estou mesmo a adorar estar grávida esta segunda vez, mas a verdade é que não está a ser nada fácil. Eu gostava realmente de poder dizer que as minhas gravidezes são "santas", mas isso também não é verdade, sobretudo agora. 
Têm sido muitos os desconfortos que me retiram algum do meu bem-estar diário. No início, eram os enjoos e as más disposições, foram três meses iniciais de um estado de graça com muita pouca graça. Os três meses seguintes foram mais calmos, porém a azia, cada vez mais presente, retira-me qualidade de vida, quando até um simples copo de água me provoca este ardor insuportável; o estômago colado à garganta não me deixa desfrutar das refeições como gostaria e é todo este cocktail que tem tornado os meus finais de dia cada vez mais penosos. Sim, penoso é mesmo a palavra certa, de tal forma que entrei numa fase em que se torna bastante difícil fazer uma vida normal.

E querem saber qual é a cereja no topo do bolo? Uma gripe! Sim, era só o que me faltava para me deixar completamente de rastos. Desde segunda-feira que estou de cama e ontem tive mesmo que fazer a minha primeira visita às urgências. E eu que andava tão contente por estar a conseguir passar o Inverno sem me constipar, mesmo com os beijinhos ranhosinhos do Vicente e com ele a tossir mesmo na minha cara.

Mas o pior de tudo é sentir que isso se reflecte no meu papel enquanto sua mãe. Sinto que não tenho conseguido estar à altura das exigências e estas últimas três semanas têm sido particularmente difíceis. A semana passada - pensava eu - tinha sido para descansar, depois do pai ter estado uma semana fora, e esta seria para retomar aos poucos a vida normal... Mal sabia eu o quanto estava enganada. 

Tenho uma semana cheia de compromissos, uns tenho conseguido alterar, outros não posso mesmo faltar e lá vou eu, tentado dar o meu máximo, escondendo o ar cansado e pálido por detrás de uma base e um pó que tragam um ar saudável; atendendo aos desejos do Vicente o melhor que consigo e caindo na cama mal o dia esteja terminado; vou fechando os olhos há muita roupa por lavar que se acumula; vou adiando dispensar a empregada que vem somente de quinze em quinze dias e que é muito pouco empenhada naquilo que faz, mas que ainda assim, é essencial que continue a vir cá a casa nesta fase; as refeições são cada vez mais práticas e simples... 

Resumindo: uma mãe aguenta muita coisa, mas não aguenta tudo; uma mãe fica zangada consigo mesma quando percebe que não está a conseguir dar conta do recado em casa e, sobretudo, quando sente que não está a responder aquilo que o seu filho precisa; mas, acima de tudo, uma mãe não devia mesmo ficar doente. 

(Foi apenas um desabafo, quando a gripe e todo o seu mal estar passarem, vou ver as coisas já de uma outra forma).

Bom Dia.

Pais&Filhos | Preparar a chegada do irmão(ã) #4

23.02.16 | Vera Dias Pinheiro
Hoje recebemos mais uma família de quatro - mas que em breve, passará a ser de cinco - para nos contra, na primeira pessoa, como foi receber um novo bebé na família, a adaptação às novas rotinas, a reacção do irmão mais velho, entre outras coisas. A Vera Agostinho, a nossa quase mãe de três, tem um blog, onde partilha o seu dia-a-dia e o dos seus filhos e é difícil não nos apaixonarmos pelas fotografias e pelos seus textos, com os quais muitas outras mães se indentificam. Todos juntos, eles são Eu, ele, a Maria e o Miguel


- Podes fazer-nos uma breveapresentação da vossa família, com referência à diferença de idades entre os teus dois filhos (e já agora se isso foi planeada ou não)?
(Vera) Sou a Vera, tenho 33 anos, sou de Lisboa, filha do meio.Tirei o curso de jornalismo. Em 2008, comecei a trabalhar como empregada de mesae conheci o Guilherme que trabalhava na cozinha do restaurante e ao fim de umano declarei-me. Eu morava sozinha no Bairro Alto e ele começou a ficar por lá,até que nunca mais saiu. Dois anos depois engravidei, mas acabei por perder obebé. Apesar de não termos planeado a primeira gravidez decidimos tentar outravez. E menos de 3 meses depois eu fiquei grávida da Maria. Quando a Maria tinhaquase 9 meses engravidei do Miguel, que não foi mesmo nada planeado.

- Como prepararam o filho maisvelho para a chegada do bebé. Quais os cuidados especiais tiveram?
(Vera) Tivemos alguns cuidados especiais. Quando o Miguel nasceu, a Maria tinha quase 18 meses, ainda mamava e dormia connosco e continuámos afazer tudo igual. Tivemos o cuidado de pedir a quem nos visitava que falasseprimeiro com ela antes de estar com o Miguel. Ela ajudou-me com os banhos, amudar fraldas, a baloiçar a espreguiçadeira. Não foi muito difícil porque aMaria é por natureza uma criança pacífica, só agora com 4 anos é que começou aamuar de vez em quando.


- Qual foi a parte mais difícil?
 (Vera) O mais difícil foio primeiro dia em que ele voltou ao trabalho. Liguei à minha mãe para pedirajuda e ela não apareceu. Depois liguei-lhe zangada porque ela não me tinha idoajudar e ela perguntou-me: e então, safaste-te? 
Ela queria mostrar-me que eu eracapaz e, a partir daí, fui-me safando sempre. Tive dias difíceis durante o ano emque ele foi viver para a Noruega e eu fiquei sozinha com os dois, mas mais pelatristeza de ele não estar presente para ver as primeiras conquistas deles. Oresto ia-se fazendo.

- E o melhor de tudo?
(Vera) O melhor de tudo foi ver a relação deles a crescer, vê-lacom 2 anos a ensiná-lo a andar, ela sempre muito maternal. Vê-los juntos.



- Como é a relação entre eles?
São muito amigos, acho que até um bocadinho dependentes um dooutro. Às vezes zangam-se mas dura pouco. Partilham tudo naturalmente, nuncativeram ciúmes um do outro e brincam durante horas sem eu ter de interferir.Uma vez, para experimentar, levei a Maria num daqueles dias do filho único eela só falava no Miguel, até se quis vir embora mais cedo. Nunca maisrepetimos. Às vezes [muitas vezes] questiono muitas das decisões que tomamos noque lhes diz respeito, mas uma das maiores certezas que tenho é que eles têm amelhor relação que eu podia pedir. Ela chama-o de “Miguitas”, ele dá-lheabraços só porque sim. No outro dia abri um triângulo de queijo para o Miguel equando olhei para trás ela estava a enrolar uma pontinha da prata no queijodele, depois olhou para mim e disse: ele gosta mais de segurar assim. Eu nãosabia, aprendi com ela.

- Tens alguns conselhos ou dicas que querias partilhar - se é queexistem?
(Vera) Não, tenho dicas, acho que o melhor é seguir o instinto.Talvez a melhor dica seja mesmo não tentar seguir todas as dicas e conselhos quetodos gostam sempre de dar. O que funciona com uma família, pode não funcionarcom outra.


- E, entretanto, estão à espera demais um bebé (Muitos parabéns). Como se sentem em relação à chegada de umterceiro filho?
(Vera) No início do ano passado disseram-me que eu dificilmentevoltaria a ser mãe. na altura, mesmo não tendo planos de ter outro, foi difícillidar com a notícia, mas depois de conformados também foi difícil saber queíamos ter mais um. E ainda mais assustador ainda pelo aspecto financeiro, játínhamos vendido ou doado tudo e o orçamento já é limitado. Agora, deixa-mesempre ansiosa esta fase da gravidez: tenho medo que nasça antes do tempo, quealguma coisa corra mal. Que seja saudável é só o que quero. O resto, aadaptação, a forma como a Maria e o Miguel vão reagir, isso preocupa-me menos.Com calma, um dia de cada vez, tudo se faz. Vamos acertar algumas vezes efalhar outras, mas daqui a algum tempo vai parecer que fomos sempre 5. Acho quevai correr bem.

_________________________________________


Vera, muito obrigada por teres aceite este desafio - sei bem como não foi fácil. Quero desejar-te as maiores felicidades e, de certeza que, a quatro ou a cinco. vai tudo correr bem e que vão continuar a ser essa família tão bonita e autêntica.

Quase todos nós já conhecemos a Vera, o Guilherme, a Maria e o Miguel, porém nunca é demais relembrar que podem acompanhá-los através blog, do facebook e, ainda, num projecto recente que a Vera lançou, depois do sucesso que foi ter partilhado os seus legumes e frutos feitos à mão - Bananas&Rabanetes.


Bom dia.


Life&Style | Já vos cheira a Primavera?

22.02.16 | Vera Dias Pinheiro
Faltam 27 dias para a chegada da Primavera e, regra geral, por essa altura a minha mãe faz questão que faça uma limpeza a fundo na casa e de deixá-la respirar, depois de tantos dias em que esteve fechada nos dias de Inverno e sem arejar. E assim, costuma ser, eu não tenho muita paciência, por isso, agradeço quando ela toma esta iniciativa, que leva muito a sério. Este ano, por força das circunstâncias, já começou a falar nisso mais cedo, há que preparar a casa para receber um recém-nascido. 

É nestas alturas que aproveito o embalo para fazer um "destralhe" das coisas que se vão guardando "porque um dia podem vir a ser precisas", mas a realidade é que acabam por nunca ser... ou quando são, é precisamente numa altura em que misteriosamente desapareceram... Não vos acontece? No entanto, apesar desta tralha toda que se vai acumulando, nós somos adeptos de uma decoração minimalista, sem ter as divisão demasiados cheias, que nos deixem respirar. 

E, nesta altura do ano em particular, é quando me dá igualmente vontade de mudar uma coisinha aqui e ali, pode ser simplesmente o padrão das almofadas; colocar uns apontamentos de cor na decoração, afinal é primavera; ou mudar as colchas da cama. Enfim, pequenas remodelações que não inutilizem mais "tralha", mas que possam ser substituídos por outros mais alegres e, claro, que não impliquem um  grande investimento - com a chegada de mais um filho, esta não é a altura ideal para fazer grandes devaneios.

Mas, por exemplo, continuo a achar a nossa cozinha muito escura, é a única parte da casa pela qual não morri de amores, por isso, é (sempre) por aqui que tenho vontade de mudar, para conseguir mais cor e luz.

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas


Depois, gostava de ser uma pessoa capaz com apetência para ter flores em casa: gostava de me lembrar de trocar a água das jarras; de cortar os talos e de tirar as folhas secas; no fundo, gostava de fazer tudo aquilo que lhes permitisse ter uma vida mais longa cá por casa.

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas

E, por fim, arranjar um cantinho de arrumação para AS NOSSAS coisas (percebem?), com as caixinhas, os pratos, os copos, onde tudo pudesse estar à mão - embora eu acho desta forma, temos que andar sempre a limpar o pó, mas é tão bonito e sonho não custa. E renovar as roupas das camas - já vos disse que adoro camas acabadas de fazer com o cheiro da roupa lavada, não disse?

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas

decoração + novidades Primavera Ikea + Ikea + casa + móveis + família + mudar + limpezas

E, pronto, basicamente são estes os desejos, mas para já espera-me preparar o quarto de um filho para permitir receber dois dentro em breve. Ainda é preciso uma cómoda, ir buscar o berço, a banheira.... toda aquela parafernália de coisas que três anos já foram suficiente para nos esquecermos um pouco de como é.

E, por aí, também costumam fazer estas grandes limpezas de Primavera em vossa casa? Ou ter este desejos de fazer mudanças?


Boa noite.


*As imagens utilizadas neste post pertencem às novidades de Fevereiro do catálogo Ikea que podem consultar no site - aqui disponibilizadas pela agência.



Os Vs | Quase que me enganavas...

22.02.16 | Vera Dias Pinheiro
Quase que me deixava enganar por estes dias de Sol de Fevereiro. Um mês tão dado ao frio e à chuva, ter tido maravilhosos dias de Sol, só podia estar a preparar alguma partida. Quem mais foi apanhado desprevenido pela trovoada a meio da tarde ontem?

Depois de um brunch tão bom, com o Sol a entrar pelas janelas, resolvemos levar o Vicente ao parque, aproveitar para deixá-lo treinar travar na sua trotinete e quando tudo parecia perfeito, mesmo com o céu a ficar cinzento, eis que começam a cair uns gordos pingos de chuva, cada vez com mais intensidade, sem nos ter dado quase tempo de nos abrigarmos, nós e todos os outros pais, avós, miúdos que ali estavam a gozar um maravilhoso domingo de Sol em família - pensavam eles e nós!




E eu que andava tão contente por estar a conseguir passar um Inverno inteiro se me constipar de maior, acordo hoje com uma grande dor de garganta, nariz entupido e a sensação de que fui atropelada por um combóio - esta sensação não é novidade, ultimamente tem sido cada vez mais difícil sair da cama. E, já agora, mesinhas caseiras e inofensivas para me ajudarem a recuperar facilmente desta constipação, são bemvindas!

Entretanto, já começou mais uma semana, começam as consultas de duas em duas semanas, últimas análises feitas e última ecografia marcada. A chegar às 34 semanas já se começa a querer sentir que muitas coisas começam a ficar organizadas. Mudamos de cada à pouco mais de um ano, nessa altura fiz um profundo trabalho de "destralhar" tanto lixo que estava acumulado numa casa onde já não vivíamos há dois anos. E agora, olho para esta e JURO que não consigo entender a capacidade que o ser humano tem em acumular tanta, mas tantas TRALHA! 

Bom Dia!


Domingo.... bom dia!

21.02.16 | Vera Dias Pinheiro
Tréguas nos dias com chuva e um fim-de-semana cheio de Sol que, embora frio, já nos deixa um cheirinho a Primavera no ar. E estes são, de facto, os meus dias preferidos: dias frios, mas cheios de Sol, um Sol que já nos aquece um pouco quando te deixas ficar uns minutos a receber a sua energia. 
Quando olho para as nossas fotografias também já vejo o quanto precisamos de apanhar um pouco de Vitamina D e deixar o tom demasiado pálido para trás.

Depois de um Sábado passado com uma manhã no Jardim Zoológico de Lisboa, para assistir à ante-estreia do filme de animação da Disney: "Guarda do Leão", uma sequência do clássico do primeiro grande filme de animação que me lembro de ter visto no cinema, o Rei Leão. O Vicente adorou, claro, ainda pde pintar a cara de tigre e foi assim uma espécie de estreia sua no cinema, que correu bem.

Domingo chegou devagar, o Vicente infiltrou-se debaixo dos nossos lençóis e aninha-se imediatamente em mim, vai trazendo um e outro livro, e assim conseguimos atrasar a saída da cama quentinha. Domingo quer-se suave e tranquilo, por isso, deixamo-nos ir o mais lentamente que conseguimos. Domingo é igualmente dia de brunch e é para lá que iremos um pouco mais tarde e com este Sol espero ainda dar um passeio junto ao rio. 

O fim-de-semana são apenas dois dias, mas são dois dias que podem compensar uma semana inteira de falta de tempo para simplesmente estarmos uns com os outros....

Bom Domingo a todos!


beleza, mulher, Lâncome, Marc Jacobs, Chanel Naked2, cuidados de rosto, maquilhagem, dicas de beleza, sombras de olhos, lápis de olhos, perfumes, cremes de rosto, as melhores marcas

Alguns mimos para hoje:

Perfume Trésor da Lâncome
Lápis de olhos da Marc Jacobs (uma novidade para experimentar)
Sombras NAKED2 - Urban Decay Basics (outra novidade)
Creme de rosto Chanel (uma amostra oferta)