Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Jantar caseiro

23.05.13 | Vera Dias Pinheiro
E hoje tudo voltou à nossa normalidade. O marido chegou ontem à noite de Estrasburgo, pelo que o regime dos turnos voltou. Eu consegui dormir durante a noite, depressinha, mas sem interrupções e hoje de manhã lá voltei ao ginásio!

Se soubessem o bem que aquela 1h30 que lá passo me faz! Sou só eu, a minha música, e mais nada... Embora, não deixe de pensar se está tudo bem, se o V está a chorar e se o pai está a conseguir dar conta do recado, mas tudo isto fica apenas no meu pensamento! Tento aproveitar ao máximo este tempo que tenho para mim. É caso para se dizer: mente sã em corpo são.

Agora é hora de preparar a casa, pois temos a companhia de amigos para o jantar! Como, por enquanto, deixamos de jantar fora, em contrapartida recuperamos o hábito de jantar em casa e convidar os nossos amigos. E estas noites funcionam como autênticos momentos de "pausa pais", pois o Vicente às 20h já está no seu "soninho gordo" (aquele que eu teimo em que estique, estique e estique até lá pelas 7h/8h horas, mas nada). E ficamos com a noite por nossa conta!

Nestes momentos, gostamos que tudo esteja certinho e se há coisa que envolve um grande trabalho de pesquisa é o menú (quando se tem tempo, é assim...). E como eu teimo em comer saudável e, sempre que possível arrastar toda a gente comigo, procuro receitas que sejam "do bem", mas que não choquem os convidados, como pratinhos com folhas de alface e pouco mais!

E depois de percorrer os blogs da área, ficou decidido que a ementa será:

Entrada: camarão salteado e ovos mexidos com espinafres
Prato principal: Empadão de atum com púre de bróculos (a receita vem com perú, mas temos pessoas que não comem carne)
Sobremesa: prato surpresa, é uma amiga que vai trazer.

Ainda não vos posso dizer como vai ficar, porque vai ser a primeira vez que vou fazer! Mas parece-me que o meu projecto de Verão não vai ficar muito comprometido! Importante vai ser conseguir resistir à sobremesa... Se bem a conheço, não vai ser tarefa fácil.

Se ficaram com curiosidade, estas receitas vieram daqui:

Prometo que amanhã coloco fotos e ainda o feedback dos convidados.

******


UA-69820263-1

Brussels Trekking: downtown

22.05.13 | Vera Dias Pinheiro

 

 

 

Quando não há muito para escrever e quando se vive numa cidade onde aprendemos a sentir-nos em casa, mas que podemos gozar da sensação de haver tanto por descobrir e por aprender que, por vezes, bastam as fotografias. É através delas que também comunicamos.

 

Esta zona que vos trago é a mais central e a mais turística de Bruxelas e ainda que tentemos fugir das zonas de maior confusão, há ali por ali qualquer coisa que nos atraí. Deixo-vos com algumas fotografias da zona da Grand Place e arredores. Quem já conhece deixe os seus comentários e quem ainda não conhece diga se existe alguma coisa de que gostasse que nós tratássemos.


Boa noite.

 

Beijinhos

 

 

UA-69820263-1

Para lá da fronteira

22.05.13 | Vera Dias Pinheiro
Eu gosto de viver em Bruxelas, como gostei de ter morado em Trieste (Itália), pois são cidades que me permitem sentir livre. Em menos de nada, estou com o pé no outro lado da fronteira, não importa se a cidade é mais ou menos conhecida, até porque tenho sido agradavelmente surpreendida com sitios que vem fora dos roteiros turísticos.

Nesta aventura a três ainda não tínhamos arriscado sair muito da rotina do V, a dificuldade que ele tem em adormecer, leva-o a ficar em estados de cansaço tal, que qualquer interacção é desnecessária! Há que ligar o botão do silenciador para o seu choro estridente, pois ele só irá parar quando o cansaço o vencer.

Mas como já tinha referido, ele está muito melhor. Eu sou daquelas mães totalmente pró rotinas, mas também acho importante que ele experimente situações diferentes da sua rotina para ganhar capacidade de se adaptar. E a partir de agora, que ele já tem interiorizados os seus horários, acho que já se pode avançar para esse patamar.

E, depois de duas semanas de mau tempo, sem quase sairmos de casa, imponha-se vencer a preguiça e sair... (mas convém referir que até à última a hora, com os atrasos e etc e tal, estivemos quase para desistir).

Desta feita, decidimos e fomos até Sluis, um pequena cidade na Holanda, que fica a 2km da fronteira. O tempo acabou por dar uma trégua e ser nosso amigo: nada de chuva e pouco frio!

Quando falo em pequena cidade, é mesmo assim, tem cerca de 2400 habitantes, mas o facto de ficar junto ao mar do norte, faz com que seja visitada por muitos turistas. E é bastante simpática. Nós chegamos na hora de almoço do V, por isso, fomos logo procurar um restaurante para nos sentarmos e também almoçar, acabamos por escolher o Répertoire. E acertamos em cheio!

Todos os funcionários foram muito simpáticos, o espaço em si é muito acolhedor e a comida óptima. Eu comi... tchan tchan tchan... moules e o marido um hamburger xpto. Convém referir que foi a primeira vez que o V comeu a sua sopa fora de casa e portou-se lindamente, conseguimos sair de lá sem deixar sopa por todo o lado! OBA :) 

No entanto, para quem quiser experimentar o restaurante top lá do sitio, passe pelo Oud Sluis (Sluis antiga), que é considerado um dos três melhores restaurantes dos Países Baixos. Mas  aviso que é melhor preparem as carteiras ;)

Outra característica desta cidade é a concentração de um elevado número de lojas, especialmente as tão famosas drogarias que vendem de tudo, com preços bem em conta! Não sei se vos acontece, mas nestes locais, eu consigo sair de lá com uma série de produtos, do quais na realidade não preciso! Acabo por ser vencida pelo preço e pelas promessas que vêm nos rótulos das embalagens.

Confesso, que fiquei com vontade de lá voltar, especialmente num dia "mais à Verão" para experimentar a praia.

Aqui ficam as fotos! Espero que gostem :)

Chegada a Sluis
Restaurante Répertoire: Kaai, 6, 4524 CK Sluis, Holanda
(preço médio por pessoa 20€)
O menú :) (bom aspecto hein?!)
O rio que acompanha uma rua movimentada da cidade,
onde fica o Répertoire

Igreja #1
Uma das pequenas praças com cafés e
restaurantes
Igreja #2
Moinho antigo transformado em sala de chá e
loja de souvenirs


instagram @pereiravera

UA-69820263-1

Boa noite

21.05.13 | Vera Dias Pinheiro

Post sobre Sluis quase pronto, amanhã já têm novidades por aqui.


Isto de não ter o senhor meu marido por cá estes dias, deixou-me sem tempo para fazer tudo o que quero, como quero e, principalmente no tempo que desejo!


O Vicente está cada vez mais esperto e, por isso, a exigir também mais atenção. Mas haverá coisa melhor que vê-los a rir das nossas palhaçadas? Não... Basta isso para fazer com que os meus dias tenham sentido e que sejam sempre dias felizes! Mesmo que isso implique deixar a cama por fazer, a cozinha por arrumar, que tenha que tomar banho e colocar um ar decente em apenas 5 minutos, que ele espere que eu acabe de adormecer para acordar com fome e que não haja maneira de ele ficar a dormir para lá das 6h da manhã... Ser mãe faz de mim uma pessoa muito melhor, mais tolerante e despreocupada com as pequenas coisas!


Boa noite.
Beijinhos
UA-69820263-1

Querida segunda-feira, vamos lá a ser boazinha!

20.05.13 | Vera Dias Pinheiro
Podia ser uma segunda-feira normal, que por si só já é mau o suficiente, mas não! O Vicente despertou à 5h da manhã - e, nem com o leite, nem com white noise, nem ignorando os seus queixumes matinais... nada resultou. Tive que me levantar com ele, viemos para a sala, tomei o pequeno almoço, ouvimos músicas infantis e cantarolamos, às 7h chamamos o pai para trocar de turno e eu puder ir ao ginásio, antes dele sair para trabalhar! Acreditem que, até aqui tudo mais que normal - à excepção da hora particularmente cedo a que o Vicente acordou.
Entretanto, não perdi a motivação e saio de casa em direcção ao ginásio. Tudo parecia normal a não ser quando começo a andar na rua, com um frio e chuva que não lembram a ninguém, com os olhos vidrados de sono, mas sem desistir, e não se vê quase ninguém, a não ser um grupo de resistentes da noite anterior, que ainda bebem uns copos na rua. Ainda assim, continuei a andar até ao ginásio.  Quando lá cheguei: PUMM!!! Bato com o nariz na porta!
Ligo ao senhor meu marido para me localizar no tempo e pergunto: "confirma-me que dia é hoje?" e "confirma-me que horas são?" e tudo tudo batia certo! Porém, ninguém se lembrou que era FERIADO. Lá fiz o caminho de volta, despachei o Vicente para a sesta da manhã, despedi-me do marido (que, por acaso, até vai estar fora nos próximos três dias), e enfiei-me na cama! Ufaa... vamos lá recomeçar este dia!!
Ah e, para vossa informação, hoje é segunda-feira de pentecostes, daí o feriado.
Guardem esta nota mental para o caso de terem que viver um tempo num país que não o vosso: dar o vista de olhos pelo calendário e tentar perceber como é que as coisas funcionam e quais (e quando) as comemorações que se assinalam.
Bom Dia a todos!
UA-69820263-1

Domingo

19.05.13 | Vera Dias Pinheiro

 

Hoje é domingo e, por aqui, não há planos, a não ser tentar colocar um pouco o sono em dia, organizar a casa para a semana, organizar-me a mim mesma também  e gozarmos a companhia uns dos outros sem olhar para o relógio. Os nossos domingos, desde o nascimento do Vicente, não costumam ter horários marcados para nada.

 


Vou aproveitar para preparar novo post sobre a nossa viagem de ontem até Sluis, uma pequena cidade na Holanda, junto à fronteira, e ainda uma paragem junto à praia!

Por aqui, a chuva já deu tréguas, porém o Sol ainda continua tímido...

Bom Domingo a todos!!!


 
UA-69820263-1