O Que É Trombofilia Na Gravidez?

A Trombofilia é uma condição de hipercoagulabilidade sanguínea. É como se o sangue se tornasse mais espesso, mais grosso. Na gravidez, a trombofilia representa sério risco de abortos repetitivos e riscos acentuados de problemas no desenvolvimento do bebê e até mesmo, de morte materna durante e no pós-parto.

O que é trombofilia e quais são os sintomas?

Assim, pessoas com esta condição normalmente apresentam inchaço no corpo, inflamação das pernas ou sensação de falta de ar. Os coágulos formados pela trombofilia surgem porque as enzimas do sangue, que fazem a coagulação, deixam de funcionar corretamente.

Qual é o efeito da trombofilia para o bebê?

Já para o bebê, há controvérsias. Isso porque o efeito clássico da trombofilia ligado a ele, o abortamento, costuma ocorrer no início da gravidez. Nesse período, os coágulos podem prejudicar a irrigação de sangue para a placenta e até antes dela aparecer.

Quem pode fazer o exame de trombofilia?

Segundo as diretrizes, somente mulheres com histórico familiar de trombofilia descoberta na gestação ou doenças tromboembólicas, como o tromboembolismo e a trombose venosa profunda devem fazer a pesquisa. A partir de três abortos espontâneos, o exame também pode ser solicitado.

Como tratar tromboembolismo venoso na gravidez?

Além disso, a heparina injetável como a enoxaparina, é um anticoagulante muito utilizado para a trombofilia na gravidez, e é um medicamento seguro porque que não atravessa a barreira placentária. A enoxaparina deve ser administrada diariamente, por via subcutânea, podendo ser aplicada pela própria pessoa.

Quais são os sintomas de trombofilia na gravidez?

Alguns dos sintomas da trombofilia, mais comuns durante a gravidez são o inchaço, alterações na pele, descolamento placentário, pré-eclâmpsia, alterações no crescimento fetal, parto prematuro ou até mesmo um aborto espontâneo.

See also:  Quando Começar A Usar Creme Para Estrias Na Gravidez?

O que acontece com o bebê quando a mãe tem trombofilia?

Isso reduz o fluxo de sangue e, consequentemente, de nutrientes que chegam ao bebê. Por isso, a trombofilia também está ligada à redução do crescimento fetal. Além disso, quando 90% das veias da placenta ficam obstruídas, o bebê vai a óbito. Isso aumenta o risco de abortos de repetição, assim como de parto prematuro.

Como saber se estou com trombofilia?

Trombofilia: como é feito o seu diagnóstico? A trombofilia é diagnosticada por meio de exame de sangue, que procura as mutações genéticas relacionadas à coagulação sanguínea. Além disso, outras alterações autoimunes fazem o organismo produzir enzimas que atuam na coagulação e também aparecem no resultado.

Qual a diferença de trombose e trombofilia?

Trombofilia é sinônimo de trombose? Ter trombofilia não significa que o paciente terá trombose em algum momento da sua vida. Ao contrário, a porcentagem de tromboses creditada às trombofilias é menor que 30%. Também o risco de ter trombose depende do tipo de doença que o paciente apresenta.

Como diagnosticar trombose na gravidez?

7 sintomas de trombose na gravidez e como tratar

  1. 1.Dor repentina em uma das pernas que piora ao longo do tempo.
  2. 2.Inchaço em uma das pernas, que vai aumentando.
  3. 3.Vermelhidão intensa na perna afetada.
  4. 4.Sensação de calor ao tocar na perna inchada.
  5. 5.Dor ao tocar na perna.
  6. 6.Pele da perna mais dura que o normal.

O que posso fazer para evitar problemas com trombofilia na gravidez?

Além disso, a heparina injetável como a enoxaparina, é um anticoagulante muito utilizado para a trombofilia na gravidez, e é um medicamento seguro porque que não atravessa a barreira placentária. A enoxaparina deve ser administrada diariamente, por via subcutânea, podendo ser aplicada pela própria pessoa.

See also:  Gravidez O Que Comer?

Qual o pior tipo de trombofilia?

Quais são as complicações da trombofilia – e qual é a perspectiva (prognóstico)? Uma embolia pulmonar, acidente vascular cerebral, ataque cardíaco ou um coágulo de sangue no cérebro ou na barriga (abdômen) pode ser uma condição fatal.

Qual parto é mais indicado para quem tem trombofilia?

Então na trombofilia, assim como na maioria das situações, o parto normal é a melhor escolha, exceto quando há alguma contraindicação ou o parto precisa ser antecipado.

Qual o valor do exame de trombofilia?

O custo total dos exames para cada paciente foi de R$ 740,00.

Quando fazer exame de trombofilia?

Quando investigar trombofilias? – A orientação é realizar os teste somente após parar a anticoagulação na fase inicial; – A depender do medicamento anticoagulante, a orientação de suspensão antes da coleta dos exames é a seguinte: Varfarina – 2 semanas.

Como é feito o diagnóstico de trombofilia?

Para diagnosticar esta doença, o médico clínico geral ou hematologista deve suspeitar pela história clinica e familiar de cada pessoa, no entanto podem ser pedidos alguns exames como hemograma, dosagem de glicemia e colesterol, para confirmar e indicar o melhor tratamento.

Como é o aborto por trombofilia?

Uma das possíveis causas dos abortos de repetição é a trombofilia, que representa um risco sério tanto para a gravidez quanto para a própria mulher. A diminuição do fluxo do sangue que chega à placenta leva a uma alteração no desenvolvimento, até à sua parada.

Quem tem trombofilia pode fazer parto normal?

A trombofilia não impede o parto normal! Na verdade, a indicação seria evitar a cesárea visto que a doença aumenta a chance de trombose (quando um coágulo entope o vaso sanguíneo) e passar por uma cirurgia é mais um fator de risco.

See also:  O Que É Dilatação Na Gravidez?

Quem tem trombofilia pode ter filhos?

Mulheres com trombofilia encontram dificuldades tanto para engravidar quanto durante a gestação. Para as que desejam engravidar, existem riscos de os vasos do endométrio serem obstruídos, dessa forma, as chances de implantação embrionária são reduzidas, causando abortamentos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.