Depois de alguma reflexão, acho que posso atribuir o “fracasso” do meu planeamento semanal de refeições ao fim do segundo ou terceiro dia, não às refeições em si, mas antes à minha despensa. E agora que li as dicas que vocês vão ler mais abaixo, tenho a certeza que o que é preciso fazer é “construir” uma despensa versátil; que não me obrigue a duplicar a despesa semanal no supermercado, ou, então, que não me faça passar a semana com necessidade de lá ir buscar “só mais uma coisinha”.

Sendo assim e porque eu acho que o planeamento nos permite realmente poupar tempo, dinheiro e até assegurar alguma (mais) qualidade, conversei com a Mafalda Freitas – do Mafabulous Cook – e juntas chegamos à conclusão de que valeria a pena explorar mais este assunto, porém fazê-lo de uma forma prática e real.

E assim foi, a Mafalda esmiuçou a “nossa” despensa e criou uma lista (de sugestões) de supermercado que nos permita a tal programação das refeições e a tal variedade sem adicionar complexidade à nossa vida, rotinas e hábitos.

E aqui vai: 

 

Planeamento feito, vamos partir agora para a organização da despensa da nossa casa. Concordam?

Se vamos cozinhar em casa e organizar refeições diárias e para algumas pessoas é preciso recorrer a muita imaginação e até a alguma paciência. Tudo o que podermos fazer para nos facilitar a vida deve ser posto em prática para não termos mais uma “obrigação” nas nossas vidas. Neste sentido, ter uma boa despensa vai ajudar-nos a ter mais opções e até dar vida nova às sobras que temos no frigorífico sem ter de recorrer imediatamente a uma ida ao supermercado. Mafalda Freitas

como organizar a despensa

  • Vamos por categorias:

Especiarias: Quantas mais melhor. Um toque mágico destes “pozinhos” podem fazer a diferença entre um prato e outro e têm propriedades variadas que fazem bem à saúde. Saibam quais as que mais gostam. Estas, se bem conservadas têm uma longa duração, é um investimento a longo prazo. Eu recomendo: orégãos, coentros, paprica fumada, gengibre, curcuma, açafrão, caril, canela, piri-piri, tomilho, majericão, alho em pó, louro, cardamomo e funcho. Façam as vossas escolhas.

Enlatados: Não precisam ser dos maus, os que contêm muito sódio, corantes e conservantes. Existem no mercado boas marcas e que respeitam as regras da boa conservação. Se estamos a pensar em aliados estes são os melhores que podemos ter. Não nos vamos prender à ideia que vamos conseguir demolhar e deixar cozinhar durante uma hora e que se não o fizermos não estaremos a ser bons cuidadores das refeições familiares. Quem o quiser e conseguir fazer melhor, quem não abasteça-se de: feijão (vários tipos), grão-de-bico, ervilhas, espargos, milho, cogumelos, rebentos, alcaparras, azeitonas, pickles, beterraba, entre outros.

Tomate: Em polpa, em pedaços, inteiros, em pasta como acharem melhor. Dão um jeitão.

Secos: Arroz, massa, cuscus, noodles, aveia, sementes, frutos secos, fruta desidratada, farinhas (trigo, coco, espelta, amêndoa…) São aliados nas confeções rápidas, são consensuais e há muita variedade. Escolham sempre produtos de qualidade. E se foram intolerantes ao glúten fiquem com atenção aos rótulos.

Temperos: Azeite, vinagre, sal e pimenta preta são os básicos. A partir daí percam-se nas variantes que nunca são demais.

Líquidos: Leite de vaca, cabra, ovelha, bebidas vegetais têm prazos de validade alargados e é sempre bom ter por casa. Substituem as natas e fazem pequenos-almoços rápidos (batidos, smoothies, papas de aveia, entre outros).

E aqui estamos apenas falar de despensa. Fiquem tranquilas que haverá ainda um próximo artigo, no qual iremos falar dos frescos e de como rentabilizar a sua compra, conservação e preparação. Fiquem atentos! 🙂

Neste momento, já estamos em condições de relar “Como organizar a sua semana: De 30 a 120 minutos” e incluir algumas dicas agora descritas no nosso planeamento. O que acham?

Espero que estejam a gostar destes conteúdos e se tiverem outras sugestões para nos dar, teremos todo o gosto em vos responder. 🙂

Para quem ainda não conhece, a Mafalta Freitas tem um dom natural para a cozinha, é mais de dois e dá vida aos alimentos, sobretudo aqueles que sobram no frigorífico.

Encontram a Mafalda aqui: Facebook Instagram Blogue

Boa noite!

Comentários

comentários