Foi ontem, domingo, que aconteceu a festa de aniversário do Vicente e mesmo depois de ter sido tudo tratado um pouco em cima da hora, acho que acabou por correr bem e as crianças divertiram-se (que é basicamente o mais importante nestes eventos). Aliás, foi um fim-de-semana por conta das festas de aniversário da escola, porque foi sábado e domingo.

Como vos tinha dito, foi a primeira vez que fizemos uma festa só mesmo para as crianças, logicamente que para aqueles que não se aguentaram sem ter o pai ou a mãe por perto, era possível estarem por lá. Mas já não foi um evento a pensar nos adultos, na comida, nas bebidas e já não me perdi em pormenores de decoração que, em bom rigor, nesta fase, já são apenas para a fotografia. À minha responsabilidade estiveram os convites e o bolo de aniversário, que isso sim, acho que um bolo é sempre um bolo. E o deste ano foi, sem rodeios, o melhor de todos os que já encomendei. Obviamente que aqueles que foram feitos por mim, foram os melhores de todos 😊

Com o tema do Ninjago e do Lego (que o Vicente adora) e com todo o merchandizing esgotado, a festa fez-se com duas figuras grandes de dois dos personagens da série que me foram cedidos gentilmente pela Lego, assim como a oferta das mini figures da série a cada um dos amigos que estiveram na festa. Na verdade, depois de duas horas de brincadeiras e com os níveis de energia no topo, foi com isso que eles se acalmaram, estiveram sentados e brincarem uns com os outros. Eu já sabia que se fosse com o Vicente, era algo com que ele iria delirar. Assim fiquei ainda mais feliz quando percebi que é unânime e que todos gostaram.

O bolo foi uma sugestão da minha amiga Catarina, da Detalhes by Cat (que é a pessoa que me faz a decoração das festas quando é preciso e que já me tinha feito a grinalda para o bolo da escola. Espreitem os trabalhos que ela fez.). Encomendei na Entrebolos, com a Sandra. E sem qualquer tipo de publicidade “paga”, pois, o bolo foi comprado por nós, foi o primeiro que me apareceu em casa exactamente como a fotografia que eu tinha enviado. Ficamos de boca aberta, porque estava perfeito no aspecto e no sabor. Se precisarem, arrisquem, porque todos os que provaram foram da mesma opinião.

A festa em si, acabou por ser se realizar no ginásio que frequentamos. E embora eu estivesse sem grandes expectativas, a verdade é que os miúdos se divertiram à grande. As primeiras duas horas foram preenchidas com uma série de jogos orientados e de grupo. Só para terem uma ideia houve desde o telefone avariado, ao jogo da macaca, puxar a corda e ainda a dança das cadeiras (que foi feita com os colchões). Foram incansáveis e tiveram muita paciência também, pois ter 8 ou 9 crianças fechadas numa sala, a maioria rapazes com demasiada energia, teve o seu grau de exigência.

E, pronto, tudo está bem quando termina bem! O Vicente estava feliz e embora nos tivesse pedido um insuflável, acho que no dia nem se lembrou mais disso.

Agora vou tirar umas semanas de férias antes dos dois anos da Laurinha. Entretanto, hão-de vir por aí os meus 35 anos…. Mas sobre isso falarei depois! Com calma e uma coisa de cada vez, porque a idade já começa a pesar… ah ah ah 😊

Boa noite.

 

Comentários

comentários