Como o prometido é devido, hoje partilho com vocês que fui ao Dez Studio Nail&Lash Bar para (finalmente) colocar pestanas. Um assunto que já vem de há muito, muito tempo, mas que por um motivo ou por outro, ainda não me tinha sentido completamente à vontade para o fazer.

Do lado do contra os principais motivos eram: receio de perder as minhas pestanas; receio de se tornar uma prisão por gostarmos de nos ver de pestanão; não querer ficar com um olhar demasiado dramático ou demasiado artificial – pois tudo aquilo que eu faço no meu rosto tem que restringir ao estritamente essencial, sem que se torne demasiado evidente; e, por fim, não querer ter algo que me desse demasiado trabalho para manter.

Do lado dos argumentos a favor, estava a dificuldade em moldar as minhas pestanas por serem demasiado curtas e rectas (com a falta de comprimento nem com a melhor máscara de pestanas conseguia o efeito desejado); achar que umas boas pestanas transformam por completo o olhar/rosto; o facto do essencial da minha maquiagem diária passar por evidenciar as pestanas/olhar; querer tornar o meu dia-a-dia mais simplificado e querer muito estar de boa cara mesmo quando tenho menos vontade/tempo para me arranjar.

No entanto, na base da minha decisão sempre pesou muito o lado mais racional e do bom senso e como tal, nunca arrisquei até ter absoluta confiança no local e na profissional que o iria fazer. E isto acontece, talvez, quando menos esperamos e quando menos andamos à procura. E foi um pouco assim que cheguei até ao Dez Studio Nail&Lash Bar, na rua do Arco de S. Mamede, em Lisboa, recomendada por uma amiga e onde conheci a Sandra Luz, a responsável por tudo, que conhece (de saber fazer) todos os serviçis que os seus espaços disponibilizam, assim como por ensinar todas as suas colaboradoras. Um dos lemas da Sandra é que “para ensinar é preciso saber fazer”.

Contudo, depois vim a saber que a Sandra é uma mulher que mudou de carreira. É uma mulher que um dia decidiu deixar a arquitetura para aprender tudo o que tinha a haver com unhas. E, hoje em dia, é das profissionais mais requisitadas para dar formação fora de Portugal. Por algum motivo, o universo nos vai aproximando de pessoas com as quais temos algo em comum. Afinal, é sempre bom saber que há mais pessoas que arriscam tudo para se realizarem e serem mais felizes. A mim, são mulheres com esta garra e esta determinação, que me inspiram e que me fazer prosseguir o meu caminho sem receio do que larguei no passado.

E foi assim que a minha curiosidade despertou, procurando conhecer um pouco mais do seu percurso; qual o conceito que tenta incutir nos seus espaços; qual a sua forma de trabalhar e até o tipo de marcas representa. E, em termos de unhas, já perceberam pelas fotografias que oferta é muito variada e que podem fazer desde manicure normal até unhas de gel mais ou menos elaboradas. Os vernizes não são testados em animais e são o mais inócuos possível. E para as grávidas que prestam especial atenção a este tipo de coisas, no Dez Studio podem ir à confiança.

Depois, houve um outro aspecto que captou desde logo a minha atenção. Quando lá estive a primeira vez, para fazer verniz gel, perguntaram se podiam fazer uma sugestão e para isso tiveram atenção o meu tom de pele e até o meu estilo. Quer queiramos quer não, são estes mimos que esperamos quando queremos tirar um tempo para cuidar de nós. Acho que é legítimo querermos sentir-nos únicas e especiais.

Neste sentido, a decisão de avançar com as pestanas, foi o resultado de tudo isto. A minha intuição disse-me que desta vez é que era!

Todavia, confesso que as pestanas da própria Sandra também ajudaram. Foi o facto de serem super naturais, como se tivesse acabado de colocar uma máscara TOP, que me fez não ter receio de me olhar nos espelho passadas as duas horas, mais ou menos, de olhos fechados.

E, de facto, não há sensação melhor do que me ter olhado ao espelho e ter sentido que era realmente aquilo que eu queria e de me ter sentido imediatamente bem.

Em relação à habituação, é verdade que é preciso treinar o instinto para não esfregarmos os olhos, especialmente quando acordamos de manhã. Porém, como não sinto qualquer peso ou impressão nos olhos é praticamente como se não tivesse nada.

Relativamente aos cuidados a ter, durante as primeiras 24h não podemos molhar os olhos, para deixar que a cola seque por completo; ter atenção ao desmaquilhante de olhos, que não deve conter óleo. E claro que tudo o resto depende também muito do nosso bom senso, pois se temos algo “colado” nas nossas pestanas, temos que ter mais cuidado e essa atenção que vai determinar o tempo que ficamos entre uma manutenção e a seguinte.

Logicamente que agora nem penso em fazer eyeliner nos olhos e nem colocar sombras, para evitar esfregar, mas sinceramente nem preciso – mas podem fazê-lo. E, acima de tudo, adoro o resultado natural com que ficou. Talvez os menos atentos tenham notado algo de diferente, mas sem saber muito bem o quê e é precisamente esse o meu objectivo.

O Dez Studio Nail&Lash Bar é o segundo espaço da Sandra e foi recentemente inaugurado, mas arrisco em dizer que não tem nada a ver com o conceito tradicional a que estamos habituados (e eu gosto disso). A música ambiente é boa; há chá, café e até champagne para quem quiser. Ali encontram descontração e sinceramentee é isso que eu procuro. No pouco tempo que temos para ter disponibilidade para nós, para descontrair e cuidar de nós, nada melhor que ter um espaço onde ser consigam fazer estas três coisas em simultâneo.

Dúvidas ou questões, podem colocar-me a mim ou, então, façam-no directamente com a Sandra que acredito ter toda a predisposição para vos esclarecer. Ou então, façam como eu, marquem e tenham a vossa própria experiência.

 

Boa noite.

Comentários

comentários