Como sabem, tirei parte da manhã de sexta-feira para fazer um tratamento Anti-Frizz ao cabelo, no Lisbaeta. Na verdade, era já uma curiosidade antiga minha, pois embora nunca tendo ficado 100% satisfeita com os resultados dos alisamentos no meu tipo de cabelo, a verdade é que, nesta altura do ano em particular, dá um jeitão ter o cabelo mais domesticado e menos susceptível, por assim dizer, às chuvas e à humidade.

E isto porque o meu cabelo tem o aspecto liso como vocês vêm porque eu o seco e ainda uso a prancha e, se for preciso, todos os dias – basta que vá ao ginásio todos os dias, por exemplo. Pois se tiver que descrever o meu cabelo diria que ele é fino, mas com jeitos e manias e, que quando o deixo secar ao natural, não gosto e a alternativa é perder muito tempo a contrariar isso.

Entretanto, engravidei da Laura e estive praticamente um ano a amamentar, fora o pós-parto. Nesta fase, não há muito a fazer, é preciso dar tempo até que as hormonas estabilizem e, só a seguir, a pensar o que vamos fazer. E era um pouco nesta fase em que eu me encontrava e já tinha começado a ponderar fazer novo alisamento até que soube desta promoção e marquei na hora.

E, agora, as coisas práticas que a Ana, que foi quem cuidou de mim, partilhou comigo sobre este Anti-Frizz:

  • Principais Vantagens:

Facilita a rotina no dia-a-dia, pois o cabelo fica menos rebelde, facilitando a secagem e o pentear. No fundo, sabem aqueles jeitos que “não têm jeito nenhum” e que acabam por nos dar um trabalhão todos os dias? Pois, são esses mesmo. Para além disso, como é um tratamento que contém queratina, estamos a dar um boost de hidratação ao nosso cabelo.

  • Quanto tempo dura?

Cerca de 4 a 6 meses e, de preferência, lavar o cabelo duas vezes na semana – eu admito já que não consigo e peco pelo excesso, pois lavo o cabelo praticamente todos os dias.

  • Pode-se prolongar os resultados do Anti-Frizz? Sim, podem.
  • Como? Usando bons produtos para o cabelo, sem sulfatos e não esquecer a máscara de hidratação uma vez por semana.
tratamento capilar Anti-Frizz
Champoo de tratamento da marca do Anti-Frizz sem sulfatos.

Dica: Escolham um dia em que fiquem mais tempo em casa de manhã e assim que acordam, molham metade do vosso cabelo e colocam a máscara. Podem colocar ainda uma toalha quente ou papel celofane em volta para maximizar os resultados. Deixem-se ficar assim uns bons trinta minutos e, só depois desse tempo, tomem o vosso banho e façam a vossa rotina normal.

  • Quanto tempo vamos ter que passar no salão? No máximo, diria 2h horas, tempo que depois ganham em casa todos os dias nas vossas rotinas, pois vão deixar de perder tempo a arranjar o cabelo.
  • Etapas do Tratamento Anti-Frizz:

1ª FASE: Lavar o cabelo com champo adequado da própria marca do tratamento. Neste caso, a Pura.

2ª FASE: Colocar o creme Anti-Frizz madeixa por madeixa no cabelo, com a ajuda de uma escova para permitir uma boa penetração nos fios de cabelo. No final, deixamos a actuar durante 35 minutos.

3ª FASE: Secar muito bem o cabelo, primeiro com o secador, seguida da prancha.

4ª FASE: Novamente lavagem, mas desta vez, aplicando somente a máscara.

No Anti-Frizz o produto não vai até à raiz, evitando-se assim aquele efeito escorrido que tanto me aborrecia quando fazia o alisamento. Também não precisamos de ficar 48h sem lavar o cabelo após o tratamento – façam a vossa vidinha normal. E não tem aquele cheiro a químicos que sentimos também com o alisamento mais tradicional, porque, no fundo, é uma coisa muito mais natural e menos agressiva para o cabelo.

  • Quais são as minhas primeiras impressões? Notei diferenças?

Notei logo, assim que começaram a secar-me o cabelo. Senti-o muito mais leve, sem qualquer comparação e, ao mesmo tempo, mais solto, macio e brilhante. Não ficou com aquele aspecto mais baço e crespo depois de secar, assim como aqueles jeitos estranhos que tinham regressado após o fim do efeito do último alisamento, desapareceram.

tratamento capilar anti-frizz tratamento capilar anti-frizz

Como podem ver, o meu cabelo mantém o seu aspecto natural, embora visivelmente mais nutrido, leve e solto. Os jeitos, esses ficaram domandos e hoje, que fui ao ginásio bem cedo e não tinha não lavar o cabelo a seguir, já pude comprovar que todo esse processo de secar o cabelo. ficou muito mais rápido. Na minha opinião, para quem procura uma solução intermédia, algo menos “quimico” e menos agressivo para o cabelo, este tratamento Anti-Frizz pode muito bem ser a vossa resposta.

Até dia 6 de Novembro, este tratamento está com 40% de desconto no Lisbaeta, o salão do Matt que, aliás, já cortou o cabelo de todos aqui em casa – Laura incluída. Portanto, se estão a gostar de como ando meu cabelo, nomeadamente a cor e o corte, é tudo responsabilidade dele neste momento.

Sei que já é um pouco em cima da data, no entanto, se conseguirem, marquem. De certeza que, tal como eu, vão agradecer poder passar um Outono e um Inverno descansadas (pelo menos em termos de cabelos).

Para mais informações: http://www.lisbaeta.com/blog/queres-domar-o-teu-cabelo

 

Caso tenha ficado alguma pergunta por responder ou dúvida por esclarecer, por favor, deixem nos comentários. 🙂

Boa noite.

 

 

Comentários

comentários