Foi preciso o tempo mudar um pouco esta semana e, com isso, parecer um pouco mais que estamos realmente no outono, para “ganhar coragem” e falar-vos de como construo o guarda-roupa de outono do Vicente. Durante o verão, ele (assim como a irmã) deu um enorme pulo, mas como o calor tem sido uma constante até aos últimos dias, eu confesso que as compras resumem-se aquilo que é verdadeiramente essencial.

No que toca ao vestir, sempre vos disse que sou uma mãe descontraída, que dá primazia ao conforto dos filhos e que não perde muito a cabeça na hora de ir às compras para eles. No entanto, este ano foi realmente o ano em que consegui ser mais metódica e organizada e isso faz toda a diferença.

Após as férias, a primeira coisa a fazer foi literalmente tirar toda a sua roupa do armário, depois passei à triagem (o que serve, o que não serve, o que é para dar e o que vai directamente para o lixo) e, por fim, foi muito importante a organização da roupa nos armários e gavetas. A minha inspiração tem sido a Marie Kondo e o seu método bastante prático e eficaz e aquilo que para mim foi notório foi que, ao longo dos dias, tenho conseguido manter esta organização. As gavetas manter o seu aspecto organizado e, de cada vez, que é preciso escolher a roupa eu tenho sempre a mesma sensação: a de conseguir ter uma perspectiva de tudo aquilo que cada um tem.

Portanto, foi só depois de ter este “quadro” completo que fiz uma lista do que é preciso comprar. Há coisas que compro em mais quantidade, outras meno por isso, peças nas quais invisto um pouco mais de dinheiro e outras que acabam por ser apenas moda. De qualquer forma com o Vicente sinto-me muito menos tentada, com a Laura nem sei como irá ser 🙂

1.Artigos de vestuário nos quais opto por investir mais dinheiro:

Calçado.

Acho importantissimo assegurar a qualidade daquilo que os nossos filhos calçam logo desde o momento em que dão os primeiro passos. Regra geral, o Vicente prefere os ténis, não aprecia sandálias e para o convencer da necessidade de usar botas são preciso alguns dias e algumas tentativas. Claro que o calçado tem que ser igualmente também.

Modelo Flexible, Timberland

Utiliza a tecnologia SensorFlex, uma sistema de três camadas que oferece amortecimento activo, suporte constacte e flex dinâmico.

Um bom casaco.

Principais requisitos: ser versátil; que cumpra o principal requisito que é proteger do frio e do vento; que se adeque a todo o guarda-roupa; que seja fácil de limpar (obviamente 🙂 ) e, ainda, que seja leve e prático de usar no dia-a-dia.

casaco três em um inverno

Casaco Acolchoado Timberland “all in one” 

Nesta fotografia aparece como colete, no entanto, tem ainda um capuz e as magas que o transformam no casaco “evolutivo” de acordo com as nossas necessidades e o clima, claro.

2. Peças de Roupa que compro em maior quantidade, porque se adaptam a qualquer ocasição, quando conjugadas de diferentes formas, não comprometendo o conforto e o estilo.

T-Shirts de manga cumprida.

t-shirt manga cumprida

t-shirt manga cumprida

Calças de Ganga.

E aqui acabo por ter vários tipos de calças: umas mais resistentes que outras; umas de maior qualidade do que outras, pois assentam de uma forma completamente diferente, ficando assim reservadas para o fim-de-semana e/ou outras oacsições que não a escola.

calças de ganga

3. As peças que compõem os coordenados:

Camisas.

As camisolas.

Em termos de cores, talvez, se possa dizer que não arrisco muito. Os tons de azul, os brancos, padrões em xadrez, alguns apontamentos em tons de vermelho, pois acho que lhe ficam bem e, aos poucos, alguns preto – escuro, como ele lhe chama – são dominantes.

E é basicamente à volta destes seis elementos que construo o guarda-roupa de outono do Vicente. Logicamente que o lado monetário pesa, daí ter muita atenção às escolhas que faço. embora, acima de tudo, esteja o factor qualidade, quer das peças em si e da forma como são confeccionadas, quer dos tecidos.

A Timberland é daquelas marcas que, na minha opinião, tem as colecções que melhor definem o estilo do Vicente. Por um lado, a qualidade é inegável e, por outro, personificam o estilo confortável, com peças versáteis e cada vez mais modernas. Sempre que é possível tento comprar um ou outro artigo – regra geral, aproveito os saldos.

Todas estas peças pertencem à nova colecção que já encontram disponível em qualquer uma das lojas físicas da marca.

Outros post que poderão gostar de ler: Dicas para arrumar e organizar

 

Boa tarde.

 

*Post powered by Timberland


Comentários

comentários