Ir ao Jardim Zoológico de Lisboa é sempre uma boa ideia. É daqueles programas que, à partida, agradam a pais e filhos e que preenchem um dia inteiro. É preciso ter-se tempo e paciência para descobrir todas as espécies que ali se encontram e também para não perder o espectáculo dos golfinhos.

Não vamos lá tantas vezes quantas as que gostaríamos, talvez pela mesma razão que vós, é um programa que não é assim tão barato para se fazer em família. A última vez que lá estivemos foi há cerca de um ano atrás, pelo Dia da Criança, tinha a Laura cerca de três meses. Hoje estivemos lá novamente e obviamente que particular curiosidade em relação à reacção da Laura.

O convite chegou-nos por parte da Clementoni, uma marca de brinquedos – e, por acaso, uma marca que gostamos muito – que marcou presença entre as 11h00 e as 17h00 no Jardim Zoológico de Lisboa com uma acção bastante divertida e imperdível. Logo à entrada, numa espécie de tenda, estavam a convidar todos os meninos e meninas a fazerem um puzzle que levariam consigo caso o terminassem com sucesso. Também havia um dado – cada face tinha um jogo diferente – que se habilitavam a ganhar. O Vicente – mais conhecido pelo craque dos puzzles – não saiu de lá sem completar o puzzle dos Super-Heróis e a Laurinha lançou-se ao dado – mais numa tentativa de a distrair das peças do puzzle do irmão, diga-se.

No entanto, havia uma razão para este dia tão especial que a Clementoni proporcionou aos visitantes mais pequeninos do Zoo. Recentemente, a marca ter apadrinhado um chimpanzé, de seu nome Clemmy. Esse foi o pretexto. Os chimpanzés são dos animais mais divertidos, pelo menos eu vejo-os sempre em grande brincadeiras, travessuras e malabarismos. Eu gosto dos chimpanzés, em tempos tinha a “panca” de querer ter um – acho que influenciada por uma série qualquer da época 🙂

Ainda que não tenhamos chegado muito cedo, conseguimos dar uma volta e ver pelo menos os animais que o Vicente nos ia pedindo para ver e o mais importante não perdemos o espectáculo dos golfinhos. Acho que foi a única coisa a que a Laura prestou mesmo atenção, pois tirando isso só mesmo às plantas, às folhas e às flores – que é o que ela gosta mais.

Mas a Laura é uma miúda muito engraçada, independente e sem medos. Andou pelo seu próprio pé sem problemas e sempre a acelerar. A certa altura tivemos que pôr no carrinho ou, então, não íamos conseguir ver animais nenhuns!

Vocês já conhecem a Clementoni? Se ainda não, é mesmo uma marca que vale a pena. Eu conheci-a através de uma amiga, quando ela ofereceu um jogo ao Vicente que ele adorou. A partir daí, eu própria passei a comprar para oferecer também. Com jogos interessantes, didácticos e que promovem a interacção de todos, é talvez das marcas que eu mais gosto e especialmente porque nos oferece um excelente compromisso na relação qualidade-preço. Já agora, aproveito para vos dizer que encontram à venda em qualquer supermercado na secção dos brinquedos.  Para além dos puzzles, existem uns jogos muito engraçados – números, diferenças, etc – e em que cada caixa traz uns dois ou três jogos diferentes de uma vez. São aqueles que nós temos mais, mas também há construções de robots para os mais crescido e outros brinquedos para crianças mais pequeninas, como a Laura.

Este fim-de-semana acabou por ser de improviso, pois supostamente iríamos estar fora. No entanto, um equívoco com as datas versus dias da semana fez com que tivéssemos que adiar a estadia e, por isso, acabamos por ficar por  Lisboa. Acabou por não ser demasiado grave, porque a noitada dos NOS Alive fez moça…. 🙂

Comentários

comentários