Abril foi o mês Internacional do Mau Trato Infantil e a Associação Caminhos da Infância aproveitou para lançar a campanha de sensibilização “Passa num Instante”. Esta iniciativa tem por objectivo sensibilizar as pessoas para os maus tratos e negligência nos primeiros anos de vida, com foco na parentalidade positiva. 

Porque é preciso não esquecer da importância que a infância tem para o desenvolvimento da pessoa que somos e que são as memórias que levamos para a vida e que, por isso, queremos que sejam o mais felizes possível. E é preciso não esquecer também como a infância passa rápido e como, de repente, os nossos filhos deixam de ser os nossos bebés, as roupas deixam de lhes servir, o pé cresce e as gracinhas próprias de quem ainda está a aprender tudo na vida, ficam para trás, dando lugar a uma pessoa cada vez mais crescida e mais adulta.

Mas é preciso não esquecer, acima de tudo, que os pais precisam de estar presentes de verdade na infância dos seus filhos. Só assim é possível saber quem eles são de verdade: conhecer a personalidade, entender os comportamentos, descodificar atitudes e, claro, dar as respostas adequadas. Os nossos filhos deveriam ser sempre uma prioridade nas nossas vidas, sobretudo, nesta etapa das suas vidas que eu acredito ser realmente fundamental para traçar a sua personalidade e o tipo de pessoas que eles serão no futuro.

As vivências que eles terão ao longo da vida fogem do nossos controlo, aquilo que é a nossa responsabilidade é dar-lhe as bases e o suporte para que consigam sempre fazer as melhores escolhas, tomar as decisões mais acertadas, que saibam dar a volta aos obstáculos e, muito importante, que saibam levantar-se após cada queda.

E foi precisamente a pensar em tudo isto e motivada também por esta campanha “Passa Num Instante” que a Associação Caminhos da Infância encontrou uma forma de contribuir para preservar algumas memórias da infância dos nossos filhos. Sabemos que as crianças estão constantemente a criar as suas próprias palavras, com uma forma muito própria das pronunciar, por exemplo, o chapéu é o “péu”, a “mánica” que corresponde à máquina ou, então, o “frirístico” que é um frigorífico. Certo? 🙂

Palavras da Infância é assim que se chama o site/aplicação onde poderão eternizar/guardar algumas dessas pérolas dos vossos filhos, mais ou menos assim:

 

palavras da infância
Arrow
Arrow
Slider
Fica a dica desta semana.
Boa tarde

Comentários

comentários