1. Que o meu filho acordasse um pouco mais tarde, vá podiam ser apenas uma ou duas vezes por semana;
  2. Que deixasse de fingir que não me ouve;
  3. Que parasse de se deitar no chão, depois de tomar banho -e que fique ali a “varrer” o chão;
  4. Que não gritasse ou mandasse coisas pelo ar só porque sim;
  5. Que não me perguntasse todos os dias porque é que tem que lavar os dentes (recusando-se a tal);
  6. Que não me dissesse que quer comer uma coisa e depois, afinal já não quer;
  7. Que não se esquecesse de arrumar os brinquedos quando lhe peço – dizendo sempre que está muito cansado;
  8. Que, para ter aquilo que bem entende, me dissesse que vai fazer o que lhe peço e, no final de contas…. levasse sempre a melhor;
  9. Que se recusasse a comer coisas em casa que sei que come na escola, como os legumes sem ser na sopa ou determinadas frutas;
  10. Que esperasse só um bocadinho até que a irmã adormeça para depois, então, montar a sua cena. Ter dois filhos aos berros ao mesmo tempo é….. de loucos!

Em contrapartida, o meu filho pode (e deve) pedir-me que:

  1. Ouça mais e fale menos;
  2. Não fale alto só para que ele me obedeça;
  3. Deixe de ser como a minha mãe quando começo a dizer “não faças isso, olha que…” ou então, “já estou mesmo a ver o que é que isso vai dar…”, entre outras pérolas que todas as mães acabam por dizer um dia! 🙂

ovs

Boa noite.

 

Comentários

comentários