Só estava à espera das fotografias oficiais – pois, eu nem tive tempo para pensar nisso no dia – para vos começar a falar da festa de aniversário do Vicente. 
E começo por partilhar a  conclusão a que cheguei: a única forma de organizar uma festa de aniversário logo no início de Janeiro é fazê-lo logo no início de Novembro. É que caso contrário, o nível de stress é tanto que, quando chega o dia da festa, nem conseguimos desfrutar de nada, tal foi o esforço para conseguir que aquelas três horas – o tempo que dura a festa – corressem bem e que sejam três horas de pura felicidade para o Vicente, pois é tão somente isso que me move ano após ano, mesmo quando eu digo “chega!”
Este ano, começamos logo com uma alteração de tema à última hora. O Vicente quis afirmar-se como “crescido” de quatro anos e recusou-se a ter a Patrulha Pata como tema e foi assim que surgiu o Blaze na minha vida, não nos conhecíamos, mas passamos a ser os melhores amigos desde então. Depois, para agravar, este ano deixei passar o timing para começar a preparar as coisas e quando dei por mim era Natal, era o fim do ano e, de seguida, o pânico foi TOTAL, porque já estávamos no início de Janeiro e a festa era logo no dia sete. Nesse momento, foi mover todos os esforços para pensar em alternativas que me pudessem “salvar” e terem a disponibilidade para atender aos meus pedidos em tão pouco tempo. 
Porém, mais uma vez, tenho que reconhecer que, no meio do caos, há sempre uma ou duas mãos amigas que se disponibilizam de imediato a arranjar uma solução. Começou logo com a decoração, à altura do aniversário do Vicente havia zero coisas com este tema, já podem imaginar o desespero. Houve quem dissesse para usar carros, mas carros não é o Blaze e só quem tem filhos é que entende como é importante não cometer estes “erros”.
Mas a minha amiga Catarina, uma pessoa com um jeito enorme (e muita paciência) para estas coisas da decoração e do DIY, que prepara sempre as festas dos seus filhos, dos filhos dos amigos e dos filhos dos amigos dos amigos, mandou-me uma mensagem a perguntar se precisava de ajuda. E eu, contrariamente aquilo que até costumo dizer, respondi imediatamente: “Sim!!! Por favor, sim!!! Salva-me!” E não é que me salvou mesmo?! Em pouco tempo, tinha a grinalda, as bandeirolas, os marcadores de mesa, os pacotes de pipocas… tudo o que era preciso com o tema do Blaze, e ainda personalizado com o seu nome e idade, no meu e-mail. Depois, era só imprimir e recortar – “era só”… era o que eu pensava! 
bolo de aniversário blaze + velas + blaze aniversário + festa de aniversário + blaze + festa de quatro anos + animação para festas de aniversário

Se estiverem em apuros, ela é a pessoa certa para vos ajudar e, por isso, obriguei-a a criar uma página no Facebook ↠ Detalhes by Cat. Visitem!

bolo de aniversário blaze + velas + blaze aniversário + festa de aniversário + blaze + festa de quatro anos + animação para festas de aniversário
O bolo foi sugestão de uma amiga e estava óptimo ↠ Cristina Dourado Cake Studio
Para além disso, havia ainda questão da animação por resolver, pois a hipótese de não entreter crianças de quatro anos – maioritariamente rapazes – embora com bastante espaço para correrem e saltarem, estava fora de questão. E aqui tenho que escrever um OBRIGADA em capslock, pois a Andreia, responsável pela FUNtoche Eventos foi uma autêntica MUM SAVER e, em momento algum, deixou que os muitos quilómetros de distância a separar-nos ou que a diferença horária, a impedissem de me ajudar e de tratar de tudo como se estivesse a fazê-lo pessoalmente. E olhem que não foi fácil, querem ver?
Eu: Andreia, consegue uma mascote para dia sete? Por favor!!!!
Andreia: Depende, Vera. O que pretende?
Eu: Bom, o tema da festa é o Blaze, mas ele gosta dos super-heróis, qualquer um, e gosta da Patrulha Pata.
Andreia: Bom, Vera… não temos Blaze disponível ainda e a esta altura, já temos os super-heróis todos reservados e, como deve calcular, a Patrulha Pata também.
Eu: Silêncio
Eu: Ok, Andreia, diga-me, então, o que tem! Qualquer coisa! Eu aceito qualquer coisa. 
Andreia: Tenho os PJ Masks. O que acha? 
Eu: Quem? PJ Quem? Não importa, eu venham os PJ Masks. 
curujinha + funtoche eventos + pj masks + festa de aniversário + blaze + festa de quatro anos + animação para festas de aniversário
Curujinha

pinturas faciais + catboy + funtoche eventos + pj masks + festa de aniversário + blaze
Catboy a pintar o Blaze na cara do Vicente
bolas de sabão + catboy + funtoche eventos + pj masks + festa de anivserário + blaze
Catboy, ou se quiserem, o encantador de crianças.
Eu já conhecia o profissionalismo da FUNtoche Eventos, já tinha tido a oportunidade de privar com alguns dos seus personagens em alguns eventos e sabia que o Vicente gostava sempre muito das suas actividades e eu da forma como eles interagem com as crianças.
À primeira vista, não tem a ver convidar os PJ Masks para uma festa do Blaze, mas isso é apenas à primeira vista, porque, mais uma vez, as crianças estão sempre a surpreender-nos. Estavam todos em euforia com o Catboy e a Curujinha, riram que se fartaram, fizeram uma caça ao tesouro, pinturas faciais e sei lá mais o quê. E eu não fazia ideia que os PJ Masks eram assim tão famosos e queridos dos mais pequenos.
festa de aniversário + pinturas faciais + blaze + funtoche eventos + pj masks + salto + gap kids
Acho que esta não precisa de legendas. Certo?
No entanto, para mim, o mais impressionante mesmo é o jeito e a forma como cativam cada criança, como arranjam sempre maneira de dar a volta aos momentos mais tensos, com alguma birra ou alguma zanga e como chegam até eles. O Vicente estava bastante tímido e reservado no início – típico dele – mas lá a meio já não quis mais saber de mim, nem de ninguém, brincou, brincou, brincou… estava eufórico e feliz.  E as outras crianças também e chegou a haver quem chorasse quando estes dois PJ Masks tiverem que ir embora… ?
Todos os anos, digo sempre a mesma coisa, que não vou passar por este stress todo outra vez, etc, etc, etc… e todos os anos volto a fazer a mesma coisa, porque a felicidade dele, nestes momentos, é única. Saber que consigo corresponder aos seus desejos e proporcionar-lhe um pouco de magia e de fantasia, deixa-me feliz e realizada. E, sem dúvida, que todo o esforço é imediatamente compensado e até esquecido. 

P.s: Para o primeiro aniversário da Laura só vou querer um queque com uma vela!!!!! eheheheh ?

As fotografias são todas da Sara Falcão Photography.

Comentários

comentários