Ser mãe é, entre tantas outras coisas, aprender a aceitar a mudança e colocar-nos em segundo plano, quando o assunto são os filhos. Talvez sinta mais isso por sê-lo a tempo inteiro. Todo o meu dia acaba por ser condicionado e determinado por ele. 
Ser mãe é, entre tantas outras coisas, conseguir tomar banho quando ele dorme a sesta de manhã, mesmo que a nossa vontade seja fazer o mesmo, dormir mais aquele bocadinho que nos falta. Todavia, não fazê-lo naquele momento, significa que o banho simplesmente vai passar para segundo plano, ou seja, para amanhã. 
Ser mãe é, entre tantas outras coisas, ter a capacidade de descombinar compromissos em cima da hora, porque afinal quer dormir e já está com uma birra tal, que não dá para esperar sair de casa e adormecer no carrinho! (Nestas alturas não se deve contrariar, as consequências de querer, ainda assim, manter o combinado e sair com ele, são muito piores, do que ganhar “cara de pau” e dizer, 15 min, afinal já não dá!
Ser mãe é, entre tantas outras coisas, viver tudo isto e, ao fim do dia, pensar que tudo, tudo mesmo, vale tanto, mas tanto a pena!!!
Entretanto, só espero que os meus amigos compreendam e não me abandonem todos em massa!!! 

Comentários

comentários