Já vos falei aqui dos nossos domingos. O dia de organizar, descansar, não olhar para o relógio… no fundo, carregar as baterias para mais uma semana.
Entretanto, descobrimos um novo ingrediente: as idas o mercado! Não sei como é (ou foi) no vosso caso, mas eu (e também o senhor meu marido), sempre estivemos habituados a ir aos mercados na nossa infância. E fazê-lo aqui em Bruxelas é algo que me faz sentir próxima de casa e das minhas raízes.
Desde que o Vicente começou a comer sopa e fruta, que era nossa preocupação que os ingredientes desta nova etapa fossem os melhores possíveis. Sempre que ia aos supermercados, além de ser tudo muito caro, a qualidade não me satisfazia. E vai daí, soubemos da existência de alguns mercados na cidade, nomeadamente o mercado de Parvis de Saint-Gilles, que acontece todos os fins de semana, sábados e domingos.
Este bairro, que até fica bastante próximo de casa, tem como principal referência a praça da igreja e, apesar de ser uma zona mais periférica da cidade, é aqui que se encontram alguns dos sítios que estão mais na moda. É por todas as ruas do bairro (fechadas ao trânsito) que se vão distribuindo as bancas de venda e onde podemos encontrar de tudo e mais alguma coisa. 
Nós tentamos perceber onde estão os melhores produtos e os melhores preços, e digo-vos que é uma tarefa difícil, tal é a oferta, mas acaba por ser engraçado. Nós lá nos tentamos misturar no meio das pessoas, escolher o que queremos e, ou almoçar por ali ou então comprar alguma coisa já feita, e voltar para casa.

No domingo passado, o Sol ganhou e nós por ali ficamos a saboreá-lo.


instagram: @pereiravera

Localização:
Parvis de Saint-Gilles, 1060, Bruxelas

Comentários

comentários